Histerectomia Vaginal - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Histerectomia Vaginal

Os especialistas falam sobre a Histerectomia Vaginal

A histerectomia é a cirurgia ginecológica mais realizada no mundo. Várias doenças podem acometer o útero e levar a necessidade de retirada deste órgão. A alteração mais frequente é, sem dúvida, a leiomiomatose (também conhecida como miomatose) uterina, que é uma patologia benigna. A via vaginal é a via preferencial para a extração deste orgão por apresentar menor risco cirúrgico para a paciente, uma menor hospitalização e uma mais rápida recuperação e retorno a vida normal. Esta cirurgia deve ser realizada pelo especialista uroginecologista.
Dr. Heitor Leandro Paiva Rodrigues
Dr. Heitor Leandro Paiva Rodrigues Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

Ribeirão Preto

Em nossa opinião, a recuperação mais rápida de uma cirurgia está relacionada a uma técnica minimamente invasiva capaz de resolver a moléstia em questão. No caso da histerectomia (retirada do útero), alguns precedimentos se destacam, como histerectomia vaginal sem corte no abdome), histerectomia assistida videolaparoscopicamente, histerectomia videolaparoscópica e histerectomia abdominal (com corte no abdome). A escolha do método depende de alguns fatores técnicos e deve ser discutida com o ginecologista. Nossa escolha é decidida no bem estar da mulher e na cura de sua doença.
Paulo Batistuta Novaes
Paulo Batistuta Novaes Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

Vitória

Tem perguntas sobre Histerectomia Vaginal?

Nossos especialistas responderam 36 perguntas sobre Histerectomia Vaginal.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Não se retira o útero por histeroscopia. Pode-se realizar procedimentos como: retirar pólipos e miomas.

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
  • 112
  • 25
  • 333
Dra. Lana de Lourdes Aguiar Lima Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Manaus

Marcar consulta

Além do que já foi dito, é importante saber, que a recuperação após uma histerectomia vaginal é muito mais rápida e com muito menos dor que a histerectomia abdominal, como já foi dito, tem indicação precisa e contraindicações, e por isso tem que ser muito bem avaliada.

  • 101
  • 21
  • 63
Dr. Silvio Halpern Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

São Paulo

Marcar consulta

Geralmente apos 15 dias, se boa evolução, esta liberada. Ver com o medico assistente a opniao dele

  • 228
  • 23
  • 128
Dr. Felipe Lima Monteiro Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião geral, Oncologista

Fortaleza

Marcar consulta

Em geral, 30 a 45 dias após a cirurgia, a paciente é liberada para reiniciar atividade sexual e atividade fisica leve a moderada. Eventualmente, as cirurgias podem tem alguma particularidade e necessitar um período mais longo. Se for necessário, seu médico dirá na consulta de revisão pós-operatória. Um abraço Dra Ana Paula

  • 8
  • 6
  • 5
Dra. Ana Paula Moura Moreira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Porto Alegre

Ver as 36 perguntas sobre Histerectomia Vaginal