Terapia de Família - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Terapia de Família

Os especialistas falam sobre a Terapia de Família

É uma terapia realizada em grupo de modo a construir e desenvolver o diálogo entre os membros familiares e assim ajudar na resolução de problemas, desenvolvendo comportamentos mais saudáveis. Entre os principais objetivos da terapia familiar estão: promover o autoconhecimento em nível individual e familiar; favorecer mudanças construtivas de forma a harmonizar o ambiente familiar; compreender a importância do diálogo e do respeito ao outro; compreender o papel de cada indivíduo no bom funcionamento da dinâmica familiar; aumentar a responsabilidade pessoal; reconhecer os padrões que geram os comportamentos...
Jonathan Mazetti Lopes da Silva
Jonathan Mazetti Lopes da Silva Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo

|

Uberaba

A terapia de família traz o cuidado psicológico para todos os membros da família que estão vivenciando alguma questão ou alguma dificuldade relacional, ao invés do cuidado ficar restrito somente a um individuo. O objetivo é tornar funcional a comunicação entre os membros da família, de forma a facilitar a comunicação das necessidades e limites de cada um em torno das questões vivenciada por eles. O terapeuta atua como parte do sistema familiar, trazendo recursos e instrumentos técnicos como o uso do genograma, desenhos da família, miniaturas terapêuticas e equipe reflexiva, para ampliar as possibilidades da família e favorecer escolhas mais adequadas e potentes ao sistema.
Tainá Hauat
Tainá Hauat Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

|

Rio de Janeiro

Terapia de Família é uma forma de intervenção feita para auxiliar os membros de uma família a melhorarem a comunicação entre eles e a resolverem conflitos familiares. As sessões podem incluir todos os membros envolvidos ou somente aqueles que tenham interesse em participar do processo. Essa modalidade terpêutica pode ajudá-los em situações específicas e/ou momentâneas, como, por exemplo, num luto, na perda de emprego ou na depressão de um membro da família, ou ainda em outras situações, tais como dependência química ou doenças mentais. As sessões são semanais e duram entre 1h e 1h30.
Luciana Szafran

Psicóloga, Psicopedagoga

|

Sorocaba

Trata conflitos de relacionamento e outras patologias em um sistema familiar: entre pais e filhos, famílias de origem ou estendida.Família é um espaço emocional com práticas de guarda, sustento, apoio, afetividade, construção de valores onde o que sobressai é a preocupação com o cuidar (em especial dos vulneráveis), os valores a construir, que são o respeito mútuo e a aceitação do outro. O propósito da terapia é tratar relacionamentos disfuncionais que podem ter se desenvolvido por dificuldades de adaptação por mudanças que ocorrem no ciclo vital da família e/ou do desenvolvimento relacionamento conjugal.
Maria Beatriz Rossatti

Terapeuta complementar

|

Ribeirão Preto

A terapia familiar pode ser uma excelente alternativa para famílias que estão passando por momentos de conflitos e desarmonia. Ela visa construir e desenvolver o diálogo entre os membros familiares e assim auxiliar na resolução de problemas e na conquista de relações respeitosas, harmoniosas e saudáveis. São realizadas sessões individuais e em grupo (usando técnicas cognitivo-comportamentais) com os membros da família envolvidos na situação. O alvo é permitir que todos tenham seu espaço, vez e voz para se expressar e com isso, ser ouvido e ouvir, dialogar. A Avaliação de Perfil Comportamental gera autoconhecimento e empatia, o que também é um instrumento valioso na mediação dos conflitos.
Priscila Padilha
Priscila Padilha Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

|

Cuiabá

Ver mais

Tem perguntas sobre Terapia de Família?

Nossos especialistas responderam 9 perguntas sobre Terapia de Família.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Você já está com "meio caminho andado", por reconhecer que se sabota. E não suporta ser feliz. Procure psicoterapia, confie e poderá sim, sair desse círculo de repetição em que se encontra. Sucesso!

  • 55
  • 32
  • 76
Dra. Lysianne Moura da Frota

Psicanalista, Psicóloga

Itamonte

Falando a verdade a ele, de uma maneira que possa entender. O mais importante é que ele possa entender que o pai e a mãe continuarão exercendo seus papéis, afinal de contas, quem está se separando é o casal.

  • 99
  • 139
  • 100
Bárbara Adele de Moraes Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

Sorocaba

Marcar consulta

Algumas vezes a pessoa deprimida não tem a percepção da doença, pois nem sempre consegue notar que está com sintomas. O melhor a fazer é conversar com eles para esclarecer porque eles acham que você está deprimida e estar aberta às respostas que eles vão te dar. Talvez tu consiga identificar sintomas que passavam despercebidos por ti. Procurar um psiquiatra uma avaliação é essencial para o diagnóstico. Um abraço.

  • 502
  • 382
  • 706
Dr. Arthur Dondonis Daudt Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Porto Alegre

Marcar consulta

A Terapia familiar pode envolver outros membros da família, como seus outros filhos. Acredito que com mudanças nestes indivíduos você pode sim, alcançar algum efeito positivo no quadro da sua filha. A intervenção familiar busca a compreensão dos pensamentos e comportamentos dos membros da família, além de uma possível mudança nos comportamentos e pensamentos dos membros, que por sua vez, implicam na relação com a sua filha. Talvez com o engajamento da família na psicoterapia familiar, ela também se sinta motivada a participar das sessões. Penso que pode ser uma boa alternativa.

  • 105
  • 75
  • 86
Marcela Carvalho Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Belo Horizonte

Marcar consulta

Ver as 9 perguntas sobre Terapia de Família