Meu filho tem 4 anos e é muito distraído e ansioso, na escola é muito lento e disperso não consegue acompanhar a turma, não teve evolução nos últimos 6 meses. Nessa idade poderia dar algum fitoterapico para ajudar no deftit de atenção?
O primeiro passo é procurar um Psicólogo para ver o que, de fato, está ocorrendo com seu filho. Esses casos, às vezes, necessita de avaliação psicológica para diagnóstico correto. Após o diagnóstico, um bom psicólogo saberá lhe indicar se há necessidade de encaminhar seu filho para um neurologista ou psiquiatra. Boa sorte

 Fernando Cordeiro
Fernando Cordeiro
Psicólogo
Santos
A conduta de comportamento de uma criança de 4 anos está muito relacionada ao meio em que vive, não há porque rotular uma criança com essa idade, não podemos exigir dela o comportamento de uma com 7 anos, assim sugiro que consulte um psicólogo para uma avaliação psicológica.

 Ricardo Daud Amadera
Ricardo Daud Amadera
Psicólogo
São Paulo
O ideal nesse caso seria passar com uma psicopedagoga ou neuropediatra para verificar se há necessidade de medicação ou terapia.
Não acho que teria problema em tomar um fitoterápico, mas também acho que não resolveria o problema já que não há evidência de resultados nesses casos.

 Mariana Montes
Mariana Montes
Psicólogo
Rio de Janeiro
Olá, antes de pensar em fitoterapicos, seria legal investigar o porquê do seu filho apresentar tais comportamentos, essa investigação pode ser feita por um psicólogo/neuropsicologo e um médico neurologista/psiquiatra. Eles em conjunto vão saber te indicar tratamentos que vão ajudar seu filho

Prezada!
Procure por um profissional Neuropsicólogo para marcar uma avaliação para fazer uma investigação cognitiva e detectar quais das funções se encontram com Déficit ou preservadas.

 Kelly Fernandes
Kelly Fernandes
Psicólogo, Psicanalista
Santo André
Bom dia! Primeiramente é valoroso a compreensão de que se trata de uma criança, com apenas 04 (quatro) anos de idade, experienciando e interagindo com situações de descobrimento (inerentes à primeira infância) em meio ao fluxo contínuo de estímulos. Distrações, ansiedades, ausência de concentração em um único estímulo por um tempo maior, "não necessariamente" são indicativos de ausência de saúde, muito pelo contrário; por vezes são indicativos de que a criança é saudável. Simplesmente uma criança sendo criança. Rememoremos que, a inserção acadêmica prematura é algo inerente a contemporaneidade que visa, não necessariamente atender a necessidade da criança em seu momento atual. Existe, para além das praticidades, um tempo natural para o desenvolvimento emocional, social e cognitivo.
Sugiro que, analise a possibilidade de procurar uma Psicóloga (o) especializada em atendimento infantil, de sua escolha e confiança, para análise individual da demanda e, possíveis orientações, caso a profissional e/ou os cuidadores (você ou ademais) entendam como necessário.
Espero ter contribuído.
À disposição.

 Janaina B. Birschner
Janaina B. Birschner
Psicólogo, Psicopedagogo
Linhares
O ideal antes de medicá-lo, mesmo que seja fitoterápico, é que ele seja avaliado por um Psicólogo e se o mesmo achar necessário que o encaminhe ao Neurologista para avaliar a verdadeira causa do problema.

 Najara Campos
Najara Campos
Psicopedagogo
São Paulo
Olá tudo bem.
Não vejo necessidade em estar medicando nesse primeiro momento.
Seria interessante a criança passar por uma avaliação com o Psicopedagogo (avaliar o cognitivo) e o Psicólogo (avaliar o comportamento) e depois, caso precise ser encaminhado ao Neurologista.
Muitas vezes o meio em que está inserido, pose estar afetando o seu comportamento.
Uma criança saudável e levada, é muitas vezes inquieta.
Na minha opinião, o melhor a se fazer é a investigação.

Dra. Andrea Mello
Dra. Andrea Mello
Psicólogo
São Paulo
Olá!
Você descreve o seu filho como: "Meu filho tem 4 anos e é muito distraído e ansioso", ele sempre foi assim? O ambiente em casa é um ambiente ansioso?
Já na escola você descreve ele de forma oposta "na escola é muito lento e disperso não consegue acompanhar a turma".
Sugiro conversar na escola para saber o que é "não consegue acompanhar a turma". Qual tarefa é dada a ele que as professoras relatam que ele não está acompanhando?

Minha sugestão é conversar com a pediatra do seu filho, relatar essas informações, para que ela possa te ajudar.
Marcar uma conversa com uma Psicóloga Infantil que atenda crianças na primeira infância para que possa ter suporte e lhe auxilie nesse momento.
Além de procurar uma Neuropediatra para uma avaliação do Neurodesenvolvimento com a Neuropsicóloga.
Caso seja necessário a pediatra ou a Neuropediatra poderão receitar ou não um fitoterápico.
Fico à disposição.

Prof. Maria Ines Araujo
Prof. Maria Ines Araujo
Psicopedagogo
Campinas
Recomendo trabalhar com diversos jogos pedagógicos com ele, e procurar um especialista na área.

Acredito que investigar nesse primeiro momento é de uma grande importância para melhor direcionar que medidas devem ser tomadas.
O psicopedagogo investiga, analisa, previne e trata os sintomas que causam as dificuldades de aprendizagem.
O diagnóstico realizado é uma investigação dos aspectos que ocasionam as dificuldades do suje em relação ao seu processo de aprendizagem. Utiliza instrumentos próprios da Psicopedagogia para a investigação.
Trabalha de forma preventiva e interventiva na busca de soluções para dificuldades.

 Catarina Vanessa Pierno Dionelo
Catarina Vanessa Pierno Dionelo
Psicopedagogo
Curitiba
Procure uma neuropediatra inicialmente, ela te encaminhará para os profissionais que podem auxiliar no diagnóstico e desenvolvimento adequando a seu filho !

Prof. Rita Gonçalves
Prof. Rita Gonçalves
Psicopedagogo
Carapicuíba
Boa tarde, primeiramente você precisa de um parecer médico, o neurologista é o profissional que irá te orientar se necessita de medicação ou não. Após um diagnóstico você poderá procurar o especialista que o neurologista disser que precisa.

 Márcia Zakur Ayres
Márcia Zakur Ayres
Psicopedagogo
Belo Horizonte
Antes de pensar em uma fórmula medicamentosa eu faria alguns questionamentos:
Ele é assim em todos os ambientes? Ele pratica esportes? Ele tem bons hábitos de sono e alimentação? A escola tem um nível de exigência compatível com a atuação de seu filho? Afinal, são apenas 4 anos de vida para algumas cobranças, talvez, descabidas. Um bom profissional da área psi deve ser consultado para lhe orientar.

 Márcia Cristina Conceição Santos
Márcia Cristina Conceição Santos
Psicopedagogo
Belo Horizonte
Para a recomendação de qualquer medicamento é preciso passar por uma avaliação médica. E o medicamento é só no caso de haver algo clínico a ser tratado. O ideal é faz uma avaliação multidisciplinar para saber a causa da desatenção. As hipóteses são várias, então é preciso diagnosticar.

 Aline Costa Simões
Aline Costa Simões
Psicopedagogo
São Paulo
Seu filho tem apenas 4 anos. Precisa-se saber o que significa este estar mais lento. Aconselho a agendar com um pediatra e com um psicopedagogo. O pediatra pode solicitar exames pra verificar a parte orgânica e a saúde. Às vezes a criança pode estar com uma anemia ou alguma outra patologia que o deixa mais lento e mais cansado. Já o profissional de psicopedagogia poderá inclusive contatar a escola e saber o que está sendo exigido dessa criança, que aos 4 anos ainda é pequena e o brincar deve ser priorizado e por meio dele muito pode ser observado. Espero ter ajudado e me coloco à disposição se quiser fazer uma avaliação psicopedagógica.

Prof. Hervecia oliveira
Prof. Hervecia oliveira
Psicopedagogo
Taguatinga
Antes de pensar em medicar é importante investigar as causas da desatenção e da dificuldade de aprendizagem. Os sintomas que você relatou podem ser indícios de diferentes problemas de saúde ou de desenvolvimento. Busque um psicopedagogo ou um analista do comportamento ou de um psicólogo infantil. Uma boa avaliação auxiliará o profissional médico no diagnóstico.

 Regina Coeli Barroso Simões
Regina Coeli Barroso Simões
Psicopedagogo
Belo Horizonte
Boa tarde! Se você observa que seu filho apresenta comportamentos inadequados ou sintomas que comprometem o seu desenvolvimento, deverá procurar um psicopedagogo para fazer uma investigação e identificar as causas dos obstáculos no processo do desenvolvimento global. Quanto antes for detectado as dificuldades, mais rápida serão feitas as intervenções e os objetivos alcançados.

Especialistas em Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH)

Deise Dos Anjos

Deise Dos Anjos

Psicólogo

Ourinhos

Andréa Vieira da Cunha

Andréa Vieira da Cunha

Psicólogo

São Paulo

Gislaine Tozzatto Volpe

Gislaine Tozzatto Volpe

Médico acupunturista, Psicólogo

Sertãozinho

Marcia Basilio de Brito

Marcia Basilio de Brito

Psicólogo

Maringá

Josy Maria Barroso

Josy Maria Barroso

Psicólogo

Renata Camargo

Renata Camargo

Psicólogo

Camaquã

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 253 perguntas sobre Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH)

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Escolha a especialidade dos profissionais que podem responder sua dúvida
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.