Juliana Nunes

Juliana Nunes

Oftalmologista

Competência em: Ceratocone, Catarata, Cirurgia Refrativa, Transplante de Córnea, Adaptação de Lentes de Contato Especiais

Número de Identificação Profissional: 16833

Marcação de consultas

1

Em qual consultório você quer ser atendido?

2

Que dia e hora estão bem para você?

Consultório

1
2

Opiniões para Juliana Nunes

Não há comentários ainda. Seja o primeiro a avaliar Juliana Nunes

Experiência

Formação

  • MedicinaUniversidade Estácio de Sá2008
  • OftalmologistaHospital Federal de Bonsucesso, Rio de Janeiro2012
  • Fellowship em Córnea e Doenças ExternasCEROF- Universidade Federal de Goiás2013
  • Titulo de Especialista em OftalmologiaConselho Brasileiro de Oftalmologia/ AMB2013

Sobre mim

Número de Identificação Profissional: 16833

Graduada em Medicina pela Universidade Estácio de Sá-UNESA, Rio de Janeiro-RJ em 2008. Especialização em Oftalmologia Clínica e Cirúrgica no Hospital Federal de Bonsucesso (HFB-RJ) pela Sociedade Brasileira de Oftalmologia de 2010 à 2013. Título de Especialista em Oftalmologia pela Associação Médica Brasileira e Conselho Brasileiro de Oftalmologia no ano de 2013. Fellowship em Córnea e Doenças Externas no Centro de Referência em Oftalmologia- Cerof/GO pela Universidade Federal de Góias de 2013 à 2014. Têm experiência em oftalmologia geral, com ênfase em córnea, doenças externas, ceratocone, implante de anel intra-estromal, lentes de contato, transplante de córnea, pterígeo e catarata.

Experiência em

Idiomas

  • Português
  • Inglês
  • Espanhol

Serviços

  • Primeira consulta Oftalmologia
  • Retorno de consultas Oftalmologia
  • Consulta domiciliar Oftalmologia
  • Acuidade Visual
  • Adaptação de Lente de Contato
  • Atestado com consulta específica para concursos
  • Biopsia Da Conjuntiva
  • Biopsia Da Cornea
  • Campimetria
  • Cauterizacao Da Cornea
  • Ceratectomia Superficial
  • Cirurgia de Catarata
  • Cirurgia Do Pterigio
  • Cirurgia para correção de hipermetropia
  • Cirurgia para correção de miopia
  • Cirurgia refrativa
  • Crosslinking do colágeno corneano
  • Curva de Pressão Intraocular
  • Epilação de cilios
  • Exame fundo de olho
  • Exerese De Calazio
  • Exerese De Tumor De Conjuntiva
  • Explantacao E/Ou Substituicao De Lente Intraocular
  • Facectomia Para Implante De Lente Intraocular
  • Facectomia Sem Implante De Lente Intraocular
  • Implante do anel intraestromal corneano
  • Implante Interlamelar De Cornea
  • Iridotomia
  • Mapeamento de retina
  • Microscopia Especular
  • Oclusão de ponto lacrimal
  • Paquimetria
  • Paracentese De Camara Anterior
  • Recobrimento conjuntival
  • Retirada de corpo estranho da camara anterior do olho
  • Retirada de corpo estranho da cornea
  • Sutura De Conjuntiva
  • Sutura De Cornea
  • Teste de visão
  • Teste de Visão de Cores
  • Teste do Olhinho
  • Teste para olho seco
  • Tomografia de córnea (Galilei)
  • Tonometria
  • Topografia
  • Topografia corneal
  • Topoplastia do transplante
  • Transplante de córnea
  • Transplante de córnea em cirurgias combinadas
  • Transplante de córnea em re-operações
  • Transplante lamelar anterior
  • Transplante lamelar posterior
  • Ultrassonografia Ocular

Respostas de Juliana Nunes

6 Respostas

1 Especialistas de acordo

2 Pacientes agradecidos

Juliana Nunes está respondendo perguntas que os usuários enviam à Doctoralia.
Descubra mais

As perguntas se enviam das páginas sobre doenças, exames médicos ou medicamentos.

Todos os especialistas da Doctoralia podem responder as perguntas que enviam os usuários.

Não é possível fazer uma pergunta a um médico em concreto.

Boa Tarde. A cirurgia do transplante de córnea geralmente apresenta 16 "pontos" que auxiliam na cicatrização da córnea transplantada.
Normalmente, programa-se o inicio da remoção de alguns pontos a partir do 3 mês após a cirurgia.
No entanto, pode ocorrer dos pontos ficarem " frouxos" antes desse período ou ate depois e o paciente apresentar sintomas como:sensação de corpo estranho e irritação ocular. Quando se identifica que o ponto esta " frouxo" e necessário a retirada imediata, pois pode evoluir para infecção e causar comprometimento do transplante, assim como pode ocasionar a formação de novos " vasinhos" ao redor do ponto e tbm prejudicar. Sempre procure oftalmologista, de preferência especialista em Córnea, para revisão periódica da sua cirurgia.

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
Juliana Nunes

Juliana Nunes

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Oftalmologista

Fortaleza

Olá! Como você fez uma cirurgia de urgência devido ao trauma com vidro no olho,foi realizado um Transplante Tectônico,que tem como objetivo salvar o olho.
Para o seu caso, como você relata que tem visão, existe a possibilidade de realizar um outro tipo de transplante agora. O Transplante Óptico, que significa colocar uma “córnea nova” no lugar da córnea que está hj no seu olho.
É necessário fazermos alguns exames para confirmar a indicação da cirurgia. Além de entrar na fila do transplante e aguardar ser chamado para cirurgia.
Sugiro agendar uma consulta com oftalmologista especialista em Córnea.

Juliana Nunes

Juliana Nunes

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Oftalmologista

Fortaleza

Alguns fatores de riscos como: baixa imunidade, exposição solar, stress favorecem a atividade da doença. Dependendo do caso, é necessário fazer profilaxia prolongada com medicamentos orais para evitar recorrência e/ou atividade da doença.
O recomendado é realizar exame oftalmológico completo para avaliar e definir o melhor tratamento para o seu caso.

Juliana Nunes

Juliana Nunes

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Oftalmologista

Fortaleza

Ver as 6 perguntas respondidas por Juliana Nunes

{0}{1}