Quando se tem dificuldade de manter algo por muito tempo, como emprego, estágio, cursos, oportunidade, manter a faculdade com bastante dificuldade para não desistir. Esta tendencia a desistência tem relação com alguma patologia ou pode ser uma caracteristica de personalidade?
É difícil dizer, porém se é algo que está gerando incômodo e sofrimento é muito importante fazer terapia, independente se é patológico ou não.
Se conhecer mais e entender o por que dessa desistência em vários âmbitos da vida é o melhor caminho, irá ajudar e muito!

Se tiver mais alguma dúvida, fico a disposição!

Olá. É importante investigar o motivo dessas desistências, se isso se caracteriza por uma falta de vontade, algo que não vê uma perspectiva de futuro. Sugiro procurar uma ajuda psicológica para investir mais o que esta acontecendo. Fico a disposição!

Olá! Esse sintoma que você chamou de “tendência a desistência” é encontrado com frequência em pessoas diagnosticadas com TDAH ou quadros depressivos graves. Entretanto outros sintomas devem estar presentes para que seja possível fechar um diagnóstico psiquiátrico e iniciada terapêutica medicamentosa.
Em contrapartida, essa “tendência a desistir” também pode estar relacionada ao seu padrão de funcionamento, pex. algo no seu funcionamento mental boicota seus planos e não deixa que você tenha sucesso nas suas metas; ou uma autoestima tão baixa que faz com que você desista das coisas logo por ter um pensamento de “não ter capacidade”.
Sendo assim é importante que esse comportamento seja avaliado por um bom profissional da área da saúde mental, seja um psicólogo ou psiquiatra, para ser verificado se há de fato alguma patologia.
Entretanto, indepente da causa desse comportamento, cuidado para não usar isso como uma desculpa para que você permaneça nesse padrão. Procure ajuda!
Um abraço

Olá! Tais dificuldades de manutenção de atividades podem estar relacionadas com uma desorganização pessoal de suas necessidades e prioridades e com a falta de motivação com aquelas atividades em especial, características que podem estar associadas a diversas doenças psicológicas, assim como a determinados tipos de personalidade, como a personalidade dependente. Logo, só por esse sintoma é difícil avaliar com precisão. Sugiro também procurar um psicólogo para avaliar melhor a sua vida. Boa sorte e Abraços! Qualquer coisa estou a disposição!

 Paulo Renato Oliveira
Paulo Renato Oliveira
Psicanalista, Psicólogo
Rio de Janeiro
Não acho que seja algo obrigatoriamente grave, pelo contrário, são fenômenos que não são incomuns na clínica. Mais de um século atrás, Freud falava de uma possível "neurose de fracasso ", que levaria o sujeito a jamais alcançar seus objetivos, por razões ligadas às suas experiências de vida, sua história, não sendo nada que não seja possível de tratar numa análise, sem necessidade, a princípio, de nenhum medicamento. Procure um Psicólogo Clínico ou Psicanalista e inicie um tratamento que no médio e no longo prazos os resultados aparecerão.

 Alexsandra Mauro
Alexsandra Mauro
Psicanalista
São Paulo
Olá!
Uma orientação mais profunda e assertiva precisaria de mais informações pessoais suas, mas em geral pela abordagem da Trilogia Analítica (Psicanálise Integral), linha psicanalítica desenvolvida pelo psicanalista Norberto Keppe, na qual eu me referencio e, que coloca a origem das neuroses não nos problemas relacionados à libido (psicanálise tradicional), mas na teomania e megalomania que destroem a estrutura humana e social, gerando a INVERSÃO - processo do qual a pessoa vê o certo no que é ruim e o mal no bem (ex: vemos o amor como sofrimento, o trabalho como sacrifício, etc...) e a INVEJA - termo que na psicanálise tem um significado mais amplo do que o popular - significa "não ver", não reconhecer as virtudes e imperfeições, criando um descontentamento e má vontade com relação à felicidade, vantagens, posses, beleza, bondade, etc... próprias e alheias.

Sua dificuldade de se manter em todas essas oportunidades pode estar baseada nesses aspectos patológicos por não reconhecer essas oportunidades como um "bem", como uma porta para seu desenvolvimento e prosperidade, demonstrando traços de ingratidão.

É importante que você perceba que você rejeita ou desiste de tudo que possa trazer conhecimento e desenvolvimento, pois é na ação que realmente aprendemos e nos desenvolvemos. E essa conduta é só um reflexo que você faz com sua vida psíquica, você deve rejeitar e desistir de tudo que te traga consciência do seu interior de suas imperfeições. Quando você se põe em ação no trabalho ou no estudo, você provavelmente percebe suas dificuldades, seus erros, limitações que destroem a imagem idealizada que você deve ter de si mesmo. Quando percebe que você não é o que imaginava, você para/desiste para se manter alienado.

“Cada um de nós tem, em grande parte, a vida que escolhe como vantajosa, mesmo que não perceba com clareza esse fenômeno.” – Claudia Pacheco.

"É a consciência do mal que tira o mal do ser humano." - N. Keppe.

A melhor indicação seria uma psicoterapia para você se conhecer melhor e encarar esses aspectos para que eles não gerem conflitos maiores como: somatizações orgânicas e outras dificuldades sociais, se é que já não estão presentes.

A psicoterapia trata da resistência do ser humano em ver seus problemas, conduz o indivíduo a um processo em que este se torna mais consciente das coisas que faz, pensa e sente no seu dia-a-dia e busca proporcionar a ele a percepção de novos comportamentos para lidar com suas dificuldades e aumentar seu potencial de realização. É a percepção do erro que leva ao desenvolvimento.

Se tiver interesse em ajudar a si mesmo, estou à disposição.

Espero ter ajudado. Boa sorte!

Olá, não se julgue e não se cobre muito por desistir. Apenas busque compreender os motivos que te fizeram desistir e isso vai te ajudar a mudar teu comportamento. Pode ser que você esteja perdido, pode ser que estejas incomodado com coisas que não consegues definir, pode ser uma dificuldade de adaptação ou de relacionamento. Uma boa ajuda profissional poderá te ajudar a compreender melhor o que te impulsiona a recuar.

 Luciana Netto
Luciana Netto
Psicanalista, Psicólogo
São Paulo
Olá!
Como vai?
Você colocou na sua pergunta alguns comportamentos de desistência que se repetem ao longo do tempo e que parecem ligados entre si por serem semelhantes. Como psicanalista, penso que, em primeiro lugar, é muito importante você ter feito essa associação. Perceber que algo se repete de forma parecida na nossa vida é um passo importante para poder pensar sobre um possível sentido para isso e para buscar uma mudança neste ciclo. Freud tem um texto chamado "Recordar, repetir e elaborar"(1914), onde ele aborda o fenômeno da repetição. A repetição é um esforço de trazer algo a tona para ser pensado, ao mesmo tempo, é uma resistência que impede que algo seja pensado. Isso pode trazer muito sofrimento. Uma ajuda profissional de um psicólogo ou psicanalista pode ser fundamental.

Olá! A desistência pode ser comum em algumas coisas, às vezes fazemos escolhas por fazer e no meio do caminho percebemos que não é o que queremos, mas a desistência que se repete pode estar relacionada com questões internas que precisam ser avaliadas. Muitas vezes o medo também faz com que desista das coisas. O importante é não se julgar e buscar ajuda, uma vez que refletiu a respeito. A psicoterapia é um trabalho de auto-conhecimento e poderá ajudar a encontrar caminhos mais estáveis. Sou especialista em Saúde Mental e fico à disposição. Um abraço

Especialistas em Transtornos Da Personalidade

Ricardo Dias da Cruz Moraes Filho

Ricardo Dias da Cruz Moraes Filho

Generalista

Rio de Janeiro

Flavio Mitio Takahagui

Flavio Mitio Takahagui

Psiquiatra

São Paulo

Bárbara Rolim Chaves

Bárbara Rolim Chaves

Psiquiatra

Fortaleza

Henrique Luz

Henrique Luz

Psicanalista, Psiquiatra

Fortaleza

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 31 perguntas sobre Transtornos Da Personalidade

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Escolha a especialidade dos profissionais que podem responder sua dúvida
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.