Exerese De Cisto Branquial - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Exerese De Cisto Branquial

Os especialistas falam sobre a Exerese De Cisto Branquial

O cisto branquial é um erro da formação dos tecidos do pescoço e ocorre ainda durante a gestação. Torna-se sintomático usualmente durante a infância quando em função de sua infecção aumenta de tamanho e volume, causando abaulamento do contorno do pescoço. Nesta fase usualmente inflama e tem dor local associado. Por ser um tecido fora do lugar o tratamento envolve a retirada cirurgia do cisto. O procedimento cirúrgico é simples e altamente resolutivo.
Dr. Murilo Catafesta das Neves
Dr. Murilo Catafesta das Neves Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião de cabeça e pescoço

|

São Paulo

Malformação frequente do pescoço originada no período fetal durante a formação da face e pescoço, que ocorre da união de estruturas como arcos os quais se fecham. Entre os arcos, há sulcos e bolsas branquiais. Alterações no desenvolvimento destes sulcos e bolsas podem causar cistos e fístulas branquiais. O cisto branquial surge como nódulo macio na lateral do pescoço de crianças e adolescentes. Às vezes, aparece em adultos e nestes casos é importante um rigoroso diagnóstico diferencial entre cisto branquial e manifestação de alguma doença maligna. Relato do paciente e exame clínico durante a consulta e ultrassonografia podem ser suficientes para o diagnostico e o tratamento é por cirurgia.
Dra. Maria Cristina Matteotti Geraldo
Dra. Maria Cristina Matteotti Geraldo Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgiã de cabeça e pescoço

|

São Paulo

Tem perguntas sobre Exerese De Cisto Branquial?

Nossos especialistas responderam 79 perguntas sobre Exerese De Cisto Branquial.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

É esperado uma pequena saída de secreção pela ferida operatória nos primeiros dias, até porque, muitas vezes a cirurgia sofre contaminação devido a secreção presente dentro do cisto contaminado. Sugiro que se perdurar a saída de secreção, procure o especialista que operou sua filha. Ele poderá lhe responder e acompanhar o caso de forma adequada e bem mais fidedigna.

  • 177
  • 86
  • 262
Dr. Teylor Pedro Gerhardt Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião de cabeça e pescoço

Goiânia

A cirurgia para retirada do cisto branquial na maioria de sua vezes, é realizada com o paciente sob anestesia geral, em intubação orotraqueal. Durante a mesma, o cisto é ressecado, e dependendo de sua localização, estruturas como nervos e vasos devem ser isolados para segurança durante a remoção do cisto. A decisão da drenagem ocorre no intraoperatorio, a depender de potencial de formação de coleções ou por segurança em vigiar potenciais sangramentos. Na maior parte dos casos,os pacientes permanecem um a dois dias internados após a cirurgia.

  • 9
  • 7
  • 14
Dr. Gilberto Mendes Menderico Jr Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião de cabeça e pescoço

São Paulo

Difícil responder sem examinar. As hernias umbelicais são , na grande maioria benignas e fecham até 2 anos. Agora o ponto é aproveitar a anestesia e fazer os dois procedimentos juntos. Converse com o pediatra, nesses momentos o seu médico de confiança é quem pode te orientar.

  • 39
  • 6
  • 6
Dra. Angela Esposito Ferronato Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Pediatra

São Paulo

Marcar consulta

A cirurgia para ressecção de cisto branquial é um procedimento relativamente simples, e raramente ocorre qualquer tipo de complicação. Como há a necessidade de anestesia geral sempre existem os riscos decorrentes da anestesia, além disso há os riscos comuns de qualquer procedimento cirurgico como sangramento e infecção.

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
  • 20
  • 7
  • 7
Dr. Ruy Gomes Neto Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião de cabeça e pescoço

Rio de Janeiro

Marcar consulta

Ver as 79 perguntas sobre Exerese De Cisto Branquial