Dr. Rodrigo Motta de Carvalho

Dr. Rodrigo Motta de Carvalho

Mastologista

Competência em: Oncoplastia, Mastologia Oncológica

Número de Identificação Profissional: 52.53452-7

Marcação de consultas

1

Em qual consultório você quer ser atendido?

2

Que dia e hora estão bem para você?

Consultório

1
2

Opiniões para Dr. Rodrigo Motta de Carvalho

5

Baseado em 73 opiniões

Pontualidade

Atenção

Instalações

Você foi atendido/a por Dr. Rodrigo Motta de Carvalho?

Opinar

O melhor: "Profissional excelente. Atencioso e muito competente."

Paciente que marcou consulta com Dr. Rodrigo Motta de Carvalho em Avenida Ayrton Senna 1850 (Barra Plaza - Bloco B - sala 321

Dr. Rodrigo Motta de Carvalho respondeu a esta opinião

Prezada paciente, agradeço de coração por sua mensagem. Abraço.

O melhor: "Dr Rodrigo sempre atencioso e muito cuidadoso com suas pacientes ,e tudo isso aliado a sua competência indiscutível . Recomendo sempre !"

Motivo da visita: Avaliação de exames de Rotina de Mama

Paciente que marcou consulta com Dr. Rodrigo Motta de Carvalho em Avenida Maria Teresa 260 (Plaza Office - Edificio Premium - sala 210)

Dr. Rodrigo Motta de Carvalho respondeu a esta opinião

Caríssima paciente, me sinto extremamente grato por sua mensagem sobre o cuidado dispensado em seu atendimento. Abraço.

O melhor: "Super atencioso! Preciso!"

Motivo da visita: Suspeita de nódulo mamário

Paciente que marcou consulta com Dr. Rodrigo Motta de Carvalho em Avenida Ayrton Senna 1850 (Barra Plaza - Bloco B - sala 321

Dr. Rodrigo Motta de Carvalho respondeu a esta opinião

Caríssima paciente, fico extremamente agradecido por sua mensagem. Abraço.

O melhor: "Muito realista e ESCLARECIDO, me tirou todas as dúvidas, estou mais tranquila obrigada Dr Rodrigo"

Poderia melhorar: "Nada tudo ótimo"

Motivo da visita: Consulta mastologista

Paciente que marcou consulta com Dr. Rodrigo Motta de Carvalho em Avenida Ayrton Senna 1850 (Barra Plaza - Bloco B - sala 321

Dr. Rodrigo Motta de Carvalho respondeu a esta opinião

Prezada paciente, agradeço por sua mensagem e estou feliz por ter lhe ajudado em suas dúvidas. Abraço.

Ver as 73 opiniões sobre Dr. Rodrigo Motta de Carvalho

Experiência

Formação

  • Residência Médica em Cirurgia OncológicaInstituto Nacional de Câncer - INCA1996
  • Título de Especialista em Cirurgia OncológicaSociedade Brasileira de Cancerologia1998
  • TCBC - Membro TitularColégio Brasileiro de Cirurgiões1998
  • Título de Especialista em MastologiaSociedade Brasileira de Mastologia1999
  • MBA de Gestão em SaúdeUniversidade Federal do Rio de Janeiro - COPPEAD2012

Sobre mim

Número de Identificação Profissional: 52.53452-7

Dr. Rodrigo Motta é especialista nas doenças da mama e no tratamento cirúrgico do câncer de mama. Com mais de 20 anos de experiência, considera fundamental oferecer um cuidado humano e em equilíbrio com as melhores técnicas e conhecimentos disponíveis na especialidade. É médico Sênior do Serviço de Mastologia do Instituto Nacional de Câncer desde 1999. Foi Coordenador do Serviço de Mastologia do Instituto Nacional de Câncer e Ex-Diretor da Unidade III do INCA especializada no Tratamento do Câncer de Mama.

Experiência em

Idiomas

  • Português

Webs


Serviços

  • Preço
    Preços aproximados para pacientes particulares (sem plano de saúde).
    Dados fornecidos em: maio 2017

Artigos escritos por Dr. Rodrigo Motta de Carvalho

Doenças Mamárias

Entendemos que uma consulta médica deve ser encarada como um verdadeiro encontro entre pessoas. Neste caso, uma das pessoas é um paciente com suas dúvidas e inseguranças pelo problema apresentado. Ouvir e entender de fato, cada problema que um paciente traz ao médico, é a chave para ajudá-lo na solução. Por isso consideramos que, a avaliação das queixas do paciente desde seu início, do histórico pessoal e familiar, dos exames já realizados, complementado por um exame clínico completo é fundamental para se alcançar bons resultados no cuidado dispensado à cada paciente.

Descarga papilar

A principal característica de que a descarga papilar (DP) deve ser investigada é o fato de ser espontânea, unilateral e persistente. A maioria das DP está associada com um quadro benigno. A DP de aspecto cristalino como água ou hemorrágica é de maior suspeição para malignidade. Um fator importante a considerar na DP espontânea é a idade da paciente. A associação da DP com diagnóstico de malignidade ocorre em torno de 3% em pacientes com menos de 40 anos, em 10% dos casos entre 40 e 60 anos e mais de 30% dos casos com idade superior a 60 anos. É fundamental, além do exame clínico das mamas, a realização de exames de imagem da mama antes de qualquer abordagem para a descarga papilar.

Veja os 6 artigos escritos por Dr. Rodrigo Motta de Carvalho

Respostas de Dr. Rodrigo Motta de Carvalho

36 Respostas

20 Especialistas de acordo

39 Pacientes agradecidos

Dr. Rodrigo Motta de Carvalho está respondendo perguntas que os usuários enviam à Doctoralia.
Descubra mais

As perguntas se enviam das páginas sobre doenças, exames médicos ou medicamentos.

Todos os especialistas da Doctoralia podem responder as perguntas que enviam os usuários.

Não é possível fazer uma pergunta a um médico em concreto.

A retração (área onde a pele está aprofundada), pode estar relacionada com a própria biópsia e neste caso deverá desaparecer em algumas semanas ou estar associada à própria condição clínica presente na mama e que motivou a biópsia. É importante definir o diagnóstico, o qual irá constar do laudo histopatológico da biópsia realizada.

Dr. Rodrigo Motta de Carvalho

Dr. Rodrigo Motta de Carvalho

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Mastologista

Rio de Janeiro

O fato de o nódulo diminuir após a biópsia com retirada de fragmentos através de agulha grossa, pode indicar que se trate de um nódulo misto (nódulo contendo parte sólida e parte líquida). Quanto a dor após a biópsia, isso pode ocorrer e não significa um problema. Em relação à saída de líquido pelo mamilo, pode ser que tenha relação com o nódulo em questão e este fato pode ser importante para a decisão sobre a condução de seu tratamento. Será fundamental avaliar junto a um médico especialista em mastologia o resultado (laudo) desta biópsia. Espero ter ajudado a esclarecer.

Dr. Rodrigo Motta de Carvalho

Dr. Rodrigo Motta de Carvalho

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Mastologista

Rio de Janeiro

Prezada paciente, a presença de micrometástase no linfonodo sentinela é um sinal da existência de uma lesão invasiva na mama. O fato de não ter sido identificado lesão na peça cirúrgica da quadrantectomia precisa de maior esclarecimento pela correta avaliação/revisão das imagens do pré-operatório e da peça cirúrgica. De fato, pode ocorrer a saída completa de uma lesão mamária de reduzidas dimensões numa biópsia do tipo mamotomia, mas, nesses casos, prevendo tal ocorrência, é indicada a colocação de um clipe metálico no local da biópsia, o que permitiria avaliar corretamente a área da lesão mamária na peça de ressecção cirúrgica. Seu caso precisa ser revisado desde o início. Espero ter ajudado a esclarecer suas dúvidas.

Dr. Rodrigo Motta de Carvalho

Dr. Rodrigo Motta de Carvalho

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Mastologista

Rio de Janeiro

Ver as 36 perguntas respondidas por Dr. Rodrigo Motta de Carvalho

Fotos

{0}{1}