Terapia Familiar - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Terapia Familiar

Os especialistas falam sobre a Terapia Familiar

Profissional especializada em Psicologia com larga experiência na orientação de casais, orientação vocacional e apoio psicológico.
Dra. Joana José Alves
Dra. Joana José Alves Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

|

Barueri

Terapia Familiar- Abordagem terapêutica que visa modificar as interações entre os membros da família, de forma a melhorar o funcionamento individual. A técnica incentiva a competência da própria família, ativando a participação dos membros na resolução dos seus problemas. Indicações: Dificuldade em lidar com mudanças (nascimento de filhos,mortes, divórcios, casamentos, etc.),de relacionamento,de comunicação e adoecimento de membros ou grupo familiar. Vantagens: Proporciona a cada parte da família expor suas percepções e sentimentos, ser ouvido e ouvir as percepções e sentimentos dos outros membros, mobilizando todo o sistema familiar. Modo de Atendimento: Individual, casal ou familiar.
Ana Vera Freitas Ramos
Ana Vera Freitas Ramos Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

|

Uberlândia

A terapia de casal e família tem como foco o manejo das situações estressoras que envolvem o casal, ou a família, provocadoras de sofrimento e empobrecimento das relações entre o grupo familiar ou casal. O atendimento do casal visa investigar e construir estratégias para o manejo dos conflitos que envolvem o relacionamento amoroso como finanças, sexualidade, educação de filhos, ansiedade, depressão, dentre outros.
Dra. Etiene Macedo
Dra. Etiene Macedo Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

|

Goiânia

Tratamento em que se propõe atender ao mesmo tempo pais, filhos e até avós e tios. Do ponto de vista da comunicação, a família sintomática perde-se em críticas, acusações, silêncios, duplas mensagens: há muita dificuldade em colocar-se no lugar do outro e rigidez em tentar novas formas de resolver problemas. Do ponto de vista de estrutura, os papéis são mal definidos, com filhos desempenhando papéis paternos e pais formando alianças com filhos, excluindo o outro membro do casal. Do ponto de vista dinâmico, há, em muitos casos, dificuldade em assumir a função de pais, com suas responsabilidades e limites, bem como dificuldade em estabelecer objetivos familiares e organizar-se para atingi-los.
Dra. Betânia Tassis
Dra. Betânia Tassis Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

|

Rio de Janeiro

Ver mais

Tem perguntas sobre Terapia Familiar?

Nossos especialistas responderam 13 perguntas sobre Terapia Familiar.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Olá! A terapia de casal pode ajudá-los a compreender melhor esse momento do relacionamento e a buscar alternativas para melhorar a convivência de vocês. Boa sorte!

  • 19
  • 46
  • 10
Bruna Paschoalini

Psicóloga

São Paulo

Ter um filho dependente de drogas afeta a familia como um todo,trazendo um grande sofrimento e sensação de impotencia... A terapia familiar pode ser de grande ajuda na comunicação entre os familiares, elucidação dos papéis de cada um levando a um apoio efetivo ao filho quer vencer a dependencia. É importante que haja, ao dependente de drogas um acompanhamento psiquiatrico simutaneo.

  • 154
  • 225
  • 146
Dra. Gissela Risnic Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

São Paulo

O profissional mais preparado para tratar assuntos familiares é o terapeuta sistêmico, pois seu olhar estará voltado para todos os relacionamentos interpessoais e tb para como a pessoa enxerga a si mesmo frente ao grupo familiar. Nesse sentido, o autoconhecimento é um dos requisitos para estabelecermos boas relações com os outros, de forma que, a pessoa conhecendo suas necessidades pode se beneficiar do que o outro pode lhe oferecer e ao mesmo tempo oferecer o seu melhor ao outro.

  • 1
  • 4
  • 0
Rosana Tomazini Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Porto Alegre

Bom dia O diálogo franco e aberto sempre surte efeitos positivos nas relações familiares, mas nesse momento pelos sintomas que você apresentou na sua narrativa, aconselho a procura de um médico psiquiatra e um psicólogo para uma melhor avaliação e indicação de um tratamento adequado. Com certeza a sua qualidade de vida e convivência com seus familiares vai melhorar. Fico a disposição.

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
  • 28
  • 20
  • 12
Claudia Santos Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Salvador

Marcar consulta

Ver as 13 perguntas sobre Terapia Familiar