Os sintomas do transtorno de estresse pos-traumatico (pesadelos recorrentes, por exemplo) podem reaparecer depois de terem desaparecido por anos?
Podem sim! Traumas não tratados podem ficar adormecidos e com o tempo voltarem à tona! Procure um profissional capacitado.

Bom dia! Consideramos que sim. Os nossos sonhos, segundo Freud, é uma manifestação do nosso inconsciente. É normal que sejam recorrentes. Caso não deseje mais conviver com esses epsisódios, procure um psicanalista e inicie uma anålise. Abraço.

Dr. Mauri da Silva
Dr. Mauri da Silva
Psicólogo
Blumenau
Sim, é possível sintomas relacionados ao transtorno de estresse pós-traumático reaparecer depois de alguns anos. Às vezes passamos por algumas situações que podem nos tirar do “eixo”; as vezes fatos não muito relevantes e que podem não ter relação direta com fatores relacionados ao estresse pós-traumático, porém, nosso inconsciente é uma espécie de compartimento onde ficam alojados tudo o que já vivemos durante toda nossa vida. O inconsciente é um sistema ainda pouco conhecido. Assim, toda e qualquer emoção ou sentimento vivenciado, geram um impacto em todos nós e muitas vezes esses impactos “reabrem” portas ou canais que esbarram em nossas vivências que achávamos estarem intactas. O inconsciente é ainda uma caixinha de surpresas para todos nós. Se alguém estiver passando por uma situação semelhante, talvez seria importante buscar uma terapia para entender melhor esse processo.
Tenham um bom dia!

Ola É possível, pois se a impressão causada pelo trauma não foi resolvida totalmente na época do acontecido...fica adormecido no subconsciente e ode ressurgir quando algo ou situação semelhantemente se apresentar! Vale a pena retornar ou iniciar uma terapia para resolver de vez as questões pendentes! Espero ter clariado a sua questão!

Dra. Fabiula Sanvido Martins
Dra. Fabiula Sanvido Martins
Psicólogo
Criciúma
Sim, esse tipo de trauma pode trazer recorrências em função de gatilhos emocionais! Importante procurar um terapeuta capacitado!

Podem aparecer sim! Os sintomas são produções do nosso inconsciente dos traumas que não damos conta de revolver. Como o inconsciente é atemporal, esse trauma pode ter gatilho em outras situações que vivencimos que aparentemente não tem correlação ao fato inicial!

Nesse caso, procurar especialista adequado para trabalhar essas questões é o mais indicado!

Dra. Samantha Otero
Dra. Samantha Otero
Psicólogo, Psicanalista
São José
Os traumas não trabalhados e não elaborados retornam no formato de sonhos, pesadelos, ansiedades, pânico, agressividade, TOC, etc. Se faz necessária uma escuta qualificada e uma elaboração real do trauma.

Abraços

Bom dia , podem sim reaparecer, importante retomar o tratamento e avaliar os motivos que fizeram ressurgir os sintomas.

Olá! Os sintomas podem retornar sim, principalmente quando não tratados. Algumas situações acabam nos remetendo ao ocorrido anterior que causou tamanho trauma e, devido à esse e outros fatores, os problemas que até então ficaram esquecidos voltam a incomodar.

Geralmente o Stress pós-traumático pode ser acionado,de forma involuntária,por uma situação que traz à sua memória sensorial, emoções/sentimentos q o corpo capta como sendo igual/parecido com os sintomas que teve durante o evento traumático, causador do stress.Bom reavaliar e buscar ajuda de um psicólogo de sua confiança.

 Valéria Medeiros Da Silva
Valéria Medeiros Da Silva
Psicólogo
São Bernardo do Campo
Pode sim, e se acontecer é sinal que não foi elaborado totalmente, neste caso é fundamental um acompanhando com um psicólogo para compreender qual foi o gatilho, ou seja, o que acionou o trauma ao ponto de retornar os sintomas indesejáveis do transtorno. Procure um profissional qualificado para trabalhar esta questão.

Dra. Fernanda Oliveira
Dra. Fernanda Oliveira
Psicanalista, Psicólogo
Goiânia
Bom dia.
Primeiramente, não é por acaso que o trauma se instalou. Já existe algo em você que permitiu a intensificação do trauma. Ou seja, não é recorrência, diz de algo que sempre esteve lá. Procure um profissional capacitado para tentar se livrar destes problemas. O prognóstico é de agravamento.

 Angela Carero
Angela Carero
Psicólogo
Jundiaí
Sim. Trauma que não foi processados neurofisiologicamente, podem ser ativado novamente.
Por isto uso o EMDR e Brainspotting.

Dra. Tatiana Berta
Dra. Tatiana Berta
Psicólogo
São Paulo
Sim, é possível. A superação da vivência da situação adversa está diretamente relacionada ao estado de resiliência, que varia de pessoa para pessoa. Quanto mais estivermos em condições para entrarmos em contato com sentimentos/atitudes que surgirem no decorrer dos dias pós evento traumático, melhor vamos integrando a experiência vivida, de forma a não causar um impacto significativo no cotidiano. É justamente neste exercício de compreensão do sofrimento, que se caracteriza a ideia de superação do trauma. Quando não é possível a compreensão/integração da experiência pelo cérebro na sua totalidade, ficamos num limiar entre situações estressantes e o trauma ocorrido, que podem ser a raiz de muitos transtornos psicológicos.

 Maria Das Graças Dias Passaretti
Maria Das Graças Dias Passaretti
Psicólogo
Embu das Artes
Os eventos passados podem reaparecer no presente porque ficam armazenados em uma rede de memórias de forma disfuncional e , a priori, acionados por eventos ocorridos no presente, os quais, denominamos gatilhos emoconais. A terapia para Psicotrauma com EMDR(Dessensibilizaçao e Reprocessamento por Meio de Movimentos Oculares) é uma abordagem terapêutica eficaz, pois ativa a rede de memórias e tras à consciência o material traumático.

Olá. Sim, os sintomas podem tornar a aparecer depois de um tempo. Uma hipótese para pensar pode ser essa, por exemplo: Pesadelos recorrentes podem estar relacionados a um padrão emocional insuficiente para lidar com o conflito iniciado pelo trauma. Amedrontada pela imagem do trauma a pessoa pode se esforçar em dirigir a atenção para outros lugares negligenciando o seu próprio amadurecimento frente à questão. Procurar um psicólogo para falar sobre o trauma e o pesadelo recorrente pode ser um bom começo para amadurecer a situação. Boa sorte e abraço.

 Eliane vecchi Santos
Eliane vecchi Santos
Psicólogo
São Bernardo do Campo
Sim é possivel! O conteúdo traumático fica no cérebro subcortical mais profundo até que seja reprocessar e limpo , esses conteúdos vem em forma de sonhos . Procure as psicoterapia focadas no cérebro elas são efetivas para traumas complexos. EMDR e Brainspotting

Dra. Elza Barros
Dra. Elza Barros
Psicólogo
Pelotas
Olá! Você não falou se fez tratamento farmacologico e psicoterapia quando surgiu estes sintomas.Se você apenas tomou medicamentos na época,seria aconselhável fazer uma terapia agora, e ,se o fez na época, voltar ao seu terapeuta para ver o que fez com que estes sintomas voltassem e trabalhá-los para se livrar deles.

A resposta para sua pergunta é sim. O TEPT pode ficar desativado por até muito tempo e reaparecer. Você pode ter vivenciado alguma situação que de alguma maneira a levou a fazer uma associação com o trauma. Procure um terapeuta para uma avaliação inicial. Os estudos mostram que a Terapia Cognitivo Comportamental é uma abordagem com ótima resposta para a sua situação.

 Claudia Regina Calegari Rein
Claudia Regina Calegari Rein
Psicólogo
Joinville
Sim, principalmente se você estiver passado por algum período com mais demanda e sendo pressionado. Essa tensão pode disparar os sintomas.
Procure um tratamento assim que possível e não aguarde os sintomas aumentarem.

 Marina Almeida
Marina Almeida
Psicólogo, Psicopedagogo
São Vicente
Sim podem ser reeditados novamente. Segundo o DSM-IV o Transtorno de Stress Pós Traumático caracteriza-se por exposição a evento traumático onde a pessoa foi confrontada com a morte ou grave ferimento reais ou ameaçados, em si ou em pessoas próximas, com resposta envolvendo intenso medo, impotência ou horror.
O evento traumático é persistentemente revivido em recordações aflitivas, recorrentes e intrusivas; sonhos aflitivos recorrentes com o evento; agir ou sentir como se o evento traumático estivesse ocorrendo novamente (flashback); presença de esquiva a estímulos relacionados ao trauma e entorpecimento da responsividade geral; e ainda sintomas persistentes de excitabilidade aumentada.
Um fenômeno frequente e aparentemente paradoxal em várias destas pessoas é a reexposição compulsiva a novos eventos potencialmente traumáticos semelhantes a situação vivida no trauma.

 Lúcia Chein
Lúcia Chein
Psicólogo
Goiânia
Como você já pode observar SIM, os sintomas podem voltar. Nem sempre os sintomas manifestam-se imediatamente, e às vezes quando se recorda do fato, revive o episódio, como se estivesse ocorrendo naquele momento e com a mesma sensação de dor e sofrimento que o agente estressor provocou. Observo que a maioria das pessoas só procura ajuda tempos depois do início dos sintomas.
Hoje temos bons recursos e métodos para o tratamento do TEPT, entre eles posso citar Terapia Cognitivo Comportamental, EMDR e Brainspotting. O mais indicado é procurar ajuda profissional.

 João Bosco Carneiro
João Bosco Carneiro
Psicanalista, Psicólogo
Rio de Janeiro
O trauma impõe um árduo trabalho ao aparelho psíquico no sentido de ser elaborado. Por isso ele pode retornar através de sonhos (pesadelos), pensamentos recorrentes ou outras manifestações sintomáticas. Procurar um acompanhamento psicológico é muito importante para esse trabalho de remissão sintomática.

 Daniel Migliani Vitorello
Daniel Migliani Vitorello
Psicanalista, Psicólogo
São Paulo
Pode sim!

 Camila Ferraz Galhego
Camila Ferraz Galhego
Psicólogo
Rio de Janeiro
Podem sim...
Se esse trauma não for tratado, provavelmente poderá voltar a incomodar no futuro, devido a alguns gatilhos ( eventos) que você pode enfrentar novamente e que vai lhe remeter a essas lembranças do trauma, fazendo com que você sinta todos esses sintomas novamente!
É importante buscar ajuda!

 Genuína Eliana Pereira Avilino
Genuína Eliana Pereira Avilino
Psicólogo, Terapeuta complementar
Brasília
Sim, é possível sintomas relacionados ao transtorno de estresse pós-traumático reaparecer depois de alguns anos, pois podem aparecer alguns eventos desencadeadores.

 Marise Cristina Carvalho Marcos
Marise Cristina Carvalho Marcos
Psicólogo
Rio de Janeiro
Sim, podem retornar. Situações em que a emoção ou sentimento assemelham-se ao trauma original. Busque auxílio psicológico o quanto antes, para remissão dos sintomas.

 Cristiano Luis
Cristiano Luis
Psicólogo
Rio de Janeiro
Sim. Você pode tratar esse trauma com EMDR para reprocessar essa memória dolorosa via movimento bilateral dos olhos.

Sim, isso pode ocorrer mesmo que o trauma tenha acontecido há anos.
Att

 Alcindo Miguel Filho
Alcindo Miguel Filho
Terapeuta complementar, Psicanalista, Psicólogo
Niterói
A situação que produziu inicialmente os sintomas se mantém presente na forma mesma como arrumamos nosso cotidiano para um equilíbrio, qualquer situação, inclusive casual e não observada de um modo evidente, mas que atravesse nossa vida pode trazer de volta à nossa consciência de processo aquilo que anteriormente foi recalcado e dela se retirou.

 Sandra Assis
Sandra Assis
Psicólogo
Rio de Janeiro
Pode sim. Mesmo que já tenha ocorrido há anos.

Podem sim, seria interessante fazermos uma investigação avaliando a situação para um tratamento adequado.

Boa noite! Sim pode voltar. Esse sintoma de estresse pós traumático é um distúrbio de ansiedade que se manifesta no indivíduo de situações traumáticas mal resolvidas. Sugiro que procure um especialista para melhor entendimento.

Olá boa tarde. Sim, quando não damos a devida atenção para os sintomas eles podem e irão reaparecer e as vezes de formas novas, então deve-se estar buscando um profissional para "regular" para evitar que os sintomas venham atrabalhar o seu dia a dia.

 Kelly Fernandes
Kelly Fernandes
Psicólogo, Psicanalista
Santo André, SP
Boa tarde! É importante compreender que, por mais que pareçam pertencer a um momento passado, a priori, as vivência não "retornam do passado" como um evento fantasmagórico e desconectado do momento presente; se está vivenciando algo neste momento, é a este momento que pertence. Desta forma, é interessante que seja analisado o que estas vivências (pesadelos recorrentes, como a seu exemplo) têm a ver com o seu momento presente, experimentado na atualidade. Sugiro que estude a possibilidade de iniciar uma análise com uma psicóloga (o) de sua escolha e confiança.
Espero ter contribuído.
À disposição.

Especialistas em Transtornos De Estresse Pós-Traumáticos

Mari M. Ortiz

Mari M. Ortiz

Psicólogo

Dourados

Renata Camargo

Renata Camargo

Psicólogo

Camaquã

Luis Falivene Roberto Alves

Luis Falivene Roberto Alves

Psiquiatra

Campinas

Ana Larissa Marques Perissini

Ana Larissa Marques Perissini

Psicólogo, Sexólogo

São José do Rio Preto

Tiago Lenz De Brum

Tiago Lenz De Brum

Psiquiatra

Concórdia

Andressa Mara Netto

Andressa Mara Netto

Psicólogo

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 16 perguntas sobre Transtornos De Estresse Pós-Traumáticos

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.