Eletroterapia - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Eletroterapia

Os especialistas falam sobre a Eletroterapia

A eletroterapia é uma modalidades que auxilia na diminuição da dor, ganho de força muscular, no reparo dos tecidos diminuindo inflamação, melhorando a circulação e trazendo benefícios para a área afetada.
Dr. João Pedro Leite

Fisioterapeuta, Terapeuta complementar

|

Vitória da Conquista

A eletroestimulação pode ser usada para a reeducação dos músculos do assoalho pélvico principalmente nas pessoas com dificuldade para realizar a contração perineal. Tem indicação, também, nos casos de bexigas hiperativas.
Rita Kátia Scupino
Rita Kátia Scupino Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Fisioterapeuta

|

Curitiba

Correntes elétricas de baixa intensidade vem sendo utilizada há mais de 50 anos como terapia. O estímulo elétrico promove uma ação neuromotora em forma de contração muscular, independente da vontade do indivíduo. O que facilita o aprendizado dos exercícios. Essa ação é fundamental em mulheres que têm dificuldade em saber aonde se localiza o seu assoalho pélvico, em decorrência de partos normais traumáticos ou por desconhecimento. A Eletroterapia também pode ser usada para neuromodular a bexiga hiperativa e para analgesia, nos casos de dor.
Carolina Barreto
Carolina Barreto Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Fisioterapeuta

|

Salvador

A eletroterapia é usada de uma forma ampla na fisioterapia pélvica.Podemos utilizar para fortalecimento/ relaxamento muscular,despertar da musculatura, estimular a circulação, inibição e eliminar a dor. Utilizamos vários tipos de eletrodos: superficiais e intracavitários( vaginal/anal).
Luciola Franco Duarte Graciose
Luciola Franco Duarte Graciose Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Fisioterapeuta

|

Lauro de Freitas

Ver mais

Tem perguntas sobre Eletroterapia?

Nossos especialistas responderam à seguinte pergunta sobre Eletroterapia:

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Sim as ondas de choque ainda fazem parte da eletroterapia. Qualquer dúvida me coloco à disposição

  • 258
  • 103
  • 243
Vinicius Azambuja Teixeira dos Santos Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Fisioterapeuta

Rio de Janeiro