Terapia de Família - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Terapia de Família

Os especialistas falam sobre a Terapia de Família

É uma terapia realizada em grupo de modo a construir e desenvolver o diálogo entre os membros familiares e assim ajudar na resolução de problemas, desenvolvendo comportamentos mais saudáveis. Entre os principais objetivos da terapia familiar estão: promover o autoconhecimento em nível individual e familiar; favorecer mudanças construtivas de forma a harmonizar o ambiente familiar; compreender a importância do diálogo e do respeito ao outro; compreender o papel de cada indivíduo no bom funcionamento da dinâmica familiar; aumentar a responsabilidade pessoal; reconhecer os padrões que geram os comportamentos...
Jonathan Mazetti Lopes da Silva
Jonathan Mazetti Lopes da Silva Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo

|

Uberaba

A terapia familiar ajuda as famílias que estão passando por situações de conflito. Ela tem como objetivo desenvolver o diálogo entre os membros familiares e ajudá-los a resolver problemas, tornando a relação mais saudável e harmoniosa. As sessões têm duração de 50 a 60 minutos, pode ser semanal, quinzenal ou mensal, a frequência depende da situação da família. Qualquer dúvida estarei à disposição.
Sueli Cabral Midlej
Sueli Cabral Midlej Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

|

Salvador

Terapia de Família é uma forma de intervenção feita para auxiliar os membros de uma família a melhorarem a comunicação entre eles e a resolverem conflitos familiares. As sessões podem incluir todos os membros envolvidos ou somente aqueles que tenham interesse em participar do processo. Essa modalidade terpêutica pode ajudá-los em situações específicas e/ou momentâneas, como, por exemplo, num luto, na perda de emprego ou na depressão de um membro da família, ou ainda em outras situações, tais como dependência química ou doenças mentais. As sessões são semanais e duram entre 1h e 1h30.
Luciana Szafran
Luciana Szafran Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga, Psicopedagoga

|

Sorocaba

A terapia de família se baseia na ideia de que, num sistema familiar, a relação entre os membros produz algo maior que a soma de suas individualidades, portanto, por mais que uma das partes venha a expressar o sintoma, o problema costuma estar na forma como o todo se articula. Nesse sentido, procuro promover uma análise com foco na comunicação entre os presentes, dando voz a todos de modo a evidenciar tanto seus conteúdos declarados quanto os velados e latentes, trabalhando os papéis disfuncionais que possam ocupar e suscitando novas percepções sobre suas questões. Assim, ajudo a família a alcançar um novo patamar de equilíbrio, onde os nós podem voltar a dar lugar aos laços.
Rodrigo Nunes de Souza Trindade
Rodrigo Nunes de Souza Trindade Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicólogo

|

Rio de Janeiro

O trabalho de orientação familiar aparece como uma forma para ajudar famílias que estejam apresentando dificuldades em seu funcionamento, ajudando a estabelecer uma organização capaz de dispor um funcionamento mais sadio em suas vidas, esclarecendo o papel desempenhado pelas suas histórias pessoais no funcionamento familiar. Clarificam-se as raízes dos sintomas e lhes conferem sentido, mostrando a real importância dos membros da família no desenvolvimento afetivo mais sadio de seus componentes. As sessões podem ser realizadas com quantos membros da família se fizerem disponíveis, com duração de 1h 30m.
Bruna Paschoalini

Psicóloga

|

São Paulo

Ver mais

Tem perguntas sobre Terapia de Família?

Nossos especialistas responderam 8 perguntas sobre Terapia de Família.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Você já está com "meio caminho andado", por reconhecer que se sabota. E não suporta ser feliz. Procure psicoterapia, confie e poderá sim, sair desse círculo de repetição em que se encontra. Sucesso!

  • 55
  • 31
  • 68
Dra. Lysianne Moura da Frota

Psicanalista, Psicóloga

Itamonte

A separação conjugal é um marco no ciclo de vida familiar que poderá acarretar diversas consequências, desde mudanças de rotina simples até a desorganização emocional dos membros da família. As crianças muitas vezes podem não saber como lidar com as emoções que uma separação pode causar e nestes casos, uma psicoterapeuta infantil poderá não só acompanhá-los neste momento como orientar os pais neste processo.

  • 9
  • 26
  • 14
Mara Assis Blackman Pires

Psicanalista, Psicóloga

Olá! Crie um ambiente onde possa ser partilhadas idéias e emoções de forma segura, livre e respeitosa, assim a comunicação fica mais eficaz. É importante que cada um sinta a vontade de partilhar as dúvidas, levantar questões, expressar idéias, sentimentos e preocupações.Numa comunicação envolve escutar e falar. Escutar de foma curiosa e interessada é a mais eficaz. Uma terapia familiar seria importante neste caso. Pois iria ajudar a identificar os sintomas dentro da relação e orientá-los da melhor forma. Espero ter ajudado. Um abraço!

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
  • 12
  • 3
  • 6
Cátia Cilene Torres Castilho Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Nova Iguaçu

Marcar consulta

A Terapia familiar pode envolver outros membros da família, como seus outros filhos. Acredito que com mudanças nestes indivíduos você pode sim, alcançar algum efeito positivo no quadro da sua filha. A intervenção familiar busca a compreensão dos pensamentos e comportamentos dos membros da família, além de uma possível mudança nos comportamentos e pensamentos dos membros, que por sua vez, implicam na relação com a sua filha. Talvez com o engajamento da família na psicoterapia familiar, ela também se sinta motivada a participar das sessões. Penso que pode ser uma boa alternativa.

  • 62
  • 47
  • 31
Marcela Carvalho Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Belo Horizonte

Marcar consulta

Ver as 8 perguntas sobre Terapia de Família