Bruno Schievenin Madi

Bruno Schievenin Madi

Psicólogo

Competência em: Psicologia Clínica, Psicologia Junguiana, Psicologia da Personalidade, Psicoterapia Individual

Número de Identificação Profissional: 136805/06

Consultório

1
2
3

Opiniões para Bruno Schievenin Madi

5

Baseado em 1 opinião

Pontualidade

Atenção

Instalações

Você foi atendido/a por Bruno Schievenin Madi?

Opinar

O melhor: "O Psicólogo Bruno Made foi muito preciso em seu atendimento comigo. Pontual e educado. O local é de fácil acesso."

Poderia melhorar: "Gostei de tudo."

Motivo da visita: Orientacao a pais

Valéria S. marcou consulta com Bruno Schievenin Madi em Avenida Paulista, 726, CJ 704

Experiência

Formação

  • PsicólogoUniversidade Metodista de São Paulo (UMESP)2016
  • Especialista em Psicologia AnalíticaUniversidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS)2018

Sobre mim

Número de Identificação Profissional: 136805/06

Experiência em

Idiomas

  • Português
  • Inglês
  • Espanhol

Serviços

  • Primeira consulta Psicologia
  • Análise Junguiana
  • Consulta psicológica do adolescente
  • Consulta psicológica do adulto
  • Consulta psicológica do idoso
  • Consulta psicológica domiciliar
  • Consulta psicológica online
  • Psicologia da Personalidade
  • Psicologia do Desenvolvimento
  • Psicoterapia
  • Psicoterapia Adulto
  • Tipos Psicológicos MBTI

Artigos escritos por Bruno Schievenin Madi

Análise Junguiana

A análise na abordagem junguiana enfatiza o desenvolvimento psíquico e pessoal da pessoa como um ser inteiro, com suas qualidades, potencialidades e dificuldades.
E para atingir esta amplitude pessoal, é necessário uma aproximação da consciência com o inconsciente, cujos principal método é análise de sonhos e imaginação ativa, isto é, lidar com imagens do inconsciente com a consciência da pessoa como ela o é.

Tipos Psicológicos MBTI

Os tipos psicológicos são padrões de atitude consciente das pessoas e são fundamentais numa terapia por indicarem as afinidades e aversões de cada pessoa.
Desta forma, a melhor maneira de trabalhar com alguém em primeira instância é compreendendo suas forças e usando-as para aprimorar seus relacionamentos e experiências.
E ao mesmo tempo, levar ao paciente entender que existem pessoas diferentes e este conhecimento facilita a compreensão do motivo de outra pessoa agir diferentemente ou porque algo não a afetou.

Respostas de Bruno Schievenin Madi

49 Respostas

40 Especialistas de acordo

33 Pacientes agradecidos

Bruno Schievenin Madi está respondendo perguntas que os usuários enviam à Doctoralia.
Descubra mais

As perguntas se enviam das páginas sobre doenças, exames médicos ou medicamentos.

Todos os especialistas da Doctoralia podem responder as perguntas que enviam os usuários.

Não é possível fazer uma pergunta a um médico em concreto.

Olá, a relação do humano com o ambiente é de duas mãos, eles se influenciam e se interferem mutuamente. Portanto, o ambiente pode facilitar ou ativar o gatilho para alguma possível patologia da pessoa, como a esquizofrenia que, se fosse em outro ambiente, poderia não ocorrer. Contudo, não é algo que é exclusivo do ambiente ou exclusivo da individualidade da pessoa, mas sempre um misto, pois, por mais que o ambiente possa parecer ótimo/saudável socialmente ou até mesmo para muitos profissionais de saúde mental, a forma como a pessoa compreende e lida com aquele ambiente é totalmente particular, que pode ser positivo ou negativo; estatisticamente, estes ambientes mais positivos tendem a não estimular o surgimento de patologias, mas não impede. Caso tenha mais dúvidas, estou à disposição.

Bruno Schievenin Madi

Bruno Schievenin Madi

Psicólogo

São Paulo

Olá. Primeiramente é importante saber o que de fato está acontecendo com você, quando acontece, como é a frequência, quais os conteúdos que te impedem de dormir. De qualquer maneira, se possível, verificar com um médico para confirmar se não há um problema endócrino e acompanhar com uma psicoterapia para lidar com esta ansiedade que agrava a situação. Caso tenha mais dúvidas, estou à disposição.

Bruno Schievenin Madi

Bruno Schievenin Madi

Psicólogo

São Paulo

Depende da frequência, conteúdo e forma. Nem sempre ter algum delírio ou alguma paranoia seja um transtorno, pessoas saudáveis também podem tê-los uma ou outra vez na vida. Caso isto esteja incomodando, procure ajuda psicoterapêutica. E se tiver mais dúvidas, estou à disposição.

Bruno Schievenin Madi

Bruno Schievenin Madi

Psicólogo

São Paulo

Ver as 49 perguntas respondidas por Bruno Schievenin Madi

{0}{1}