Amigdalectomia Com Ou Sem Adenoidectomia - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Amigdalectomia Com Ou Sem Adenoidectomia

Os especialistas falam sobre a Amigdalectomia Com Ou Sem Adenoidectomia

A cirurgia de amígdala, associada ou não à retirada da adenoide, é uma das cirurgias mais comuns da otorrinolaringologia, especialmente em crianças. Há indicações precisas para esse procedimento, e na consulta médica é possível avaliar adequadamente quais benefícios podem ser alcançados no pós-operatório.
Dra. Milene Massucci Bissoli
Dra. Milene Massucci Bissoli Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Otorrino

|

São Paulo

Amigdalectomia é a cirurgia das amigdalas normalmente tem algumas indicalçoes: Quando apresenta hipertrofiadas ou seja aumentadas e isto incomoda a respirar,falar e comer. Quando apresenta um numero recorrente de infecções o qual atrapalhar o paciente pois toma muitas medicações, vai muitas vezes ao médico E quando apresenta acumulo de restos de comida(caseo ou caseum) e isto ocasiona mau hálito -halitose E pode ser acompanhada da cirurgia da adenoide que é quando ela esta aumentada e dificulta a respiração. Realizo a cirurgia em um sábado pela manha e no final da tarde, se tudo ocorrer bem terá alta. É realizado dentro da boca, se cortes visíveis no pescoço e sem deslocar a mandíbula.
Dr. Paulo da Veiga Ferreira Mendes Junior
Dr. Paulo da Veiga Ferreira Mendes Junior Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Otorrino

|

Curitiba

Amigdalectomia trata-se da remoção cirúrgica das amígdalas palatinas (tecido linfóide localizado bilateralmente na orofaringe) e tem como principais indicações: ronco e apneia do sono, amigdalites de repetição, antecedentes de abscessos periamigdalianos, suspeita de neoplasia maligna e amigdalite caseosa. Adenoidectomia é a cirurgia que remove as vegetações adenoidianas (tecido linfóide situado na parte alta da faringe, atrás das fossas nasais) e é indicada quando um aumento exagerado causa obstrução nasal significativa e consequente respiração oral, ronco e/ou apneia do sono, assim como em casos de otites médias de repetição, sinusites de repetição, otite secretora e suspeita de malignidade
Dra. Juliana Gama Mascarenhas
Dra. Juliana Gama Mascarenhas Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Otorrino

|

Goiânia

A amigdalectomia é o procedimento cirúrgico para a remoção das amígdalas (mais comumente as palatinas). Existem atualmente 2 principais indicações bem consagradas para esse tipo de cirurgia: 1) Hipertrofia (aumento de tamanho), ocasionando sintomas obstrutivos, principalmente durante o sono. Nesse caso, pode ser indicada também a adenoidectomia (remoção das adenoides) se existir hipertrofia desse tecido também; 2) Amigdalites de repetição - 7 episódios ao ano ou 5 episódios ao ano em 2 anos consecutivos ou 3 episódios ao ano em 3 anos consecutivos - nesse caso só contam as bacterianas (aquelas em que é necessário o uso de antibiótico).
Maria Helena de Magalhães Barbosa
Maria Helena de Magalhães Barbosa Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Otorrino

|

Rio de Janeiro

A amigdalectomia é a ressecção cirúrgica das tonsilas palatinas, e a adenoidectomia é a ressecção cirúrgica da adenóide (tonsila faringea). As tonsilas são órgãos linfáticos produtores de imunoglobulinas, e existem algumas indicações para a cirurgia. Adenoamigdalectomia (adenóide e amígdala) tem indicação quando o paciente tem respiração bucal e não nasal, má formações craniofaciais, diminuição de crescimento e apensa do sono. Apenas ressecção de adenóide tem indicação na sinusite crônica, otites médias de repetição, casos de neoplasia e obstrução respiratória com amígdalas pequenas. Cada paciente deve ser avaliado individualmente, e tratado de acordo com as alterações que apresentar.
Dra. Janaína Kopp
Dra. Janaína Kopp Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Otorrino

|

Rio de Janeiro

Ver mais

Tem perguntas sobre Amigdalectomia Com Ou Sem Adenoidectomia?

Nossos especialistas responderam 10 perguntas sobre Amigdalectomia Com Ou Sem Adenoidectomia.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Sim, a cirurgia está indicada nesse caso.

  • 9
  • 6
  • 25
Dra. Marcia Sayuri Murao

Otorrino

Taubaté

É a remoção das amígdalas sem se abordar a adenóide

  • 51
  • 49
  • 143
Dr. Daniel Paiva de Oliveira

Otorrino

Natal

Se a cirurgia correu normalmente e se o seu filho está bem, minha opinião é que ele pode sim comer o miojo ou a canja contanto que eles não sejam servidos muito quentes nem contenham partes duras que possam vir a "arranhar" a garganta. De qualquer forma é sempre bom antes informar o seu médico.

  • 178
  • 67
  • 302
Dr. Sandro Sérgio Muniz da Silva Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Otorrino

Mogi das Cruzes

Marcar consulta

O ideal seria para alguns meses antes da cirurgia, porém acho sempre positiva a iniciativa de se parar de fumar . Não vai " atrapalhar"a cicatrização não, muito pelo contrário. Parabéns pela sua iniciativa em parar de fumar. Com sorte esta será uma oportunidade para você parar de fumar definitivamente. Além do mais, fumar durante o período pós operatório , jogando fumaça sobre uma ferida operatória, seria horrível. Nesta questão eu acho que vale o ditado: " Antes tarde do que nunca"!

  • 178
  • 67
  • 302
Dr. Sandro Sérgio Muniz da Silva Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Otorrino

Mogi das Cruzes

Marcar consulta

Ver as 10 perguntas sobre Amigdalectomia Com Ou Sem Adenoidectomia