Avaliação Psicológica - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Avaliação Psicológica

Os especialistas falam sobre a Avaliação Psicológica

A avaliação psicológica é um conjunto de técnicas e entrevistas, indispensável para a construção de um diagnóstico, pois vai identificar exatamente o que está acontecendo com o paciente, suas defesas e seus recursos para superar o problema. É a partir da avaliação que será possível definir qual o melhor tratamento para aquele diagnostico. Desta forma, o psicólogo poderá trabalhar com maior segurança e eficácia, oferecendo ao paciente todos os esclarecimentos necessários sobre o que está acontecendo com ele naquele momento.
Dra. Jaqueline Figueiredo Ferreira
Dra. Jaqueline Figueiredo Ferreira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

|

Porto Alegre

A avaliação psicológica visa à compreensão objetiva de determinado fenômeno psicológico utilizando técnicas como entrevistas, observação e testes psicológicos com o intuito de subsidiar intervenções. Após a avaliação psicológica é elaborado um relatório descrevendo os resultados encontrados. No caso de pacientes com problemas de saúde, a avaliação psicológica tem como objetivo identificar os aspectos que contribuem para determinada doença (obesidade, dor, estresse) e a forma como o paciente lida com a doença com a intensão de dar suporte para que a pessoas lide de forma mais efetiva com seu problemas de saúde.
Dr. Jamir Sardá Jr.
Dr. Jamir Sardá Jr. Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo

|

Florianópolis

A avaliação psicológica quando realizada em atendimentos psicológicos, faz com que o tratamento proposto seja mais eficiente, minimizando casos de atendimentos prolongados desnecessariamente.
Maíra A. Andrade Madeira

Psicóloga

|

Nova Iguaçu

A avaliação psicológica é uma etapa que antecede a psicoterapia. Se trata de um processo cuja finalidade é compreender, de maneira profunda e mais completa possível, a personalidade de um indivíduo, e, para isso, o psicólogo pode fazer uso de diferentes técnicas, tais como entrevistas, testes psicológicos, técnicas projetivas, entre outras, para que se possa, a partir das informações coletadas, realizar o melhor encaminhamento. Além disso, também é terapêutico e algumas mudanças positivas podem ocorrer.
Gislaine Chaves
Gislaine Chaves Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

|

São Paulo

Procedimento onde é realizada inicialmente uma anamnese, para levantamento da história do paciente e, após a entrevista (anamnese), é montado uma bateria de testes, com base no que foi coletado e na queixa do paciente, para avaliação do caso. A conclusão ocorre com devolutiva e entrega do laudo, esclarecendo as duvidas colocadas no atendimento inicial. Existem vários motivos para avaliar psicologicamente um cliente: como dificuldades de aprendizagem, depressão, investigação de abuso, orientação profissional etc. Atualmente, a profissional tem buscado trabalhar com avaliação de casais, como uma forma de contribuir para o direcionamento e acompanhamento do processo em terapia de casal.
Prof. Luciana Melo da Rosa

Psicóloga

|

Fortaleza

Ver mais

Tem perguntas sobre Avaliação Psicológica?

Nossos especialistas responderam 63 perguntas sobre Avaliação Psicológica.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Olá, o tratamento psicológico não envolve uso de medicações, e sim a psicoterapia (terapia psicológica). Caso haja necessidade pode haver encaminhamento ao médico psiquiatra, que faz o tratamento com medicações. Os tratamentos psicológico e psiquiátrico na maioria das vezes são complementares, um auxilia o outro. Espero ter ajudado.

  • 25
  • 24
  • 40
Dra. Adriana Rabelo Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Goiânia

Marcar consulta

É interessante que você procure ajuda de um profissional de psicologia, para que ele lhe ajude a trabalhar essas questões que lhe angustiam e lhe trazem transtornos e prejuízos em sua vida, buscando melhorar sua auto-estima, sua auto-aceitação e auto-segurança, para que, assim você consiga seguir sua orientação sexual e enfrentar as contrariedades da melhor forma possível.

  • 3
  • 13
  • 13
Geane Cleide Viana Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Manaus

Marcar consulta

Boa noite! É importante que procure um Psicólogo/ Psicanalista para que ela possa trabalhar as angústias e o luto em relação ao namorado. Possivelmente está em um quadro de depressão

  • 4
  • 0
  • 3
Dra. Maria Christina da Costa Santos Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

Rio de Janeiro

Marcar consulta

Embora muitas pessoas associem a psicoterapia com as psicopatologias, a verdade é que ele não se limita a isso. Na psicoterapia exite espaço para se abordar assuntos íntimos de qualquer natureza e as demandas são bastante variadas. Em minha experiência algumas das motivações frequentes para se procurar a ajuda de um psicólogo são: desejo de buscar e trilhar caminhos diferentes; busca pelo autoconhecimento; desejo de melhorar a qualidade de vida; apoio em dificuldades de ordem conjugal, familiar, acadêmica ou profissional; conflitos de ordem afetivo-sexual; autoestima comprometida e inseguranças de diversos tipos etc. Acho que o simples fato de ter dúvidas se precisa ou não de ajuda psicológica já justifica marcar uma entrevista, para junto com o profissional avaliar as suas demandas.

  • Obrigado 2
  • 1 especialista está de acordo
  • 51
  • 55
  • 19
Dra. Ana Lúcia Pereira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

São Paulo

Marcar consulta

Ver as 63 perguntas sobre Avaliação Psicológica