Avaliação de marcapasso - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Avaliação de marcapasso

Os especialistas falam sobre a Avaliação de marcapasso

O marcapasso, também conhecido como dispositivo eletrônico cardíaco implantável - DCEI, é uma órtese indicada para os pacientes que apresentam bradicardia (quando o coração bate lentamente) e visa restabelecer o ritmo cardíaco através de pulsos elétricos que estimulam o coração na frequência adequada para o paciente. Estes pulsos são gerados pelo aparelho e enviados ao coração através do cabo-eletrodo. A unidade geradora do marcapasso é sutil e a técnica cirúrgica adota para seu implante é minimamente invasiva. Durante o procedimento é realizada anestesia local e sedação venosa com o objetivo de ser menos traumático possível, além de um estudo eletrofisiológico para garantir a melhor
Dr. Marcos Rosa Ferreira
Dr. Marcos Rosa Ferreira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cardiologista

|

Porto Velho

Há 8 anos atuo na área de implante e revisão de dispositivos implantáveis, mais conhecidos do público em geral como "marcapassos". Existem 3 tipos de dispositivos, que são os marcapassos propriamente ditos, os desfibriladores cardíacos e os ressincronizadores cardíacos. Na programação inicial e consultas de revisão posteriores o mais importante além de checar a integridade do sistema seria achar o melhor ajuste dos parâmetros visando especificidades de cada paciente. Ou seja, uma programação personalizada para cada indivíduo, com o objetivo de promover uma interação adequada entre "marcapasso" e o organismo da pessoa que o carrega, na tentativa de melhorar a sua qualidade de vida.
Dr. Pedro Henrique Maia Portugal
Dr. Pedro Henrique Maia Portugal Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cardiologista

|

Rio de Janeiro

Todo dispositivo cardíaco implantável necessita de avaliação clínica e eletrônica periódica. A análise destes aparelhos se chama telemetria e é feita em intervalos variados, dependendo do tipo de dispositivo e da fase do tratamento de cada paciente. Geralmente avaliamos os pacientes a cada 4 ou 6 meses, sendo que este período pode mudar no caso de intercorrências clínicas. Durante a avaliação eletrônica conferimos o nível da bateria, a integridade do sistema de estimulação e a ocorrência de arritmias através da monitorização contínua feita pelo aparelho em questão.
Dr. Vitor Fontes
Dr. Vitor Fontes Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cardiologista

|

Belo Horizonte

Consulta cardiológica periódica para portadores de dispositivos cardíacos eletrônicos implantáveis (DCEI), principalmente marcapassos cardíacos, mas também desfibriladores, ressincronizadores e monitores de eventos implantáveis. Utilizando programador eletrônico específico, semelhante a um laptop, é realizada leitura dos parâmetros e informações de programação do marcapasso, sendo possível o diagnóstico de arritmias, saber o tempo restante de bateria, comportamento e atução do marcapasso, entre muitos outros detalhes. A adequada avaliação clínica e eletrônica do marcapasso, com atenção a todos os recursos disponíveis, permite personalização do tratamento e qualidade de vida total.
Dr. Luciano Jannuzzi Carneiro

Cardiologista, Cirurgião cardiovascular

|

Santos

Pacientes portadores de marcapasso, cardiodesfibriladores ou ressincronizadores cardíacos devem passar por avaliação do seu aparelho pelo menos a cada seis meses. Essa avaliação é realizada em consultório com um programador (computador) próprio. Através dessa avaliação podemos identificar a quantidade de bateria restante e detectar possíveis problemas de funcionamento, além de podermos ajustar a programação individualmente para cada paciente. É totalmente indolor, e deve ser realizado por um cardiologista arritmologista.
Dra. Fernanda Brasiliense Ladeira
Dra. Fernanda Brasiliense Ladeira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cardiologista

|

Rio de Janeiro

Ver mais

Tem perguntas sobre Avaliação de marcapasso?

Nossos especialistas responderam 9 perguntas sobre Avaliação de marcapasso.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Seu marca-passo está estimulando outros músculos além do coração, complicação chamada de "estimulação muscular". Geralmente, essa estimulação indevida acontece quando o marca-passo está programado para emitir mais energia do que deveria. A eletricidade excedente acaba "transbordando" para outros tecidos; e, se for para um tecido muscular, o músculo se contrai. Tratar é simples: reprograme o marca-passo. Além de eliminar o desconforto, seu aparelho deixará de desperdiçar energia e durará mais tempo. Mas há outro fator que pode causar a estimulação muscular: um escape de energia por falha no isolamento elétrico do sistema implantado. Pode ser uma ligação frouxa entre o marca-passo e os cabos-eletrodos; ou uma ruptura do revestimento isolante de um cabo-eletrodo. Falhas como essas, infelizmente, são corrigidas somente por cirurgia. Conexões frouxas devem ser apertadas. Já eletrodos danificados devem ser substituídos por novos. Vá ao médico especializado em marca-passo o antes possível.

  • Obrigado 4
  • 1 especialista está de acordo
  • 8
  • 10
  • 18
Dr. Roberto Costa

Cirurgião cardiovascular

São Paulo

Após o implante do marcapasso, deve-se retornar ao consultório idealmente em 7 a 10 dias para fazer a avaliação da ferida operatória e a retirada dos pontos (fios de sutura). Após este período se a pessoa tiver clinicamente bem e não sentir nada, o retorno pode ser feito 1 vez por ano, onde verifica-se a bateria e a programação do aparelho. Entretanto, é muito importante comunicar ao médico qualquer mudança de sintoma pois assim ele orientará a necessidade de antecipar a consulta para revisão do marcapasso.

  • 17
  • 3
  • 16
Dra. Thais Pinheiro Lima

Cardiologista

São Paulo

O fio de Marca passo fissurado refere-se a fratura do eletrodo (que pode ser total ou parcial). O eletrodo é o cabo que faz a ligação entre a bateria (gerador) e o coração. Caso o diagnóstico seja confirmado, pode ser necessário a troca do eletrodo. Um abraço.

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
  • 7
  • 1
  • 7
Dr. Antonio da Silva Menezes Junior Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cardiologista, Cirurgião cardiovascular

Goiânia

A estimulação muscular ou diafragmática por causa do marcapasso cardíaco é também chamada "fuga de corrente", pois a corrente elétrica que deveria estimular apenas o músculo cardíaco acaba "fugindo" para a musculatura do abdome ou do tórax, provocando os conhecidos "pulos", que são extremamente incômodos. Diversas causas e diversas soluções podem estar envolvidas. A avaliação por telemetria, por parte do médico assistente, é sempre o primeiro passo. Uma adequada reprogramação dos parâmetros, individualizada para cada caso, costuma resolver mais de 90% dos casos. Se a estimulação muscular persiste, mesmo esgotando-se as possibilidades de reprogramação, é necessária uma avaliação mais detalhada, para definir a conduta adequada, o que deve ser feito por um médico especialista em marcapasso e dispositivos cardíacos implantáveis.

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
  • 60
  • 12
  • 51
Dr. Luciano Jannuzzi Carneiro

Cardiologista, Cirurgião cardiovascular

Santos

Ver as 9 perguntas sobre Avaliação de marcapasso