Amigdalectomia - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Amigdalectomia

Informação sobre Amigdalectomia

A amigdalectomia é a remoção das amígdalas palatinas, devido a infecções de garganta recorrentes (amigdalite). A cirurgia é realizada sob anestesia geral e dura cerca de 30 minutos. O cirurgião remove as amígdalas através da boca, sem fazer incisões na pele. Às vezes, se os adenoides também estão afetados, a adenoidectomia é realizada na mesma operação para removê-los. Recomenda-se a cirurgia em idade precoce para uma recuperação rápida (cicatrização em duas semanas com antibióticos e analgésicos).

Possui uma dúvida concreta sobre Amigdalectomia? Pergunte aos nossos especialistas.

Os especialistas falam sobre a Amigdalectomia

Cirurgia cujo objetivo é a remoção das tonsilas palatinas ou amígdalas palatinas. Indicações: hipertrofia das amigdalas (roncos, apnéia obstrutiva do sono), amigdalites bacterianas de repetição (mais que 3 a 5 por ano nos últimos anos), halitose (mal hálito) devido a amigdalite caseosa refratária, Nefropatia por IgA, Síndrome PFAPA. Técnica: realizada também sob anestesia geral, a remoção das tonsilas se faz através da boca. Utiliza-se um instrumento para que a boca permaneça aberta e se realiza a dissecção e remoção das amigdalas. Esta dissecção pode ser realizada "a frio" (instrumentos tradicionais), sob eletrocoagulação, Coblation ou Laser, com taxas de sucesso semelhantes.
Dr. Édio Cavallaro
Dr. Édio Cavallaro Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Otorrino

|

Rio de Janeiro

Amigdalectomia é a cirurgia das amigdalas normalmente tem algumas indicalçoes: Quando apresenta hipertrofiadas ou seja aumentadas e isto incomoda a respirar,falar e comer. Quando apresenta um numero recorrente de infecções o qual atrapalhar o paciente pois toma muitas medicações, vai muitas vezes ao médico E quando apresenta acumulo de restos de comida(caseo ou caseum) e isto ocasiona mau hálito -halitose Realizo a cirurgia em um sábado pela manha e no final da tarde, se tudo ocorrer bem terá alta. É realizado dentro da boca, se cortes visíveis no pescoço e sem deslocar a mandíbula. É sob anestesia geral, solicitarei exames pré-cirúrgicos para melhor avaliação.
Dr. Paulo da Veiga Ferreira Mendes Junior
Dr. Paulo da Veiga Ferreira Mendes Junior Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Otorrino

|

Curitiba

É a cirurgia para retirada das amígdalas! REALIZAMOS EM SERRA TALHADA COM TODO EQUIPAMENTO DE PONTA. É realizada pela cavidade bucal, dura em torno de 15 a 40 minutos. A ressecção é realizada cm bisturi, laser ou eletrocautério, estando o paciente sob anestesia geral. Em geral é realizada a partir dos 3 anos de idade, em pacientes portadores de amigdalites de repetição ou roncos e respiração pela boca, com hipertrofia também da adenóide. Neste caso a cirurgia é a adenoamigdalectomia, quando se remove também a adenóide. O principal risco deste procediemento éo sangramento, porém quando os exames e avaliação pre-operatórios estão normais e o paciente não está com infecção é algo raro.
José Netto De Lima Neves
José Netto De Lima Neves Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Otorrino

|

Serra Talhada

A cirurgia das amígdalas é um dos procedimentos mais realizados no mundo. É realizada quando há infecções de repetição ou quando causa roncos ou apneias. Não há alteração da imunidade. É realizada com anestesia geral. O maior inconveniente é no pós operatório, por conta da necessidade de ingerir alimentos mais pastosos por 7 a 10 dias. A dor é bem tolerável com medicações.
Dr. Henrique Penatti

Otorrino

|

Piracicaba

A cirugia pode ajudar a melhorar o ronco, pode melhorar alguns casos de mau-hálito e pode ajudar tambem as pessoas que têm muitas infecções. Muitas vezes a cirurgia é indicada para evitar que o quadro se agrave, mas em outros casos, o objetivo é a melhora da qualidade de vida. Quais os riscos? Como qualquer procedimento, a amigdalectomia envolve alguns riscos, como os riscos da anestesia geral, hemorragia e dor no período pós operatório. Em pessoas jovens e saudáveis, o risco da cirurgia é muito pequeno, principalmente se realizada por um bom cirurgião, com um bom anestesista e em um hospital seguro.
Juliana Alves de Sousa Caixeta
Juliana Alves de Sousa Caixeta Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Otorrino

|

Anápolis

Ver mais

Tem perguntas sobre Amigdalectomia?

Nossos especialistas responderam 72 perguntas sobre Amigdalectomia.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Sim, a amigdalectomia é uma alternativa de tratamento e é a única que resolve o problema em definitivo, porém é uma cirurgia e o pós-operatório de amigdalectomia é doloroso. Se o caseum te incomodar muito, discuta com seu otorrino a possibilidade de cirurgia.

  • 60
  • 56
  • 182
Dr. Daniel Paiva de Oliveira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Otorrino

Natal

Olá Prezado(a) Paciente. Dúvida muito comum no consultório!! A retirada das amígdalas (Amigdalectomia) não tem influencia nas cordas vocais, porém pode acontecer de mudar algumas características da voz, principalmente naqueles pacientes que tem a amígdala muito grande. A voz tende a ficar mais "limpa". Pode haver rouquidão nos primeiros dias por conta da entubação (anestesia geral), mas isso normalmente é passageiro. Abraços!!

  • 60
  • 20
  • 22
Dr. Wande Gonçalves Diniz Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Otorrino

Brasília

Marcar consulta

Bom dia, já está liberado, sim.

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
  • 9
  • 5
  • 4
Dr. Fabiano Haddad Brandão Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Otorrino

São Paulo

As criptas nas amígdalas são reintrancias que podem ocorrer acúmulo de alimento e a sua fermentação.o gargarejo com croácio e listerine sem álcool e chá de roman , estão indicados . Quando a formação do caseum é em abundância o melhor seria a retirada das amígdalas ,que resolve o problema totalmente

  • 26
  • 2
  • 10
Dr. Marco Antonio Silva Couy Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Otorrino

Belo Horizonte

Marcar consulta

Ver as 72 perguntas sobre Amigdalectomia