Respostas de Rosana Portes de Miranda - Psicóloga Curitiba

8 Respostas

2 Especialistas de acordo

2 Pacientes agradecidos

Rosana Portes de Miranda está respondendo perguntas que os usuários enviam à Doctoralia.
Descubra mais

As perguntas se enviam das páginas sobre doenças, exames médicos ou medicamentos.

Todos os especialistas da Doctoralia podem responder as perguntas que enviam os usuários.

Não é possível fazer uma pergunta a um médico em concreto.

O primeiro passo é avaliar essa suspeita com um neurologista. Posteriormente ter um geriatra de confiança pode ser fundamental, pois eles tem conhecimentos específicos de doenças típicas da terceira idade. Nesta fase é sempre bom investigar, pois existem outras demências típicas da terceira idade que também comprometem a memória. Um esquecimento aparentemente comum pode não ser avaliado corretamente e quanto antes o tratamento for realizado melhor.

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
Rosana Portes de Miranda

Rosana Portes de Miranda

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Curitiba

Todo casamento passa por crises. A terapia pode ajudar a identificar como o casal perdeu a conexão e criar uma nova maneira de interação que permita a continuidade da relação. Uma terapia de casal investiga o histórico do casal e os padrões de comunicação e intimidade para posteriormente avaliar em conjunto quais os fatores críticos e qual o potencial que cada um enxerga para o futuro. Na minha experiência clínica verifico que muitos casais poderiam ter evitado uma separação se optassem por uma terapia de casal. Após um processo terapêutico as emoções ficam mais claras e os objetivos futuros também. No processo de análise nem sempre o casal decide continuar a relação, mas a terapia também auxilia no desligamento com menores danos psicológicos, principalmente quando existem filhos no casamento.

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
Rosana Portes de Miranda

Rosana Portes de Miranda

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Curitiba

Se você já consultou um psiquiatra precisa confiar no diagnóstico fornecido. A esquizofrenia é um diagnóstico bem diferente da ansiedade e apresenta outros sintomas que certamente seu psiquiatra perceberia. Pessoas ansiosas sentem medo de muitas coisas, umas delas é de enlouquecer. A ansiedade constante pode parecer uma paranóia, mas é apenas um desconforto generalizado. Seria importante você entender bem quais os gatilhos dos seus medos e aprender técnicas para redução da ansiedade. Conhecer bem seu quadro pode te ajudar a não temer perder o controle mental.

Rosana Portes de Miranda

Rosana Portes de Miranda

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Curitiba

Algumas doenças podem apresentar como sintoma um quadro depressivo. O hipotireoidismo é um exemplo. Se você já eliminou algumas hipóteses com seu médico, existem ainda outras combinações de medicamentos e a Estimulação Magnética Transcraniana. Se você ainda não faz psicoterapia, seria importante começar. A maioria dos pacientes respondem bem e aprendem técnicas de relaxamento e respiração fundamentais no tratamento dos transtornos de ansiedade. Transtornos mistos são mais difíceis de tratar, mas não desanime. Procure um profissional que você confie e eu recomendo Terapia Cognitivo-Comportamental.

Rosana Portes de Miranda

Rosana Portes de Miranda

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Curitiba

Olá. O exame de sangue é uma possibilidade que está sendo estudada para diagnosticar quadros depressivos num futuro próximo, mas não é em relação aos níveis de serotonina no sangue. Em 2016, a pesquisadora Eva Redei coordenou estudos promissores para a evolução dessa metodologia: o teste analisa os níveis de 9 marcadores de sangue RNA. São pesquisas promissoras, mas atualmente o exame mais confiável ainda é o clínico, com a avaliação dos sintomas. Seu médico ou seu psicólogo também podem usar a Escala Beck de depressão.

Rosana Portes de Miranda

Rosana Portes de Miranda

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Curitiba

Concordo com as profissionais e dependendo da gravidade do caso a internação é necessária, já que o paciente pode colocar sua vida em risco. É preciso averiguar transtorno de personalidade boderline, que muitas vezes é confundido com diversos transtornos que ocorrem ao mesmo tempo. Além disso é preciso descartar a hipótese de abuso de drogas. Se você puder procure um profissional formado em Terapia Dialetica (DBT). É uma abordagem comportamental criada para casos assim, onde existe muita desregulação emocional e tentativas de suicídio. A maioria das clínicas atende situações como esta, mas procure um tratamento específico antes ou após o internamento.

Rosana Portes de Miranda

Rosana Portes de Miranda

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Curitiba

Sim. O TOC pode ser exclusivamente obsessivo (pensamentos intrusivos), ou ritualístico (manias com objetivo de neutralizar algum pensamento ou sensação negativa). Se você está falando de ideias sexuais negativas e intrusivas, o melhor tratamento será a combinação de TCC e medicação. Cada linha psicológica pode abordar o problema de modo diferente e existem diferenças técnicas na condução de diferentes tipos de TOC. Na TCC o princípio do tratamento é o mesmo, pois o TOC que envolve a execução de rituais geralmente é acompanhado de pensamentos intrusivos.

Rosana Portes de Miranda

Rosana Portes de Miranda

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Curitiba

Os exames da atividade cerebral são chamados de PET (tomografia por emissão de pósitrons) e SPECT (tomografia por emissão de fótons). São utilizados em pesquisas sobre diversos transtornos mentais e verificam níveis de atividade em áreas distintas do cérebro, ou seja o funcionamento cerebral. Não é uma contagem desses neurotransmissores, mas a avaliação do funcionamento como um todo. Na prática clínica esse não é um recurso solicitado, é um recurso muito utilizado em pesquisas científicas. Para o paciente os sinais de melhora são facilmente verificados na melhora do estado clínico. Os psiquiatras são capazes de avaliar os progressos de várias medicações através da melhora dos sintomas.

Rosana Portes de Miranda

Rosana Portes de Miranda

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Curitiba

Voltar para Rosana Portes de Miranda

Respostas de Rosana Portes de Miranda - Psicóloga Curitiba