Como que um psicóloga pode ajudar quem não consegue emagrecer?
 Ana Carolina Rizzi
Ana Carolina Rizzi
Psicólogo
Curitiba
A forma como vivenciamos nosso corpo e de nos alimentar diz respeito à forma como nos colocamos no mundo, e como nos relacionamos com ele e com os outros. A relação que estabelecemos com o nosso corpo está na base de todos os processos mentais, e forma a nossa identidade. Entender isso, e conhecer melhor a si mesmo, é o primeiro passo para mudar essa relação. O psicólogo irá ajudá-la nesta ampliação de consciência, e a identificar outros aspectos que possam estar te atrapalhando no emagrecimento. Claro que essa ajuda somente será eficaz se aparada pelo trabalho feito com um nutricionista, e por uma boa investigação com médico e endocrinologista.

Consiga todas as respostas durante a Telemedicina

Agende uma Telemedicina e pergunte aos especialistas sobre tudo o que precisa sem sair de casa

Mostrar especialistas Como funciona?
 Virna Lima
Virna Lima
Psicólogo
São Paulo
O ato de comer está ligado ao afeto, não comemos simplesmente para obter uma satisfação fisiológica. Além da questão emocional devemos avaliar as suas escolhas alimentares e o seu ritmo de vida, que interfere no processo de emagrecimento.

Olá, o profissional pode ajudar com a reestruturação cognitiva. O engordar está relacionado com comportamento desfuncional que levam o indivíduo a obesidade. Daí fazendo um acompanhamento cognitivo comportamental ele terá a possibilidade de reestruturar pensamentos que levam a emoções e consequentemente comportamentos mais funcionais. Outras abordagens da psicologia também são bastantes eficientes. O que vale é ter um profissional psicólogo que te ajude a lidar com a ansiedade entre outras manifestaçoes emocionais para assim emagrecer definitivamente.
Te oriento a procurar um psicólogo de preferência da cognitiva comportamental e iniciar um tratamento de sucesso! Fico a disposição e boa sorte!

Dra. Mariana Pavani
Dra. Mariana Pavani
Psicanalista, Psicólogo
Campinas
O ato de alimentar-se desde a mais primitiva vida psíquica (relação mãe-bebê) está ligado ao afeto, assim o psiquismo desde muito cedo relaciona a mãe como provedora de alimento e também afeto. Com o passar dos anos, a tendência é que sempre que o individuo tenha problemas, recorra ao que tem de lembrança de afeto e segurança, assim muitas vezes, pode recorrer a comida sem que haja uma real fome física, mas uma fome emocional, a qual a psicoterapia pode ajudar a perceber do que se trata essa fome. O comer geralmente aparece de forma voraz quando há sentimento de solidão, de vazio, estão se busca preencher isso, assim não adianta dietas milagrosas, pois quando houver desconforto o individuo irá recorrer ao prazer da comida. Não hesite em procurar um bom psicologo, de preferencia psicanalista, para entender essa relação com a comida. Nutricionista ajuda muito, mas cada um ajuda em sua área, ambos devem caminhar juntos.

Dra. Amanda Delcy
Dra. Amanda Delcy
Psicólogo, Terapeuta complementar
Goiânia
O psicólogo vai te ajudar no sentido de trabalhar os principais comportamentos que te influenciam de forma direta e indireta a manter hábitos que fazem com que seu organismo mantenha o peso. Identificando e trabalhando estes pensamentos e emoções é possível juntamente com a equipe multidisciplinar, o emagrecimento, que afinal, começa na mente! Procure um psicólogo que trabalhe nesta área e muito sucesso no seu tratamento!!!

O paciente que é o foco da Psicologia do Emagrecimento é aquele que emagrece, engorda, emagrece de novo e vive num efeito sanfona. Entender o porquê desta relação com a comida, mudar a maneira que enfrenta seus probemas serão objetivos de uma terapia centrada no emagrecimento. Emagrecer de forma sustentável, trabalhar a auto-estima, auto-controle serão ps pilares para a manutenção de umpeso saudável.Procure um psicólogo que trabalhe nesta area e sucesso!

 Emmanuelle Paixão
Emmanuelle Paixão
Psicólogo
Recife
Há uma relação intimista entre a forma como nos alimentamos e as nossas emoções, por isso é importante um processo de autoconhecimento através de uma psicoterapia, quando nós conhecemos aprendemos a perceber por que agimos de determinada forma e assim podemos mudar, claro que não é um processo fácil, mas não é impossível. Procure um psicólogo! Sucesso!

 Karla Angnes
Karla Angnes
Psicólogo
São Paulo
A relação que estabelecemos com a comida também diz respeito a aspectos do nosso mundo emocional. Ou seja, posso comer quando estou triste, posso comer quando muito feliz, quando ansiosa ou para preencher um vazio, por exemplo... Neste sentido, o psicólogo pode ajudar você a entender a sua relação com o comer, com seu corpo e com aquilo que gostaria de mudar.
Espero ter ajudado!

 Rosimeire de Oliveira
Rosimeire de Oliveira
Psicólogo
São Paulo
Há dois motivos para uma pessoa estar acima do peso: desajustes hormonais e descontrole alimentar (comer em excesso). Quando o motivo é o comer em excesso é necessário fazer mudanças no estilo de vida. Mas mudar não é fácil, por isso um psicólogo pode ajudar nessas horas.
A mudança precisa ser feita na forma como se lida com as emoções, na maneira como se relaciona com a comida e por fim no ato de comer.

Especialistas em Emagrecimento definitivo

Gisele Werneck

Gisele Werneck

Nutrólogo

Belo Horizonte

Agendar uma visita
Fabiana Lustosa

Fabiana Lustosa

Endocrinologista

Fortaleza

Agendar uma visita
Samanta Schein

Samanta Schein

Nutricionista

Florianópolis

Agendar uma visita
Tais Rímoli

Tais Rímoli

Nutricionista

São Paulo

Agendar uma visita

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 50 perguntas sobre Emagrecimento definitivo

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Escolha a especialidade dos profissionais que podem responder sua dúvida
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.