Psicanálise - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Psicanálise

Informação sobre Psicanálise

Método de investigação da mente, com base nas teorias do neurologista Sigmund Freud, que faz referência a uma forma de fazer psicoterapia. O analista é responsável por detectar os conflitos internos de seu paciente procurando a causa de suas emoções e comportamento em memórias do passado enterradas no inconsciente através da conversação.

Possui uma dúvida concreta sobre Psicanálise? Pergunte aos nossos especialistas.

Os especialistas falam sobre a Psicanálise

Psicanálise é um ramo clínico teórico que se ocupa em explicar o funcionamento da mente humana, ajudando a tratar distúrbios mentais e neuroses. O objeto de estudo da psicanálise concentra-se na relação entre os desejos inconscientes e os comportamentos e sentimentos vividos pelas pessoas. A psicanálise atua de modo totalmente independente na psicologia, sendo esta última uma ciência responsável por estudar os processos mentais e o comportamento humano. A psicanálise, por outro lado, consiste num método de estudo terapêutico (psicoterapia) específico, que se foca na interpretação dos processos da psique no nível do inconsciente humano, com a intenção de tratar distúrbios mentais ou neuroses.
Cladismari Zambon
Cladismari Zambon Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

|

São Paulo

Psicanálise contemporânea - É necessário colocar os diversos modelos em diálogo, esclarecê-los, inseri-los no contexto do pensamento de forma mais global e adequada a atender a demanda dos pacientes que procuram o consultório. Hoje nos apoiamos em vários modelos de psicanálise que se constituíram a partir de considerações diferentes e que resultaram em estruturas diferentes. Autores como Freud, Klein, Lacan, Bion, Winnicott e tantos outros, representam um enriquecimento teórico-prático indiscutível. O Trabalho terapêutico consiste em pensar a interação entre os modelos e como estas ferramentas auxiliam o paciente em seu processo de autoconhecimento.
Dra. Betânia Tassis
Dra. Betânia Tassis Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

|

Rio de Janeiro

A psicanálise é indicada para todas as pessoas que têm uma demanda ou questão, ou seja, algo que causa sofrimento para o indivíduo. No tratamento psicanalítico não existem padrões de normalidade a serem almejados, busca-se, por meio de uma escuta atenta e bem treinada, trabalhar de acordo com a individualidade de cada um. Neste método, a autonomia do paciente é sempre respeitada, visto que, somente desta forma cada indivíduo poderá encontrar a melhor solução para a redução ou eliminação de seu sofrimento sem ficar preso a padrões pré-estabelecidos pela cultura, sociedade e/ou grupo de amigos e familiares. O tempo de tratamento busca respeitar a vontade e o tempo subjetivo de cada um.
Carolina Ribeiro dos Santos
Carolina Ribeiro dos Santos Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

|

Curitiba

A Psicanálise, fundada por Sigmund Freud, tem por seu principal objeto de estudo o inconsciente. O trabalho psicanalítico oferece a oportunidade ao sujeito de acessar aspectos desconhecidos de sua mente, de seu funcionamento psíquico e assim poder melhor lidar com as questões que por tanto tempo trouxeram dificuldades para si próprio.
Mariana Sandoval Gordilho
Mariana Sandoval Gordilho Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

|

Salvador

Muitas pessoas se confundem quando tentam compreender qual é a diferença entre psicologia e psicanálise. A psicologia é um grande campo de estudo e dentro desse campo existem divisões, formas diversas de compreender o sofrimento e o ser humano. A psicanálise é uma dessas abordagens que compõem a psicologia. Existem outras. A psicanálise, especificamente, tem como objeto de estudo o inconsciente. Reconhecemos sua existência e no processo de análise buscamos compreender como esse inconsciente se estrutura em cada sujeito e, a partir disso, como ele determina e influencia nossa maneira de viver.
Flávia Pachiega
Flávia Pachiega Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

|

Curitiba

Ver mais

Tem perguntas sobre Psicanálise?

Nossos especialistas responderam 14 perguntas sobre Psicanálise.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Olá. Eu entendo que um bom psicoterapeuta, ou psicanalista, é aquele que você se sente à vontade para falar de si, e sente que te compreende e é capaz de te ajudar no que você precisa. E isto só dá pra saber no contato com ele. Em geral, na primeira consulta você já sente isto. Sugiro que você pense se tem preferencias e o que te deixaria mais à vontade (homem, mulher, tipo de formação ou especialização, com muita experiência clinica ou não, valor que você pode/quer dispender no atendimento), e busque um com localização próxima da sua casa ou do seu trabalho, ou de fácil acesso para você, pois o processo terapêutico costuma ser de encontros semanais. Espero ter ajudado!

  • 16
  • 17
  • 12
Heloisa Hanada Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

São Paulo

Marcar consulta

Gosto muito da Psicanálise não desfazendo das outras linhas, porque vai ouvir muito vc e trabalhar sobre a questão que esta te incomodando, e o foco quem vai fazer é o paciente.

  • 5
  • 7
  • 9
Dra. Barbara Sales Teonacio Bezerra Da Silva

Psicanalista, Psicóloga

Recife

Olá! Olha, a psicanálise não opera na lógica de excluir sintomas, mas sim de gerar um nível de compreensão dos conflitos que estão associados à produção dos mesmos, através da fala livre do paciente e do manejo que o/a psicanalista faz com o que ele traz. Com o processo, o paciente pode encontrar formas diferentes de lidar com suas questões sem ser pela via do sintoma.

  • 32
  • 61
  • 18
Alânia Diógenes Holanda Saldanha Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Fortaleza

Marcar consulta

Parece que ficou uma questão mal elaborada ai, você deve ter se sentido um tanto esquecida e estar vivendo um grande vazio, afinal era uma relação estruturante para você que abruptamente se desfez. Creio que seria bom sim procurar outro analista, recomeçar e isso talvez seja bom para o seu processo, afinal é outra relação, outro ponto de vista. sei que sente um pouco de desmotivação de "poxa, começar a falar de mim novamente do 0", mas uma ou duas sessões isso passa e a analise começa a fluir. Não desista!

  • 296
  • 184
  • 133
Mariana Pavani Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

Campinas

Marcar consulta

Ver as 14 perguntas sobre Psicanálise