Olá! Sou casada tenho 21 anos, tive sempre o costume de mim masturbar...(clitóris) comecei a mim masturbar ainda virgem, desde meus 12anos d idade, e quando perdi minha virgendade nao sentir absolutamente NADA... E nao quero mais ficar mim masturbando, além d ser tbm um pecado.. Fico muito triste por isso, Quero sentir prazer cm a penetracao! o que eu faço?
 Jessica Natali dos Reis Ochoa
Jessica Natali dos Reis Ochoa
Sexólogo, Psicólogo
São Paulo

São Paulo
Olá. O prazer feminino pode ocorrer pela estimulação clitoriana e pela estimulação vaginal. A maior parte das mulheres sentem mais prazer quando a estimulação é clitoriana, por isso a masturbação acaba sendo mais eficiente. Mas é compreensível que exista um desejo da pessoa e/ou do casal de que o prazer se dê pela penetração. Posições em que a mulher fica por cima podem facilitar. O parceiro também pode realizar a estimulação durante a penetração. De toda forma, a Terapia Sexual pode ajudar o casal a alcançar a satisfação, lidando com ansiedades e receios.
Qualquer outra dúvida, estou à disposição.
Um abraço.

Consiga todas as respostas durante a Telemedicina

Agende uma Telemedicina e pergunte aos especialistas sobre tudo o que precisa sem sair de casa

Mostrar especialistas Como funciona?
 Sayonara Machado
Sayonara Machado
Psicólogo
Rio de Janeiro
De acordo com a resposta da colega porém, gostaria de esclarecer a seguinte questão . Você começou a se masturbar muito cedo e hoje tem a dificuldade de sentir prazer com a penetração . A melhor saída é compartilhar com seu marido e tudo bem. A masturbação se torna um vicio e fica muito difícil ter orgasmo de outra forma . Não há problemas maiores nisso a questão é mais na sua cabeça mesmo . Não se condene e nem se culpe por isso. Você quis se conhecer e buscou . Não vem ao caso se foi de forma certa ou errada . Não se culpe tanto assim , você pode trazer outros problemas para sua vida sem necessidade.

Dr. Caio Cesar Gomes
Dr. Caio Cesar Gomes
Psicólogo
Santa Maria
Fique tranquila, você pode ter prazer de ambos os jeitos, se voce se permitir e entender que o que lhe está "atrapalhando", é sentir-se culpada.

 Lindalva Moraes Pereira
Lindalva Moraes Pereira
Psicanalista
São José dos Campos
Concordo plenamente com todas as respostas anteriores. Só teria a acrescentar, que é possível mesmo na tenra infância descobrir o próprio corpo, sem que isto tenha a conotação de masturbação para a criança, é apenas um experimento e o seu corpo é o seu laboratório. De forma geral é fácil imaginar que para uma pessoa que nunca se tocou ou não conhece a sua própria libido, será ainda mais difícil contribuir positivamente para que o parceiro(a) a conheça. Você pode destituir se da culpa e fazer do seu auto conhecimento algo útil para a sua relação. É ainda prudente ressaltar que apenas um número restrito de mulheres atingem o orgasmo apenas através da penetração, sem nenhum outro estímulo.

Dr. Newton Ortman
Dr. Newton Ortman
Psicólogo
Rio de Janeiro
Me chama muita atenção quando voce fala que não quer continuar a se masturbar pois é pecado.Isto fala de uma dificuldade com o seu própria sexualidade, dificultando com isso vir a sentir prazer na relação.Seria indicado poder numa terapia modificar crenças e comportamentos para poder aceitar e viver melhor com a sua sexualidade.

 Antônio Vieira Da Silva
Antônio Vieira Da Silva
Psicólogo
Garanhuns
Olá!

Não só a masturbação é um ato prazeroso como deve ser saudável, mas como qualquer outro ato de conduta de vida, deve-se levar em consideração os fatores correlacionados ao ato que estão gerando sofrimento, tipos de pensamentos, sentimentos e o próprio ato em si. Como síntese a masturbação pode vincular-se a experiências saudáveis ou doentias (que geram sofrimento).

Quanto a idade, a masturbação é um ato íntimo e não há uma idade mínima ou máxima para a pessoa iniciar os prazeres autoeróticos (masturbação ou outros prazeres), vários fatores podem interferir, mas é esperando que tal processo ocorra com a maturidade sexual, que pode ser nesta faixa etária que você mencionou, e que também é o início da adolescência, um segundo momento de desenvolvimento psicossexual, no caso da masturbação de mulheres, e dependendo da família envolvidas, o assunto pode ser tabú ou constrangedor, em outras é visto como algo natural.

Quanto ao fato da não sentir nada, pode está relacionado ao tipo de fantasias sexuais que antes lhe causavam excitabilidade e podem não ocorrer no momento. O gozo em um relacionamento consigo mesmo, com outra ou mesmo outras pessoas, é peculiar a cada natureza humana (exemplo, há pessoas que gostam de homens, outras de mulheres e outras de homens e mulheres, temos também pessoas que se sentem bem com mais de um homem, mais de uma mulher, ou mais homens e mulheres).

Quanto ao fato da masturbação ser pecado, esse não é um interesse da psicologia, e sim da teologia. Mas, o seu sentimento de culpa pode acarretar sofrimento, se tal culpa gera sofrimento deve-se buscar ajuda.

Sobre sua necessidade de sentir prazer com a penetração, isso ocorrerá quando houver a penetração, se for necessário, da forma que você se sente a vontade e deseja, nem sempre o problema está na penetração e sim na forma como você orienta o seus desejos sexuais para a pessoa com quem você está, através de palavras ou atos, caso tenha essa abertura de dialogo com a pessoa com que se relaciona, veja se ela tem a disponibilidade de lhe satisfazer da forma como você imagina que deva ser uma relação sexual, sem crítica e sem culpa.

Sempre vale a pena conversar sobre sexo com a pessoa com quem você se relaciona, afinal, a sexualidade deve ser prazerosa para ambos. Não há uma formula mágica, isso deve ser construído todos os dias, junto ao desejo sexual de ambos.

Se tal sofrimento extrapola o que você considera normal e saudável, busque ajuda profissional.

Dr. Salomón Barzola
Dr. Salomón Barzola
Psicanalista, Psicólogo
Divinópolis
Olá. O mais sensato é agora procurar um profissional (Psicólogo). Felicidades!

Dra. Conceição Leite
Dra. Conceição Leite
Psicólogo, Sexólogo
Montes Claros
Olá. A masturbação é um ato de autoconhecimento e de um prazer próprio. Existe este mito de orgasmo com penetração. Orgasmo, prazer é prazer...O clitóris está ali somente com esta função: dar prazer..Quando ocorre a penetração é com o estímulo desta penetração que o clitóris irá responder através das inúmeras terminações nervosas...O que tem que se observar é: Você está à vontade com este parceiro? O ato sexual e a intimidade com ele como se dá? Somente em uma consulta você poderá chegar a uma compreensão do que acontece! Sugiro que procure uma consulta com um sexólogo. Abraço.

 Sonia Mattoso Monteiro
Sonia Mattoso Monteiro
Psicanalista
Rio de Janeiro
RESUMIDAMENTE.
Não há pecado na masturbação. A sexualidade do ser humano é algo importante.
Há 3 hipóteses iniciais:
1a. A partir do ato da masturbação, pode ter, mesmo de forma inconsciente, criado um bloqueio para uma outra forma de prazer, que não a promovida por voce.

2a. A partir do seu conceito de pecado, pode representar, inconscientemente, a idéia de maior pecado em estender ao outro o seu prazer

3a. Independente da questão masturbatória, que pode ter ficado como somente uma coincidencia, poderá já mhaver de outra forma uma questão antiga de bloqueio e que voce só pode descobrir ou o sintoma so pode aparecer, mediante o encontro com um parceiro.;
e podem haver outras questões.
Importante : procurar um Psicologo ou um Psicanalista para tratar e resolver este bloqueio. O importante é saber que tem solução.


Dr. João Paulo Vieira
Dr. João Paulo Vieira
Psicólogo, Sexólogo
Fortaleza
Olá, a questão de sentir prazer com a penetração deve ser estimulada e pensada em primeiro plano por você, alguns pontos devem ser refletidos, tais como: O que o meu parceiro pode fazer para me excitar antes da penetração? ; O sexo com o meu companheiro é bom para ambos? ; Meu parceiro atende minhas vontades? ...Esses questionamentos devem ser pensados e respondidos, talvez você consiga encontrar uma primeira solução para o seu problema... Em relação a masturbação, esta já se tornou um hábito, a masturbação é um auto-erotismo que lhe dá um prazer singular e que faz você conhecer o seu corpo como ninguém, afinal de contas é um ato onde você intrinsecamente se toca da maneira que quiser.
Não há a necessidade de julgamento em falar a respeito de pecado ou não, cada um acredita e se constitui da maneira que bem pode viver, se você acredita que há um pecado sendo feito na questão da masturbação, o recomendado é levar isso a terapia onde será questionado a questão da masturbação x penetração.
Procure um psicologo com especialização em sexologia para trabalhar estes pontos sexuais, corporais e eróticos.
Abraço e Cuide-se!

Especialistas em Terapia sexual

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 85 perguntas sobre Terapia sexual

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Escolha a especialidade dos profissionais que podem responder sua dúvida
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.