Cirurgia Do Pterigio - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Cirurgia Do Pterigio

Os especialistas falam sobre a Cirurgia Do Pterigio

O pterígio é um espessamento vascularizado da conjuntiva (membrana transparente que recobre toda a região branca do olho) de forma triangular que se estende do ângulo interno (nasal) do olho em direção à córnea. Não é uma doença ocular infecciosa, mas pode afetar a visão caso se estenda na região central da córnea. Sintomas de Pterígio: Os principais sinais e sintomas são olho vermelho e fotofobia (sensibilidade à luz). Tratamento de Pterígio e feito através de cirurgia. No entanto, é comum a sua recorrência após a cirurgia.
Dr. Jarbas Pereira de Macedo
Dr. Jarbas Pereira de Macedo Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Oftalmologista

|

Rio Verde

Realizo exérese (retirada) de pterígio utilizando a técnica de auto transplante conjuntival, o que permite menor taxa de recidiva. É feita a retirada do pterígio e tecido nutridor do mesmo, confecção do auto enxerto e fixação com sutura ou cola biológica.
Dra. Sylvia Portugal
Dra. Sylvia Portugal Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Oftalmologista

|

Rio de Janeiro

A cirurgia do pterígio consiste em duas etapas: 1. Exérese do tecido doente (o pterígeo em si), e sua raspagem da córnea; 2. Confecção de um enxerto de conjuntiva saudável (do olho do próprio paciente) e o transplante dele para o local onde o pterígio estava inicialmente. O enxerto pode ser fixado no local através de sutura ou com cola biológica (que traz um pós operatório mais tranquilo e uma recuperação mais rápida).
Dra. Elisa Martins
Dra. Elisa Martins Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Oftalmologista

|

Recife

Na cirurgia de pterígio, buscamos e excelência com taxa de sucesso de 99,9% (recidiva de 0,01%) através de técnica moderna em que realizamos uma remoção extensa do pterígio (incluindo a parte que recobre o músculo ocular) e a realização de transplante de conjuntiva extenso. Essa técnica, aprendida com Prof. Lawrence Hirst (Australia Pterygium Center), permite indicar a cirurgia com fins estéticos e não somente em casos avançados que comprometem a visão. Nos casos em que houve recidiva do pterígio, os resultados também são excelentes.
Dr. Fernando Zeitounian
Dr. Fernando Zeitounian Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Oftalmologista

|

São Paulo

Ver mais

Tem perguntas sobre Cirurgia Do Pterigio?

Nossos especialistas responderam 429 perguntas sobre Cirurgia Do Pterigio.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Normalmente isso ocorre por que , durante a cirurgia, delaminamos a córnea que é uma estrutura extremamente sensível, com uma grande quantidade de terminações nervosas. Até que ela se recupere é comum algum desconforto e ardência, assim como produção de secreção. De qualquer maneira é interessante conversar com o seu médico para melhor avaliar aspecto e quantidade da secreção, para descartar qualquer infecção no pós operatório.

  • 66
  • 50
  • 229
Dra. Luciana Sendra Radler de Aquino Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Oftalmologista

São Paulo

Não é comum estar com a visão embaçada. Entretanto se o pterígio era muito grande, pode ter acontecido uma mudança de grau. Pode ser que esteja ficando com olhos ressecados ou ainda uma serie de outros fatores que possam provocar o embaçamento. Recomendo voltar ao seu oftalmologista e relatar sua duvida.

  • 154
  • 157
  • 273
Dr. Marcio Adriano Gomes Ferreira

Oftalmologista

Palmas

Uma semana após a retirada dos pontos.

  • 49
  • 11
  • 21
Dra. Andréia Lima Lopes Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Oftalmologista

Rio de Janeiro

Marcar consulta

Boa tarde! Acho que vc quiz dizer granuloma né isso? Pois bem! É comum o aparecimento de granuloma nas cirurgias de pterígio na qual não é realizado o transplante conjuntival, não significa que a cirurgia deu errado ou foi mal feita, é uma reação da esclera exposta. A nova cirurgia é indicada sim, porém bem simples, somente para a retirada desse cisto granulomatoso que cresceu no local.

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
  • 8
  • 1
  • 3
Dra. Juliana Franca Machado Costa Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Oftalmologista

Aracaju

Marcar consulta

Ver as 429 perguntas sobre Cirurgia Do Pterigio