Miomectomia - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Miomectomia

Os especialistas falam sobre a Miomectomia

Miomas são tumores benignos que se desenvolvem na parede muscular do útero. Por volta de 50% das mulheres brasileiras apresentarão miomas, na maioria das vezes sem sintomas algum. Quando presentes, os sintomas costumam ser: sangramento menstrual em maior volume, cólica menstrual, dor em baixo ventre, infertilidade e complicações na gravidez. Nesses casos o tratamento é cirúrgico. A miomectomia, retira somente o mioma com preservação do útero. Pode ser por vídeolaparoscopia, histeroscopia, ou na pior das hipóteses por laparotomia (corte). Quando não há desejo de engravidar, o procedimento mais comum para tratamento das mulheres com sintomas é a histerectomia (retirada do útero).
Dr. Vinicius Medina Lopes
Dr. Vinicius Medina Lopes Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

Brasília

Na miomectomia retiramos somente os miomas do útero. Dependendo da localização e tamanho, temos 3 principais via de cirurgia. Se o mioma estiver crescendo dentro da cavidade uterina, devemos realizar à miomectomia histeroscópica. Se o mioma estiver crescendo para fora da parede uterina, mioma subseroso, podemos realizar à miomectomia laparoscópica. Se forem múltiplos miomas e/ou miomas volumosos, podemos realizar à miomectomia laparotomica, que é a cirurgia com a cicatriz abdominal horizontal, ou vertical, se o mioma for muito grande, semelhante a uma gravidez.
Dra. Michelly Azevedo Da Motta
Dra. Michelly Azevedo Da Motta Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

Rio de Janeiro

Cirurgia indicada em pessoas com miomatose uterina com repercussões não tratáveis por meio clínico e que possuem desejo reprodutivo futuro. Embora a maioria dos casos possa ser realizada por laparoscopia, algumas particularidades podem levar a opção de cirurgia aberta. Importante sempre ser avaliado por um profissional capacitado nas duas vias.
Dr. Daniel Pereira Mandarino
Dr. Daniel Pereira Mandarino Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

Curitiba

Miomectomia é a cirurgia realizada para retirada dos miomas do útero da mulher preservado desta manira o futuro menstrual e reprodutivo. Este tratamento pode ser feito pela via abdominal (corte de cesárea), laparoscópica ou histeroscópica a do posicionamento e números de miomas. Mulheres que ainda não têm filhos ou aquelas que não desejam retirar seu útero por algum motivo, podem se beneficiar desta técnica.
Dr. Marcos De Lorenzo Messina
Dr. Marcos De Lorenzo Messina Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

São Paulo

Ver mais

Tem perguntas sobre Miomectomia?

Nossos especialistas responderam 92 perguntas sobre Miomectomia.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Neste seu caso se o útero não está de volume muito aumentado somente o mioma intramural de 3cm pode não justificar a menstruação abundante e sim ela estar ocorrendo devido você já ter feito a laqueadura tubárea que em alguns casos pode causar futuramente um quadro de piora da menstruação com irregularidade menstrual, aumento da quantidade do fluxo menstrual ou do número de dias de sangramento. Converse com seu médico.

  • 798
  • 728
  • 2204
Dr. Roberto Buenfil de Faria Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

São Paulo

Marcar consulta

Essas queixas de perda de urina não estão relacionados com a cirurgia... algumas causas são: diabetes, infecção urinária e obesidade. Além disso pode ser alteração anatômica-funcional. Por isso deve ser avaliada pelo médico. De preferência pelo médico que realizou a cirurgia.. e após... fazer exames, um deles seria estudo urodinâmico... a disposicao.

  • 1853
  • 350
  • 2750
Dr. Welly Chiang Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

São Paulo

Marcar consulta

Olá. Sempre siga as orientações pré e pós-operatórias do seu médico. Esclareça suas dúvidas. Discuta o seu tratamento. O mioma é um tumor benigno do útero, com risco de malignidade muito baixo e presente em 40 a 80% das mulheres. Apenas 20% das mulheres com miomas apresentam algum sintoma e necessitam de algum tratamento, como sangramento uterino anormal, cólicas menstruais, dor pélvica, dor na relação sexual, infertilidade, etc. Ter miomas não é igual a fazer cirurgia. Se você não sente nada, nenhum tratamento será necessário. O mioma subseroso não provoca irregularidade menstrual. Mas miomas subserosos de grandes dimensões como o seu podem provocar aumento do volume abdominal e dor pélvica. As medicações anticoncepcionais e hormonais não farão o mioma regredir ou desaparecer. É possível para os miomas fazer a retirada apenas do mioma e preservar o seu útero. Para o mioma subseroso, o risco de retirada inadvertida do útero é baixo. Converse com o seu médico. Esclareça suas dúvidas.

  • 7042
  • 2734
  • 6608
Dr. Heitor Leandro Paiva Rodrigues Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Ribeirão Preto

Olá. A adenomiose é uma doença benigna do útero. Cursa com irregularidade menstrual e cólicas menstruais. Nem todos os casos de adenomiose precisam de cirurgia. As medicações anticoncepcionais e hormonais podem ser usadas no controle do sangramento e das cólicas menstruais, desde pilulas, injeção, implante, DIU hormonal, anel vaginal, adesivo, etc.. A embolização de artérias uterinas também é uma alternativa para a adenomiose. Na falha do tratamento medicamentoso, a cirurgia deverá ser considerada. Nunca inicie uma medicação hormonal sem a ajuda do seu médico. Nem todas as mulheres pode usar qualquer medicação hormonal. Essas medicações podem estar associadas a eventos graves como trombose. Sempre siga as orientações do seu médico. Esclareça suas dúvidas. Discuta o seu tratamento. Com certeza o seu médico está fazendo o melhor por você.

  • 7042
  • 2734
  • 6608
Dr. Heitor Leandro Paiva Rodrigues Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Ribeirão Preto

Ver as 92 perguntas sobre Miomectomia