O que são padrões restritivos e repetitivos de comportamento, atividade e interesse?
 Deusa P Ribeiro
Deusa P Ribeiro
Psicólogo, Psicanalista
São Paulo
Olá Padrões repetitivos de comportamento
e restritivos de atividades e interesses
São características do TEA.
De modo bem prático. EX: criança que tem interesse fixo restrito por determinados objetos, tipo: carrinho, avião...
Comportamento, repetitivo e restritivo: Não aceitar flexibilidade de rotina: se o educador disser que vai ao Shopping e no meio do caminho mudar... A chance de não dar certo é muito grande,a criança tem um ritual para fazer as atividades e resposabilidades, elas não aceitam isso.
Com o método ABA, as crianças e educadores, aprendem a manejar os Padrões repetitivos de comportamento.
Espero tê-la ajudado.

Paz a todos! No dia a dia, nos comportamos e temos interesses por diversas coisas, assuntos e pessoas. Temos nossos gostos próprios e preferências pessoais, mas somos capazes de mudar de opinião, conversar com outras pessoas, desenvolver comportamentos diferentes, experimentar novos alimentos, cores, roupas, lugares, empregos, escolas. Porém, algumas pessoas apresentam muita dificuldade em sair daquilo que elegeram como preferência e percebemos que não são como a maioria.Crianças (e também adultos) com Espectro Autista apresentam, então, os Padrões Restritivos e Repetitivos de Comportamento, Atividade e Interesse. Assim, repetem compulsivamente um comportamento (balançar o corpo ou comer somente o mesmo alimento),não aceitam qualquer tipo de mudança em sua rotina (barulhos, roupas diferentes, pessoas diferentes).Eles também podem padronizar interesses, sendo muito restritivos a novos conhecimentos e gostam sempre da mesma coisa. Quando perceber esses padrões, procure ajuda profissional

 Vanessa Ximenes
Vanessa Ximenes
Psicólogo
Londrina
Olá! Quem apresenta um padrão restritivo e repetitivo possui pouca variabilidade comportamental. Isto é, é uma pessoa que gosta sempre da mesma coisa (por exemplo, se gosta de brincar de boneca, irá querer brincar apenas disso, não aceitando variações na brincadeira), que tem uma resistência grande a tudo que é novo, como lugares novos, alimentos, rotina, vestimenta. Além disso, apresenta grande distanciamento e até repulsa de pessoas que são diferentes dela. Essas características podem estar dentro do quadro do Transtorno do Espectro Autista. Porém, é necessária uma avaliação clínica para se fechar esse diagnóstico. Espero ter ajudado! Att

 Cíntia Ribeiro Thomaz
Cíntia Ribeiro Thomaz
Psicólogo
São Paulo
Essa resposta pode ser bem ampla, mas - em termos do dia-a-dia, simplificando bem - se manifestaria em dificuldades de adaptar o comportamento individual às diferentes demandas do meio ambiente. Normalmente, encontram-se juntos no Transtorno do Espectro Autista, mas também no Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC) ou outras patologias.

Bom dia! Padrões restritivos e repetitivos de comportamento, podem se manifestar desde a infância com o alinhamento dos brinquedos ou ficar rodando os objetos, repetindo as mesmas frases, e o interesse restrito se manifesta pela fixação pelo mesmo assunto ou brinquedo, não se interessando por outros temas. Todas essas alterações comportamentais indicam que a criança precisa passar por uma avaliação neuropsicológica ou médica, pois são sintomas de Transtorno do Neurodesenvolvimento.


 Deborah Kezia L. Roncheti
Deborah Kezia L. Roncheti
Psicólogo
Marabá
padrões restritivos e repetitivos de comportamento, atividade e interesse caracterizam-se por interações limitadas e fixas. As pessoas que desenvolvem esse padrão, geralmente se esquivam de diversas situações interativas, seja com pessoas, lugares ou objetos, o que gera o empobrecimento das próprias descobertas e possibilidades de desenvolvimento, uma vez que o indivíduo tende ao isolamento. Por isso é de suma importância a avaliação profissional do quadro. Abraço!

ja foi respondida sua pergunta a cima, o que coloco como suma importancia a avaliação profissional para poder ser trabalhado estes comportamentos.

Especialistas em Transtornos de déficit de atenção e do comportamento disruptivo

Jéssica Guimarães

Jéssica Guimarães

Psicólogo

Salvador

Raíssa Paschoalin Palmieri

Raíssa Paschoalin Palmieri

Psicólogo

Maringá

Luciana Mancio Balico

Luciana Mancio Balico

Psicólogo

Caxias Do Sul

Aline Debatin

Aline Debatin

Psicólogo

Rio de Janeiro

Júlia S. Gasperin

Júlia S. Gasperin

Psicólogo

Porto Alegre

Giovanna Sales

Giovanna Sales

Psicólogo

Barueri

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 16 perguntas sobre Transtornos de déficit de atenção e do comportamento disruptivo

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Escolha a especialidade dos profissionais que podem responder sua dúvida
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.