Perguntas sobre Fechamento De Comunicacao Interatrial

Tem perguntas sobre Fechamento De Comunicacao Interatrial?

Nossos especialistas responderam 3 perguntas sobre Fechamento De Comunicacao Interatrial.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Perguntas sobre Fechamento De Comunicacao Interatrial

3Perguntas

6Respostas

2Especialistas de acordo

3Pacientes agradecidos

Sim, a antibioticoterapia não interfere com a frequencia cardíaca. A frequencia cardiaca pode ser baixa naturalmente, por anos de exercício físico ou por uso de medicamentos betabloqueadores para o coração.

  • 7
  • 4
  • 7
Izabela Jamal Guedes

Cardiologista

Santo André

Ver as 3 respostas

A retirada total ou parcial do timo quase sempre acontece nesse tipo de cirurgia. Isso é necessário para que o cirurgião tenha um melhor acesso ao coração, já que o timo de uma criança de 8 meses é bem desenvolvido.

  • 29
  • 15
  • 17
Renata Mattos Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cardiologista

Rio de Janeiro

Ver as 2 respostas

Olá, apesar de voce citar que fez uma cirurgia cardiaça em 2007, voce nao dá detalhes, que possam ajudar, o que lhe posso dizer é: se sua cirurgia foi realizada dentro das indicaçoes médicas adequadas, voce deveria estar bem e nao ter sintomas de falta de ar, apos tanto tempo assim, sugiro que procure um cardiologista o mais breve , faça um novo ecocardiograma, porque só assim poderá ter resposta ao seu problema

  • 130
  • 64
  • 229
Dr. Luis Fernando Barone Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cardiologista

Piracicaba

Marcar consulta

Perguntas relacionadas

Outras perguntas respondidas por especialistas da Doctoralia: