Willian Rezende do Carmo

Willian Rezende do Carmo

Neurologista

Competência em: Distúrbios do Sono, Doenças Degenerativas e Demências, Dores de Cabeça, Neurologia Geriatrica, Disturbios do Movimento

Consultório

1
2

Opiniões para Willian Rezende do Carmo

5

Baseado em 180 opiniões

Pontualidade

Atenção

Instalações

Você foi atendido/a por Willian Rezende do Carmo?

Opinar

O melhor: "Didático, praticamente nenhuma dúvida sobra após a consulta. As prescrições, no meu caso, foram certeiras e a minha melhora evolui num ótimo ritmo.
Também é muito empático e gentil, não menosprezando como o paciente se sente, mas é firme o suficiente para garantir o tratamento."

Poderia melhorar: "O atendimento do meu convênio é um pequeno inconveniente."

Rafael S. marcou consulta com Willian Rezende do Carmo em Alameda dos Nhambiquaras, 159

O melhor: "Excelente atendimento"

Poderia melhorar: "Extremamente satisfeito"

Paciente que marcou consulta com Willian Rezende do Carmo em Alameda dos Nhambiquaras, 159

Willian Rezende do Carmo respondeu a esta opinião

Muito obrigado!

O melhor: "Excelente, após 3 meses de sofrimento Dr Willian encontrou na primeira consulta a solução para as dores do meu pai."

Motivo da visita: Herpes Zoster Oftálmico

Paciente que marcou consulta com Willian Rezende do Carmo em Alameda dos Nhambiquaras, 159

Willian Rezende do Carmo respondeu a esta opinião

Muito obrigado!

O melhor: "Competente, atencioso, seguro, dedicado, Dr. Willian além do tratamento em si, se preocupa com a qualidade de vida de seu paciente e está sempre se atualizando para lhe oferecer a melhor orientação. Socorreu minha esposa em um AVCi há 3 anos e até hoje seus cuidados nos deixam muito confortáveis"

Poderia melhorar: "Não sentimos necessidade"

Motivo da visita: Acompanhamento de recuperação de AVCi

Paciente que marcou consulta com Willian Rezende do Carmo em Alameda dos Nhambiquaras, 159

Willian Rezende do Carmo respondeu a esta opinião

Muito obrigado!

Ver as 180 opiniões sobre Willian Rezende do Carmo

Experiência

Formação

  • MédicoUniversidade Federal de Minas Gerais2009
  • NeurologistaHospital Odilon Behrens2013
  • Fellow em Disturbio do MovimentoUNIFESP2014
  • Capacitação em Medicina do SonoInstituto do Sono2015
  • Capacitação em aplicação de Toxina BotulínicaIMREA HC FMUSP2015
  • Curso de Extensão em DORUSP2016

Sobre mim

Ambulatório de Neurologia Geral da Amil de 2013 a 2014

Clínica Neurovertebral 2013 a 2014

Coordenador da neurologia no Hospital Vitória de 2013 a 2014

Plantonista no São Camilo Pompéia e Ipiranga de 2013 a 2014

Coordenador da neurologia no Hospital Santa Helena desde 2014 até 2016

Plantonista da Telemedicina - AVC do Hospital Alemão Oswaldo Cruz de 2014 até 2016

Médico assistente da neurologia do Hospital Alemão Oswaldo Cruz de 2014 até presente momento

Consultório Particular até presente momento

Médico assistente da retaguarda do Hospital Paulistano de 2017 até presente momento

Experiência em

Idiomas

  • Português
  • Inglês
  • Espanhol

Webs


Serviços

  • Preço
    Preços aproximados para pacientes particulares (sem plano de saúde).
    Dados fornecidos em: maio 2015

Artigos escritos por Willian Rezende do Carmo

Aplicação da toxina botulinica

Toxina botulínica ou botox é extremamente utilizado na neurologia. Área onde ele foi desenvolvido primordialmente.
Os usos são vários, como para espasticidade e reabilitação em pós AVC, Esclerose multipla.
Na distonia, dores e tremores do Parkinson.
Nas distonias puras, como distonia cervical, distonia oromandibular, blefaroespasmo, hemiespasmo facial, cãibra do escrivão.
Nas dores neuropaticas, como dor pós herpética, neuropatia do Diabetes, neuralgia do trigemio.
Pode ser usado no bruxismo e no trismo
Pode ser usado na enxaqueca cronica.
Pode ser usado saliva excessiva e no suor excessivo.
Tudo conforme orientação médica.

Dry Needling (Agulhamento a Seco)

O agulhamento seco é muito importante para o tratamento de dor miofacial. Ele é diferente da acupuntura, pois não trabalha com energias ou equilíbrio. Trabalha apenas com o músculo dolorido que se manifesta como queimação e muitas vezes a dor está regiões que nada correspondem com o músculo afetado. Como ter dor no coxi o problema estar no músculo levantador do anus.
O Agulhamento seco é feito com agulhas iguais estereis, iguais as de acupuntura, só que maiores, justamente para poderem alcançar os músculos e poder agulhar eles.
O agulhamento doí na hora, justo porque o músculo está inflamado, mas depois melhora a dor e permite o tratamento adequado com fisioterapia.

Veja os 12 artigos escritos por Willian Rezende do Carmo

Respostas de Willian Rezende do Carmo

479 Respostas

198 Especialistas de acordo

574 Pacientes agradecidos

Willian Rezende do Carmo está respondendo perguntas que os usuários enviam à Doctoralia.
Descubra mais

As perguntas se enviam das páginas sobre doenças, exames médicos ou medicamentos.

Todos os especialistas da Doctoralia podem responder as perguntas que enviam os usuários.

Não é possível fazer uma pergunta a um médico em concreto.

Caro internauta, o que é provável de ter acontecido é que as crises convulsivas voltaram a atividade, mesmo após todo esse tempo de calmaria. Isso infelizmente pode acontecer. Sugiro que procure um neurologista, reinvestigue a epilepsia com Ressonancia Magnética, Eletroencefalograma e exames de sangue e fundamentalmente reinicie o tratamento para crises, mesmo sendo um crise. Mas faça isso junto do medico neurologista e procurando ponderar algum medicamento que não atrapalhe o seu filho nos estudos e atividades sociais.
Atenciosamente

Willian Rezende do Carmo

Willian Rezende do Carmo

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurologista

São Paulo

Caro(a) internauta, isso tudo depende de qual efeito você está esperando. A memantina é um medicamento indicado para doença de Alzheimer moderada e grave, na qual o melhor benefício esperado são melhoras cognitivas discretas e alguma melhora comportamental.
Não é indicado a memantina como terapia inicial e nem quando ainda não se atingiu a dose máxima do anticolinergico (donepezila, rivastigmina ou galantamina).
Então se começou o tratamento agora com a memantina, sem outro medicamento o esperado é piora cognitiva.
Se caso realmente esteja em Alzheimer moderado, já a medicação de base otimizada, pode-se esperar que ela volte a conseguir pegar uma leite na geladeira e se servir, por exemplo, em alguns dias de uso, como 4 semanas.
Atenciosamente

Willian Rezende do Carmo

Willian Rezende do Carmo

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurologista

São Paulo

Cara internauta, em primeiro lugar sugiro uma segunda opinião sobre o diagnóstico, pois é raro Alzheimer nessa idade e as vezes pode ser confundido com outras patologias como depressão por exemplo. Sugiro até mesmo exames para ajudar a corroborar o diagnóstico como PET CT cerebral e estudo das proteínas Beta amiloide e Tau no liquor. Casos que são fora do padrão necessita de ser cuidadosos no diagnóstico. Em segundo lugar, quando o diagnóstico é verdadeiramente Alzheimer, está recomendado iniciar algum dos medicamentos iniciais da doença (Donepezila, Rivastigmina ou Galantamina) e após e ter chegado a dose máxima tolerada dos medicamentos iniciais que aí sim se entra com a memantina, que é medicamento indicado para doença moderada e grave apenas.
Atenciosamente

Willian Rezende do Carmo

Willian Rezende do Carmo

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurologista

São Paulo

Ver as 479 perguntas respondidas por Willian Rezende do Carmo

Fotos

{0}{1}