Respostas de Cladismari Zambon - São Paulo

25 Respostas

12 Especialistas de acordo

242 Pacientes agradecidos

Cladismari Zambon está respondendo perguntas que os usuários enviam à Doctoralia.
Descubra mais

As perguntas se enviam das páginas sobre doenças, exames médicos ou medicamentos.

Todos os especialistas da Doctoralia podem responder as perguntas que enviam os usuários.

Não é possível fazer uma pergunta a um médico em concreto.

A alopécia pode estar relacionada ao grande estresse que você relata, porém somente uma avaliação com um dermatologista poderá diagnosticar com precisão e prescrever o tratamento adequado. No entanto é importante que você cuide também de suas emoções para que este problema emocional que você refere não venha a ocasionar outros sintomas. Neste caso, a psicoterapia pode ajudar a entender e redirecionar seus esforços e emoções para uma situação mais favorável, promovendo aprendizado e desenvolvimento. Abraço.

Cladismari Zambon

Cladismari Zambon

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

São Paulo

Qualquer alteração em sua medicação deve ser avaliada e prescrita pelo seu psiquiatra. Converse com ele sobre sua ansiedade e sobre suas duvidas. No entanto, considere fazer psicoterapia (com psicólogo) pois, mesmo com o controle e remissão dos sintomas através da medicação, é necessário encontrar formas mais adequadas e assertivas de lidar com as questões do cotidiano e com a sua própria história.

Cladismari Zambon

Cladismari Zambon

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

São Paulo

Bom dia! sugiro que você procure ambos. Um ginecologista vai poder avaliar seu organismo e prescrever o tratamento caso necessário. Um Psicólogo também é importante na medida em que você vai poder falar sobre as questões envolvidas com a sexualidade e com as frustrações associadas a ela. Você iniciou sua vida sexual com 28 anos e devia ter uma grande expectativa com relação ao sexo. Esta expectativa não deu lugar a uma experiencia prazeirosa por 10 anos. A psicoterapia vai te ajudar a entender estes fatores e trabalhar de forma a encontrar o prazer que você tem direito e busca.

  • Obrigado 17
  • 1 especialista está de acordo
Cladismari Zambon

Cladismari Zambon

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

São Paulo

Todas as situações que geram um trauma, quer seja na infância, quer seja na idade adulta, vão deixar uma marca que pode interferir nas escolhas e nas relações. Se o trauma ocorreu na infância, os recursos da criança para enfrentamento e compreensão dos fatos são mais escassos, ou seja, a criança ainda não tem maturidade suficiente para lidar com algumas situações. Quando isso acontece e os sinais do trauma persistem na idade adulta, deve procurar um Psicólogo Psicanalista para resgatar os fatos que ocasionaram o trauma e a interpretação que a criança (agora adulto) fez dos mesmos. Se estamos falando de uma criança que sofreu um trauma, procure um psicologo infantil. Abraço, Cladismari

  • Obrigado 10
  • 1 especialista está de acordo
Cladismari Zambon

Cladismari Zambon

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

São Paulo

Sua preocupação em mudar já é um bom começo. Se você se percebe muito ansiosa e essa ansiedade altera seu humor, isso interfere em suas relações com seus familiares. A psicoterapia (com psicólogo) pode te ajudar a entender os fatores envolvidos nesse estresse familiar e como lidar com isso. Abraço, Cladismari.

  • Obrigado 9
  • 1 especialista está de acordo
Cladismari Zambon

Cladismari Zambon

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

São Paulo

São diversos fatores que contribuem para a ocorrência dos episódios de pânico e estes devem ser abordados com critério. Além da medicação prescrita por seu psiquiatra, a combinaçao com a psicoterapia costuma trazer grandes benefícios. Na psicoterapia é possível buscar o entendimento dos fatores que desencadeiam as crises e suas possíveis causas. Também se busca na psicoterapia formas de lidar com a ansiedade crescente e com o medo de novas crises. Lembre-se que a ansiedade é normal, é uma reação normal frente a certas situações do nosso cotidiano. Se torna um transtorno quando passa a interferir nas atividades e nas relações sociais e familiares.
Grande abraço, Cladismari

  • Obrigado 5
  • 1 especialista está de acordo
Cladismari Zambon

Cladismari Zambon

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

São Paulo

Sua dúvidas com relação a medicação e possíveis interações com outras substâncias devem sempre ser tratadas com seu psiquiatra. Mas é recomendado que você, além da medicação, também busque acompanhamento psicoterápico (com psicólogo) pois a ansiedade costuma interferir em suas relações e em suas atividades. É importante entender e aprender a lidar com a ansiedade, inclusive com aquela considerada normal e que acompanha as circunstâncias de sua vida. A psicoterapia vai te ajudar nisso.

  • Obrigado 3
  • 1 especialista está de acordo
Cladismari Zambon

Cladismari Zambon

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

São Paulo

As escolhas profissionais estão diretamente relacionadas as escolhas pessoais. Ao longo do desenvolvimento, a criança sonha com várias possibilidades e também tem várias pressões do seu meio familiar e social que direcionam ou interferem nestes sonhos. Nem sempre recebe orientações que ajudam em suas escolhas. E quando na idade adulta, quando se depara com o momento de escolher, se sente confuso e com dificuldades definir caminhos. Escolher sempre implica também em renunciar a alguma coisa. A psicoterapia vai te ajudar a tratar tanto das escolhas (alternativas) quanto das renuncias de forma a tornar este processo mais coerente. Pense nisso... escolher uma carreira é escolher caminhos que você possa desenvolver seus projetos de vida.

  • Obrigado 3
  • 1 especialista está de acordo
Cladismari Zambon

Cladismari Zambon

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

São Paulo

A ansiedade é uma reação natural frente a situações de perigo. Ela nos leva a tomar atitudes de autopreservação, é como um sinal de alerta de que algo está por acontecer e você precisa estar atento para poder reagir prontamente. Ela também é percebida quando algo está por acontecer e esperamos muito por isso e talvez esta seja sua pergunta pois a proximidade do acontecimento pode gerar grade excitação e sensações difíceis de controlar. Por vezes interfere no sono, nas atividades e até nos relacionamentos. A própria excitação pode ser identificada pelo organismo como uma situação de perigo, algo que tira você de seu equilíbrio. É importante avaliar qual o grau de desconforto que você sente e a frequencia. A psicoterapia pode ajudar a trabalhar as expectativas e as reações frente a antecipação dos fatos, tanto prazerosos quanto indesejados.

  • Obrigado 2
  • 1 especialista está de acordo
Cladismari Zambon

Cladismari Zambon

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

São Paulo

Ola, tudo bem? É muito importante que você siga direitinho a prescrição de seu médico. Se você tem dúvidas com relação ao efeito da medicação, converse com ele.
Além disso, é muito importante que você faça também psicoterapia (com psicólogo) para que entender e trabalhar os demais fatores envolvidos. Lembre-se que o pânico pode ser desencadeado por situações estressantes ou traumáticas e se caracteriza por sintomas físicos e emocionais.
Então, respondendo a sua pergunta... recomendo psicoterapia.
Abraço, Cladismari

  • Obrigado 2
  • 1 especialista está de acordo
Cladismari Zambon

Cladismari Zambon

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

São Paulo

A libido está diretamente ligada a energia que move todas as suas ações, projetos e sonhos. Vários fatores podem interferir no aumento ou diminuição da libido, inclusive a redução de ingestão calórica. Procure avaliar sua experiência de jejum e o acompanhamento nutricional deste. Caso sua perda de energia (isso inclui a libido), não esteja relacionada à pouca ingestão de nutrientes é importante uma avaliação com um profissional. Estou à disposição caso queira conversar sobre escolhas, renúncias e projetos de vida.

Cladismari Zambon

Cladismari Zambon

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

São Paulo

O ataque de pânico geralmente é descrito como uma sensação intensa e súbita de medo, caracterizada por uma grande descarga de hormônios e uma série de sintomas por todo o corpo. Na maioria das vezes ocorre em situações de estresse social, mas também podem ocorrer durante o sono, em casa, no trabalho ou qualquer outro ambiente cotidiano. A diferença do ataque de pânico e da síndrome do pânico está na frequencia dos episódios, sendo que um ataque de pânico costuma ser um evento único e a síndrome do pânico se caracteriza pela ocorrência de ataques repetidos, medo constante de novos ataques e a evitação de lugares e situações associadas aos ataques de pânico.
Apenas do grande desconforto ocasionado pelos sintomas, estes costumam durar apenas alguns minutos e não colocam a vida ou a saúde da pessoa em risco.
É importante neste momento controlar a respiração e se mover para um lugar tranquilo e arejado. Além disso, buscar tratamento médico e psicoterapia são essenciais.

Cladismari Zambon

Cladismari Zambon

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

São Paulo

As mulheres estão sujeitas a variações de humor decorrentes das variações do ciclo menstrual. Cada mulher reage de uma forma e vários fatores interferem nisso. É importante conversar com seu médico para que ele possa avaliar se a insonia está relacionada à TPM. Outro ponto importante é identificar fatores externos que possam estar dificultando seu sono, tais como TV, celular, barulho excessivo, ingestão de café, etc. Ser mulher implica em aceitação da própria identidade feminina e a psicoterapia pode ajudar (e muito) na compreensão da experiencia feminina. Abraço, Cladismari.

Cladismari Zambon

Cladismari Zambon

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

São Paulo

O TOC é um transtorno que causa bastante sofrimento para o paciente pois os sintomas podem interferir no trabalho, na escola e em seus relacionamentos pessoais. Tanto podem ocorrer rituais (comportamento repetitivos e aparentemente sem sentido para quem olha de fora) como pensamentos repetitivos. Estes sintomas causam ansiedade que, por sua vez, intensificam os sintomas. Dizer que o comportamento de andar pela rua para se sentir livre é um sintoma de TOC é bastante vago. Apenas uma avaliação de um profissional qualificado poderá identificar as causas deste comportamento. Pode ser um momento de tensão emocional sendo externalizado e o caminhar ajuda a reduzir este nível de tensão. Estou a disposição para o que necessitar. Abraço, Cladismari

Cladismari Zambon

Cladismari Zambon

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

São Paulo

Os sintomas associados aos quadros intensos de ansiedade costuma assustar muito o paciente, o que por si só gera o medo de que não possa encontrar solução. É importante uma avaliação profissional para que seja encaminhado de forma assertiva. A psicoterapia é essencial pois estes sintomas remetem a experiencias e fantasias que geram emoções que, se não compreendidas e re-significadas, podem ocasionar perdas importantes nos relacionamentos e trabalho. Abraço, Cladismari.

Cladismari Zambon

Cladismari Zambon

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

São Paulo

A habilidade de se comunicar e de se relacionar é desenvolvida a partir das diversas experiencias com as pessoas que fizeram e fazem parte de suas relações. A psicoterapia, em especial a Psicanálise, aborda de forma expressiva as diversas variáveis envolvidas no processo de se relacionar com o outro. No processo terapêutico você será estimulado a falar de si e de suas dificuldades e, na relação com o psicólogo, terá a oportunidade de experimentar e compreender as diversas emoções que interferem em sua capacidade de se comunicar. Geralmente quando a pessoa se sente incapaz de expressar o que sente e pensa acaba por se retrair, evitando assim o convívio e a exposição social. A psicoterapia pode ajudar muito.

Cladismari Zambon

Cladismari Zambon

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

São Paulo

O primeiro passo é identificar as possíveis causas da compulsão alimentar. Muitas vezes está relacionada a um período de tensão emocional que, se bem conduzido, pode trazer alívio e resolução da compulsão alimentar. É importante verificar se esta compulsão ocorre com frequencia, ou sempre que se sente triste ou ansioso pois pode ser um sintoma de um quadro de depressão ou de ansiedade. É importante, antes de pensar em tratamento, uma avaliação profissional.
Abraço, Cladismari Zambon

Cladismari Zambon

Cladismari Zambon

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

São Paulo

Embora você relate uma situação que envolve toda família, você demonstra grande sofrimento e sintomas que podem apontar para um quadro que necessite de atendimento especializado. É importante nesse momento manter a calma e buscar uma avaliação com psicólogo e psiquiatra. Acredito que a psicoterapia possa ser de grande valor para reorganizar suas experiencias e suas emoções e, com isso, melhorar a sua percepção do que está ocorrendo em sua volta. Abraço, Cladismari.

Cladismari Zambon

Cladismari Zambon

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

São Paulo

As reações após grande estresse são bastante variadas e devem ser tratadas com cuidado e atenção. É muito importante uma avaliação médica para que sejam observadas as consequencias orgânicas deste estresse e também se estes sintomas que você observa no momento estão relacionados ao que você viveu (e provavelmente ainda vive).
Além disso você terá uma tarefa de entender e dar significado ao fato que gerou o estresse e as escolhas que provavelmente você terá que fazer a partir de então. A psicoterapia é fortemente indicada pois a medicação propiciará alívio, porem os fatos geradores do estresse provavelmente se manterão. Procure um psicólogo!
Abraço, Cladismari

Cladismari Zambon

Cladismari Zambon

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

São Paulo

Em algum momento todos se voltam para seus pais e buscam explicações para questões que envolvem o relacionamento com eles (e entre eles). Se você está neste momento e vem buscar aqui respostas para suas dúvidas com relação aos seus pais pode buscar um Psicólogo com orientação psicanalítica. A Psicanálise irá abordar com você suas dúvidas e os registros que a relação com seus pais deixa em sua vida. Fico a disposição, Cladismari

Cladismari Zambon

Cladismari Zambon

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

São Paulo

Voltar para Cladismari Zambon

Respostas de Cladismari Zambon - São Paulo