Artigos escritos por Dra. Fabiana Ribeiro Gonçalves - Neurologista Goiânia

Tratamento do AVC (Acidente Vascular Cerebral)

O AVC (acidente vascular cerebral), também conhecido como infarto ou derrame, é uma patologia que pode ocasionar muito sofrimento e limitações na vida da pessoa. Felizmente, a maioria dos fatores que provocam o AVC, podem ser evitados! Assim, o melhor tratamento para a doença ainda é a prevenção. Evitar e tratar pressão alta, cardiopatias, colesterol elevado, obesidade, tagagismo, sedentarismo, são medidas preventivas eficazes! Mas, caso o AVC tenha ocorrido, o primeiro passo é procurar o mais rápido possível (nas primeiras horas) uma emergência para internação e tratamento. Após isto, cuidar das causas que levaram ao problema, fazer o acompanhamento neurológico, fisioterápico e outros.

Tratamento da dor crônica

A dor é um ramo da medicina que tem sido muito estudado e novos medicamentos produzidos para o alívio de quem apresenta dor crônica. Este problema reduz consideravelmente a energia, ânimo, alegria, vontade de trabalhar e realizar conquistas. Mas, a boa notícia é que há várias opções medicamentosas para tratamento e alívio. É um mito acreditar que você precisa se acostumar com a dor. Pelo contrário, ela deve ser tratada porque você merece ter mais qualidade de vida!

Tratamento do TDAH

O TDAH, Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, é uma patologia onde a criança, jovem ou adulto têm dificuldades em manter a atenção pelo tempo necessário para executar suas atividades diárias.
O diagnóstico do TDAH é feito a partir de critérios estabelecidos pela ciência médica, chamados de critérios diagnósticos.
Os medicamentos eficazes para o tratamento do TDAH são os psicoestimulantes.
São substâncias químicas que atuam no cérebro, aumentando a disponibilidade de noradrenalina e dopamina na fenda sináptica (espaço entre um neurônio e outro).

Tratamento da doença de Alzheimer

A doença de Alzheimer é uma patologia degenerativa do sistema nervoso central, que se caracteriza por déficit progressivo da memória e cognição e de alterações comportamentais. Em caso de suspeita do início da doença, deve-se buscar imediatamente uma avaliação com o neurologista. Quanto mais precoce for o diagnóstico e tratamento, melhor ficará o paciente e a doença evoluirá de forma bem mais lenta e favorável para a qualidade de vida da pessoa e da família. Os medicamentos utilizados para a doença são: donepezila, rivastigmina, galantamina e memantina.

Tratamento da insônia

Insônia é a insatisfação com a quantidade ou a qualidade do sono e queixas de dificuldades para iniciar ou manter o sono. Há vários fatores que podem desencadear ou agravar a insônia, tais como, estresse, ansiedade, depressão, preocupações exageradas, doenças clínicas e outros. Em caso de alterações do sono, deve-se buscar o neurologista para avaliar as causas e a necessidade de tratamento medicamentoso. Além disto, é fundamental implementar hábitos saudáveis. Você conhece a higiene do sono? São medidas comportamentais para auxiliar no tratamento e na melhora da qualidade do sono.

Tratamento clínico para Enxaqueca

O tratamento clínico para enxaqueca, também chamado de tratamento profilático ou preventivo, consiste no uso diário de uma medicação específica, que agirá no cérebro promovendo melhora importante da frequência e intensidade das dores. Necessário esclarecer que não se trata de analgésicos, pois estes não tratam, apenas aliviam na hora. Este tratamento é realizado quando a pessoa tem dor de cabeça frequente.

Tratamento da depressão

A depressão é um distúrbio onde há alterações em substâncias químicas no cérebro, chamadas neurotransmissores, ocasionando vários sintomas, tais como, tristeza diária, diminuição da energia e perda de prazer nas coisas. O tratamento médico é fundamental para a melhora e diminuição do risco de agravamento da doença. Há vários medicamentos eficazes, devendo ser vistos pelo seu médico.

Tratamento da ansiedade

A Organização Mundial de Saúde refere que 33% da população mundial sofre de ansiedade. A ansiedade é uma reação normal aos mais diversos desafios da vida, mudanças e novas experiências. O problema é quando se torna excessiva e patológica, gerando prejuízos na vida da pessoal e profissional da pessoa. A ansiedade patológica se diferencia da normal por ser uma resposta exagerada e inadequada a determinado estímulo ou perigo. Neste caso, deve-se buscar tratamento médico e psicológico. A ansiedade, assim como a depressão, pode ser tratada com classes diferentes de medicamentos. São muito utilizados os antidepressivos, medicamentos corretos para o tratamento dos transtornos de ansiedade.

Tratamento para cefaléia tipo tensional

O tratamento para a cefaleia tipo tensional, assim como para a enxaqueca, deve ser iniciado pelo neurologista quando o paciente apresenta dor de cabeça frequente. Ao contrário do que muitos pensam, o tratamento correto não é feito simplesmente com analgésicos, mas sim com substâncias específicas, que atuam no cérebro, a fim de promover a real melhora, ou seja, a diminuição considerável da intensidade e frequência das dores. É chamado de tratamento profilático e permite que a pessoa possa melhorar muito.

Tratamento para distúrbios da memória

Para o tratamento dos distúrbios da memória, deve ser feito o diagnóstico ou avaliação das suas causas, a fim de que estas sejam corretamente tratadas. Na verdade, não há um medicamento específico que opere "milagres" na memória. Precisamos evitar os fatores que a prejudicam, como estresse, ansiedade, alimentação incorreta, tabagismo, álcool, uso de outras drogas, patologias como diabetes, hipertensão e outros. Também devemos buscar a nossa saúde física e mental, através da boa alimentação, controle do estresse, atividade física regular e estar sempre exercitando nosso cérebro através de novos aprendizados. É importante saber que a saúde do corpo favorece a saúde do cérebro!

Voltar para Dra. Fabiana Ribeiro Gonçalves

Artigos escritos por Dra. Fabiana Ribeiro Gonçalves - Neurologista Goiânia