Dr. Marcelo José Tuleski

Dr. Marcelo José Tuleski

Pneumologista

Número de Identificação Profissional: 18366

Consultório

1

Opiniões para Dr. Marcelo José Tuleski

5

Baseado em 4 opiniões

Pontualidade

Atenção

Instalações

Você foi atendido/a por Dr. Marcelo José Tuleski?

Opinar

O melhor: "Dr super profissional , amigável , atende com maior amor e paciência e esclarece todas duvidas , sai do consultório agradecida por ele ter avaliado meu caso e ter me passado um diagnostico preciso ! Gratidão pela vida do Dr Marcelo !"

Priscila P. marcou consulta com Dr. Marcelo José Tuleski em Av. República Argentina, 1160 (sala 702)

Dr. Marcelo José Tuleski respondeu a esta opinião

Obrigado! A maior recompensa é a satisfação do paciente. Estou à disposição.

O melhor: "Principalmente da atenção, e explica tudo muito bem!"

Motivo da visita: minha mãe tem fibrose pulmonar

Marily F. marcou consulta com Dr. Marcelo José Tuleski em Av. República Argentina, 1160 (sala 702)

O melhor: "Atendimento excepcional! Ótimo profissional!"

Motivo da visita: Dificuldade respiratoria

Paciente que marcou consulta com Dr. Marcelo José Tuleski

O melhor: "Excelente Médico."

Motivo da visita: Bronquite aguda

Paciente que marcou consulta com Dr. Marcelo José Tuleski em Av. República Argentina, 1160 (sala 702)

Experiência

Formação

  • Graduação em MedicinaUniversidade Federal do Paraná2001
  • Residência em Clínica MédicaHospital de Clínicas da UFPR2003
  • Título de Especialista em PneumologiaSociedade Brasileira de Pneumologia2004
  • Residência em PneumologiaHospital de Clínicas da UFPR2005

Sobre mim

Número de Identificação Profissional: 18366

Atendo em Curitiba na área de Pneumologia desde 2005. Valorizo o método clínico, escutando o histórico e examinando com paciência cada doente, avaliando com cuidado seus exames. Considero importante seguir os horários marcados, o que é muito importante para o paciente e para o andamento do trabalho do consultório. Tento realizar todas as avaliações possíveis na mesma visita (como provas de função pulmonar, por exemplo), para já iniciar os tratamentos na primeira consulta quando indicado, acelerando a recuperação do paciente e poupando seu tempo. Indico médicos de confiança em outras especialidades, fazendo contato pessoalmente com eles sempre que necessário. 

Experiência em

Idiomas

  • Português
  • Inglês

Webs

Serviços

  • Preço
    Preços aproximados para pacientes particulares (sem plano de saúde).

Respostas de Dr. Marcelo José Tuleski

5 Respostas

0 Especialistas de acordo

0 Pacientes agradecidos

Dr. Marcelo José Tuleski está respondendo perguntas que os usuários enviam à Doctoralia.
Descubra mais

As perguntas se enviam das páginas sobre doenças, exames médicos ou medicamentos.

Todos os especialistas da Doctoralia podem responder as perguntas que enviam os usuários.

Não é possível fazer uma pergunta a um médico em concreto.

Quem tem asma com sintomas persistentes deve usar tratamento inalado de manutenção. No caso de atletas a recomendação é a mesma. Contudo só após consulta médica é possível indicar o melhor dispositivo e dosagem para cada paciente.

Dr. Marcelo José Tuleski

Dr. Marcelo José Tuleski

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Pneumologista

Curitiba

Bronquiectasias podem ter diversas causas, bem como uma variedade de apresentações. Em geral não teria problemas em um paciente com bronquiectasias usar suplementos alimentares. Contudo, é fundamental obter recomendações com médico ou nutricionista sobre o tipo de suplemento alimentar recomendado ao seu caso, e se há necessidade do uso desse tipo de produto.

Dr. Marcelo José Tuleski

Dr. Marcelo José Tuleski

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Pneumologista

Curitiba

Em geral o paciente já estaria apto a viajar de avião após 5 meses do TEP, na vigência de anticoagulação, desde que não tenha outras complicações (como baixa oxigenação, insuficiência cardíaca, hipertensão pulmonar). Na altitude a concentração de oxigênio é menor do que em terra, em virtude disso, pode ocorrer algum problema se o paciente tem nível de oxigênio abaixo do normal. Nesse caso, é possível usar oxigênio suplementar durante o vôo, mas isso tem de ser indicado pelo médico e solicitado previamente à empresa aérea. No tocante às viagens mais longas, é recomendado que o paciente que já teve trombose venosa ou TEP que caminhe no corredor várias vezes durante o vôo, use meias de compressão, e faça uso de anticoagulante prescrito pelo médico.

Dr. Marcelo José Tuleski

Dr. Marcelo José Tuleski

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Pneumologista

Curitiba

Ver as 5 perguntas respondidas por Dr. Marcelo José Tuleski

Fotos

{0}{1}