Exame ginecológico - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Exame ginecológico

Informação sobre Exame ginecológico

O que é um exame ginecológico?

Nas diversas especialidades de exames de medicina é melhor tentar corrigir o paciente e obter dados para orientar o diagnóstico de sua condição, assim, por exemplo quando uma pessoa tem a sensação de fadiga, o médico irá ouvir os pulmões para ver o grau de envolvimento ou o local principal do seu problema.

Quando as mulheres vão ao ginecologista por quaisquer problemas relacionados a seu trato genital, o especialista deve submeter a um exame que é um reconhecimento dos genitais externos, vagina e colo do útero ou do útero.

Para explorar a vagina e o colo do útero, é necessário introduzir um instrumento chamado espéculo, é um pequeno  bico de pato de metal, que quando aberto no interior da vagina revela o colo do útero.  Assim, pode ser visto a partir de um ponto de vista macroscópico e ver um eventual prejuízo da parede vaginal.

A segunda parte do exame ginecológico é a introdução dos dedos indicador e médio dentro da vagina da mulher, colocando a outra mão sobre o abdome inferior, para, explorar o útero e os ovários, recebendo informações sobre a forma, posição e tamanho, bem como a sua consistência e mobilidade.

Por queesse exame é diferente  de qualquer outro?

O principal problema com esta exploração é a vergonha e constrangimento que a paciente manifesta. Este sentimento é lógico e compreensível, dada a posição que você tem que levar a mulher ea natureza íntima de exploração. No entanto, o melhor conselho que você pode dar é fazer o esforço necessário para relaxar,  porque cada uma das intervenções que temos explicado anteriormente.

Este, provavelmente, tem sua explicação lógica, porque quando uma mulher contrai os músculos da pelve também fazer, o que causa o travamento do espéculo nas paredes da vagina, causando mais desconforto.

Para as mulheres mais velhas, na pós-menopausa, ou não regularmente mantido relações sexuais desconforto, pode ser maior devido à falta de elasticidade apresentado, caso em que o praticante utiliza lubrificante no espéculo para melhor deslizar na vagina.

Portanto, a melhor coisa que a mulher deve a pensar sobre ir ao ginecologista, é que será submetida a um exame normal e necessário e que a exploração do médico é valiosa. Por seu turno, o médico não deve esquecer o que isso pode significar para o paciente.

Quando deve ser feito o primeiro exame ginecológico?

Toda mulher deveria passar por um exame ginecológico, quando  começa a ter relações sexuais e, claro, quando apresentar qualquer problema de origem ginecológica.

Uma virgem pode ser explorado ginecologista?

Sim, mas com as seguintes diferenças: o espéculo será menor, e tanto quanto o hímen não vai permitir isso, e como por palpação bimanual (com ambas as mãos) é realizada através da inserção de um dedo na vagina, enquanto o outro é colocado no reto, para descartar anormalidades da genitália interna.

Possui uma dúvida concreta sobre Exame ginecológico? Pergunte aos nossos especialistas.

Os especialistas falam sobre a Exame ginecológico

Um dos exames ginecológicos é o exame de Papanicolau também chamado de “Colpocitologia Oncótica” é realizado com o objetivo de prevenção do câncer do colo do útero, diagnosticando possíveis alterações no colo uterino e na vagina. Este exame visa detectar a presença e ausência de células neoplásicas ou sinais de malignidade. Recomenda-se repetir o exame anualmente, principalmente em mulheres com atividade sexual presente. Fazendo assim, a mulher estará se prevenindo de uma ocorrência que aparece com frequência por falta de prevenção adequada. O exame físico ginecológico inclui o exame com o espéculo vaginal, de toque digital vaginal e o exame clínico das mamas.
Dr. Roberto Buenfil de Faria
Dr. Roberto Buenfil de Faria Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

São Paulo

Nas minhas consultas além de um atendimento completo da mulher o exame ginecológico é completo porque incluo também o exame de Colposcopia em todas as minhas paciente. Atendimento especial para pessoas especiais.
Dra. Natalia Gama
Dra. Natalia Gama Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

Rio de Janeiro

Você sabia que as adolescentes devem passar regularmente no ginecologista? Mesmo antes do início da vida sexual e menstrual? Diversos são os tópicos a serem abordados em uma consulta nessa faixa etária, como estatura, mudanças no corpo, padrão menstrual, anticoncepção e muitas outras.
Dra. Marina De Paula Andres
Dra. Marina De Paula Andres Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

São Paulo

A partir da puberdade (com a chegada da primeira menstruação), toda mulher que teve ou tem vida sexual ativa e mulheres da terceira idade devem passar ao menos uma vez no ano em um Ginecologista. Os exames a serem realizados para rastreio e prevenção da mulher dependem muito da idade mas, a realização do exame clínico - exame pélvico, exame de toque vaginal e coleta de Papanicolau é essencial para grande maioria das pacientes. Não procure seu Ginecologista apenas quando aparecerem sintomas. Consulte-o anualmente para prevenção e tirar dúvidas sobre sua saúde.
Dra. Liliane Miyuki Sato
Dra. Liliane Miyuki Sato Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

São Paulo

O exame ginecologico consiste na avaliação das mamas, órgãos genitais externos (vulva), órgão genital internos(Vagina e colo uterino) através do exame especular. É de suma importancia a realização do exame clínico, pois apenas com exames de imagens não conseguimos chegar a um diagnóstico completo. Portando toda consulta ginecologica precisamos examinar.
Dra. Maria Cândida Pinheiro Baracat
Dra. Maria Cândida Pinheiro Baracat Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

São Paulo

Ver mais

Tem perguntas sobre Exame ginecológico?

Nossos especialistas responderam 186 perguntas sobre Exame ginecológico.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Não existe método perfeito, a paciente deve discutir com seu ginecologista, pois é necessário uma boa avaliação antes de se adotar um método.

  • 110
  • 17
  • 97
José Domingos Silvestrini

Ginecologista

Osasco

O exame ginecológico mais utilizado para detectar cisto no ovário é a ultra-sonografia pélvica geralmente via transvaginal. Ela pode detectar pequenos cistos ovarianos imperceptíveis ao exame físico clínico de toque ginecológico. Em alguns casos mais complicado ou duvidoso poderá ser solicitado também uma exame de imagem como a Tomografia ou até mesmo a Ressonância Magnética.

  • 706
  • 707
  • 1039
Dr. Roberto Buenfil de Faria Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

São Paulo

Marcar consulta

Olá. O coito interrompido é um método de anticoncepção com grande taxa de falha. Com certeza existe o método anticoncepcional ideal para você. Você pode discutir com o seu médico este método: comprimido, injeção, adesivo, anel vaginal, DIU de cobre, DIU hormonal, implante. O seu médico irá avaliar as suas expectativas, indicações e contra-indicações ao método. Agende a sua consulta. Se sua menstruação é regular e você está com atraso menstrual, faça um teste de gravidez. Você será considerada grávida apenas se o teste for positivo. Se você estiver com atraso mas teste de gravidez negativo você deverá investigar a causa do atraso mas não deve ser gravidez. Converse com o seu médico. Discuta a sua anticoncepção. Faça o teste de gravidez

  • 2490
  • 1373
  • 1564
Dr. Heitor Leandro Paiva Rodrigues Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Ribeirão Preto

Olá. O fato de você ter um ciclo menstrual de 35 dias significa que você tem um ciclo menstrual regular e possivelmente ovulatório. Este não deve ser um problema para uma futura gravidez. No entanto, esse escape menstrual antes do início da menstruação merece investigação. Alterações uterinas como infecção, mioma, pólipos e adenomiose devem ser investigadas. Disfunções hormonais com alterações das tireoide, síndrome do ovário policístico deverão ser avaliadas. Para isso, o exame físico do seu médico é muito importante e exames laboratoriais e ultrassom deverão ser solicitados. Se você tiver alterações hormonais ou no útero, elas podem dificultar a gravidez. Agende uma consulta com o seu médico. Esclareça suas dúvidas. Se estiver tentando engravidar, use o ácido fólico.

  • 2490
  • 1373
  • 1564
Dr. Heitor Leandro Paiva Rodrigues Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Ribeirão Preto

Ver as 186 perguntas sobre Exame ginecológico