Dr. Rodrigo Reis de Oliveira

Dr. Rodrigo Reis de Oliveira

Oftalmologista

Competência em: Transplante de Córnea, Catarata, Ceratocone, Adaptação de Lentes de Contato Especiais

Número de Identificação Profissional: 21691 BA - RQE12761

Consultório

1
2
3
4

Opiniões para Dr. Rodrigo Reis de Oliveira

5

Baseado em 6 opiniões

Pontualidade

Atenção

Instalações

Você foi atendido/a por Dr. Rodrigo Reis de Oliveira?

Opinar

O melhor: "Antecioso educado competente"

Poderia melhorar: "Não tenho nada agresenta nota 10"

Motivo da visita: Úrsula no olho

Larissa A. marcou consulta com Dr. Rodrigo Reis de Oliveira em Cardioimagem

O melhor: "Fiquei encantada com o atendimento desse profissional. Peço a Deus que exista mais médicos como ele. Tratou meu pai com tanto carinho e cuidado. Que Deus abençoe o senhor sempre."

Motivo da visita: Cirurgia de Catarata

Paciente que marcou consulta com Dr. Rodrigo Reis de Oliveira em Cardioimagem

Dr. Rodrigo Reis de Oliveira respondeu a esta opinião

Muito obrigado. Que ele abençoe a todos nós!

O melhor: "Atencioso e educado.
Resolução dos sintomas de dor nos olhos após tratamento com colírios e troca de óculos."

Motivo da visita: Dor nos olhos

Paciente que marcou consulta com Dr. Rodrigo Reis de Oliveira em Pronto Oftalmo

Dr. Rodrigo Reis de Oliveira respondeu a esta opinião

Obrigado pelas palavras. É sempre um incentivo para o meu trabalho.

O melhor: "Atenção, competência, educação."

Poderia melhorar: "Nada a acrescentar"

Motivo da visita: Embaçamento nas vistas

Paciente que marcou consulta com Dr. Rodrigo Reis de Oliveira em Pronto Oftalmo

Dr. Rodrigo Reis de Oliveira respondeu a esta opinião

Obrigado!

Ver as 6 opiniões sobre Dr. Rodrigo Reis de Oliveira

Experiência

Formação

  • MedicinaUniversidade Federal da Bahia2010
  • Título de especialista em Oftalmologia pelo Conselho Brasileiro de OftalmologiaHospital do Servidor Público Estadual de São Paulo - HSPE2013
  • Especialização em transplante de córnea e cirurgia refrativaHospital Oftalmológico de Sorocaba2015

Sobre mim

Número de Identificação Profissional: 21691 BA - RQE12761

Experiência em

Idiomas

  • Português
  • Inglês
  • Espanhol

Serviços

  • Primeira consulta Oftalmologia Detalhe
    • Pronto Oftalmo
  • Adaptação de Lente de Contato
  • Cirurgia de Catarata Detalhe
    • Pronto Oftalmo
  • Cirurgia Do Pterigio Detalhe
    • Pronto Oftalmo
  • Crosslinking do colágeno corneano
  • Curva de Pressão Intraocular Detalhe
    • Pronto Oftalmo
  • Exerese De Calazio Detalhe
    • Pronto Oftalmo
  • Exerese De Tumor De Conjuntiva
  • Facectomia Para Implante De Lente Intraocular
  • Implante do anel intraestromal corneano
  • Retirada de corpo estranho da cornea Detalhe
    • Pronto Oftalmo
  • Transplante de córnea Detalhe
    • Pronto Oftalmo

Artigos escritos por Dr. Rodrigo Reis de Oliveira

Transplante de córnea

A córnea funciona como uma janela para os nossos olhos. Em algumas doenças ela se torna opaca (ex: cicatriz após uma úlcera de córnea), edemaciada (acúmulo de liquído no seu interior. Ex: distrofia de Fuchs) ou muito curva e irregular (ex: ceratocone). Nesses casos, pode ser necessária a substituição da córnea do paciente pela de um doador (transplante de córnea). A técnica cirúrgica evoluiu muito, e hoje além do transplante penetrante (troca-se a córnea em toda a sua espessura), podemos realizar os transplantes lamelares (troca-se apenas as camadas doentes). A principal vantagem dos lamelares é a menor taxa de rejeição e especialmente nos lamelares posteriores uma recuperação mais rápida.

Ceratocone

Ceratocone é uma doença da córnea que se inicia na puberdade/adolescência. A córnea afina e fica mais curva, gerando graus altos de miopia e astigmatismo. O seu principal fator desencadeante é o ato de coçar os olhos (tem muita associação com alergia ocular). Uma vez detectada a progressão da doença deve ser realizado o crosslinking, através do qual endurecemos a córnea e assim interrompemos esse processo. É muito importante também os pacientes não coçarem os olhos. Para melhorar a visão no ceratocone seguimos os seguintes passos: 1 - óculos 2 - lentes de contato 3 - anel intraestromal 4 - transplante de córnea. Até 20% dos pacientes podem precisar de transplante de córnea no ceratocone.

Respostas de Dr. Rodrigo Reis de Oliveira

4 Respostas

0 Especialistas de acordo

1 Pacientes agradecidos

Dr. Rodrigo Reis de Oliveira está respondendo perguntas que os usuários enviam à Doctoralia.
Descubra mais

As perguntas se enviam das páginas sobre doenças, exames médicos ou medicamentos.

Todos os especialistas da Doctoralia podem responder as perguntas que enviam os usuários.

Não é possível fazer uma pergunta a um médico em concreto.

A remoção deve ser feita em ambiente cirúrgico com todos os cuidados de assepsia e antissepsia. O anel é colocado dentro de um túnel, criado por laser ou um tunelizador mecânico. Para a sua retirada, devemos acessar esse túnel com um instrumento específico e puxar o segmento do anel. Normalmente se realiza a retirada quando há uma piora da visão/grau após a cirurgia, infecção ou extrusão do segmento.

Dr. Rodrigo Reis de Oliveira

Dr. Rodrigo Reis de Oliveira

Oftalmologista

Feira de Santana

Ceratocone NÃO é igual a transplante de córnea. Em geral, apenas 20% dos pacientes com a doença precisarão realizar esse tipo de cirurgia. Normalmente são pacientes que perdem o acompanhamento médico e deixam de realizar consultas regulares, e assim quando retornam, o ceratocone encontra-se tão avançado que não há outra possibilidade de tratamento.
O transplante de córnea é uma cirurgia invasiva e com riscos de complicações como rejeição, infecção e até mesmo cegueira. Além disso, apesar de rara, já existem relatos de recidiva da doença mesmo após a cirurgia. Assim, deve ser encarado como última opção de tratamento. O simples uso do óculos já melhora a visão em muitos pacientes, mesmo com graus mais altos, existindo ainda opções de lentes de contato (incluindo as novas esclerais) e anel intraestromal. É muito importante acompanhar de maneira regular para afastar a progressão da doença, que se identificada, deve ser realizado o crosslinking.

Dr. Rodrigo Reis de Oliveira

Dr. Rodrigo Reis de Oliveira

Oftalmologista

Feira de Santana

Ceratocone é uma doença progressiva e não inflamatória que se caracteriza pelo afinamento e protrusão da córnea. Ela fica "bicuda" e isso gera normalmente graus altos de miopia e astigmatismo. A prevalência é de 1 para cada 2000 pacientes e normalmente inicia-se na puberdade/adolescência. As causas não são totalmente esclarecidas, mas existe um componente genético (é comum pacientes terem história familiar da doença) e mecânico. É muito importante não coçar os olhos, pois além de ter relação com o desenvolvimento do ceratocone, está também muito implicado na sua progressão.

Dr. Rodrigo Reis de Oliveira

Dr. Rodrigo Reis de Oliveira

Oftalmologista

Feira de Santana

Ver as 4 perguntas respondidas por Dr. Rodrigo Reis de Oliveira

{0}{1}