Implante de marcapasso epicardico definitivo - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Implante de marcapasso epicardico definitivo

Tem perguntas sobre Implante de marcapasso epicardico definitivo?

Nossos especialistas responderam 4 perguntas sobre Implante de marcapasso epicardico definitivo.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

A troca de gerador é detectada através das medições que podem ser realizadas por técnico ou pelo médico. Existem outras causas, e não apenas o fim da bateria, para troca do marcapasso (por exemplo: mudança do tipo de aparelho - troca de marcapasso por desfibrilador por exemplo.).

  • 240
  • 109
  • 1229
Dr. Fabio Gomes da Conceição

Cardiologista, Médico clínico geral

São Paulo

Pessoas que apresentam bradicardias malignas, dissincronia cardíaca, ou riscos de morte súbita (por taquicardia ventricular sustentada ou fibrilação ventricular) têm grandes chances de precisar implantar um marca-passo definitivo para solucionar seu problema. O marca-passo é um aparelho pequeno, leve e seguro (próprio para ser instalado dentro do corpo) que, por meio de fios chamados de cabos-eletrodos, transmite pulsos elétricos ao coração e, assim, acerta seus batimentos. Existem três tipos: o marca-passo simples, para as bradicardias; o marca-passo com ressincronizador, para a dissincronia cardíaca; e o marca-passo com desfibrilador, para quem tem risco de morte súbita. Este último, também conhecido pela sigla CDI, de "cardioversor-desfibrilador implantável", detecta arritmias ventriculares letais, e dispara choques de alta energia para salvar a vida de seu portador.

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
  • 7
  • 8
  • 17
Dr. Roberto Costa Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião cardiovascular

São Paulo

Marcar consulta

O marca-passo é composto de um gerador e por cabos de condução (eletrodos) que vão até o coração. Se o eletrodo vai por dentro das veias é chamado endovenoso. Se é colocado diretamente sobre o músculo cardiaco é chamado epimiocárdico.

  • 22
  • 2
  • 26
Dr. Ricardo Schneider

Cirurgião cardiovascular

Curitiba

O marca-passo cardíaco é um pequeno aparelho que corrige as batidas do coração. Feito de material próprio para ser acomodado dentro do corpo, o marca-passo (pacemaker em inglês) funciona a bateria e é chamado tecnicamente de Dispositivo Cardíaco Eletrônico Implantável (DCEI). Existem três tipos: o marca-passo simples, para as bradicardias; o marca-passo com ressincronizador, para a dissincronia cardíaca; e o marca-passo com desfibrilador, para quem tem risco de morte súbita. Geralmente alojados no tórax -- em alguns casos, no abdome -- e conectados ao coração, esses aparelhos têm função principal de acertar os batimentos quando há algum descompasso. Além disso, monitoram continuamente o desempenho cardíaco. Medem, por exemplo, quantas arritmias a pessoa teve; ou, ainda, quantas vezes foi necessário interferir nas batidas. O médico tem acesso a esses dados. Assim, os marca-passos tratam arritmias e também auxiliam os cardiologistas a avaliar, com precisão, o coração de seus pacientes.

  • Obrigado 3
  • 1 especialista está de acordo
  • 7
  • 8
  • 17
Dr. Roberto Costa Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião cardiovascular

São Paulo

Marcar consulta

Ver as 4 perguntas sobre Implante de marcapasso epicardico definitivo