Perguntas sobre Terapia sexual

Tem perguntas sobre Terapia sexual?

Nossos especialistas responderam 72 perguntas sobre Terapia sexual.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Perguntas sobre Terapia sexual

72Perguntas

645Respostas

363Especialistas de acordo

409Pacientes agradecidos

Inicialmente pesquise se há problema orgânico, com a ajuda de um ginecologista. Caso não sejam encontradas justificativas clínicas para o desejo sexual hipoativo, consulte um psicólogo para investigar as razões emocionais. Boa sorte e forte abraço

  • 236
  • 304
  • 269
Rita K. A.Costa Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

São Paulo

Marcar consulta

Ver as 30 respostas

Procure um psicólogo para expor tais conteúdos. Existem muito mais dados a serem analisados e tratados, que merecem e precisam ser acessados. A privacidade e pessoalidade de uma sessão de terapia ajuda a entrar em contato com seu emocional, de forma acolhedora e assertiva. Neste espaço de perguntas, nem sempre consegue-se detalhar a real situação, mas um profissional capacitado irá conduzir a questão de forma habilidosa para lhe garantir melhoria de sua qualidade afetiva-relacional. Boa sorte e grande abraço

  • 236
  • 304
  • 269
Rita K. A.Costa Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

São Paulo

Marcar consulta

Ver as 21 respostas

É natural que, uma vez que suas relações não são completamente satisfatórias, você acaba perdendo a vontade. Uma psicoterapia pode te auxiliar a entender o que impede que você possa vivenciar plenamente as relações sexuais. No entanto, também indicaria que você procurasse um médico a fim de eliminar qualquer causa orgânica. Boa sorte!

  • 19
  • 45
  • 12
Bruna Paschoalini

Psicóloga

São Paulo

Ver as 19 respostas

Se você já consultou um urologista e fez todos os exames que descartam origem orgânica para o problema a possibilidade de uma ansiedade estar prejudicando sua vida sexual é considerável e nesse caso uma psicoterapia poderá ajudá-lo. Não se preocupe tanto em satisfazer sua parceira. Sua satisfação será a origem da dela. Um dia você perceberá que a atividade sexual é mais plena quando não há obrigações pre estabelecidas por ambos os generos. Deixem as coisas fluirem naturalmente para o amaduecimento sexual de ambos. Att, Sandro César

  • 137
  • 175
  • 231
Dr. Sandro César Silvério da Costa

Psicanalista, Psicólogo

Belo Horizonte

Ver as 18 respostas

Olá, há mts mudanças hormonais no corpo da mulher durante a gravidez, mas depois de 4 anos é esperado que tudo já tenha voltado ao "normal". Vale a pena fazer exames clínicos para avaliar sua saúde e, em não se constatando nada de relevante, é importante uma avaliação com um profissional para entender o que está acontecendo com ela e como essa gravidez mexeu com sua cabeça. O que vc pode fazer é conversar com ela sobre sua vontade de ajudá-la e a necessidade de procurarem ajuda profissional. Boa sorte!

  • 18
  • 11
  • 5
Gabriela Pszczol Krebs

Psicanalista, Psicóloga

Rio de Janeiro

Ver as 15 respostas

É necessário saber quais disfunções e inadequações são essas. Cada caso é um caso e deve ser investigado. Você pode recorrer ao seu médico, se for mulher para ginecologista, homem ao clínico geral ou urologista que vai realizar as primeiras avaliações e verificar se pode ser de ordem psicológica. Você pode também procurar iniciar com um psicólogo que poderá avaliar se é de ordem emocional ou não é fazer o encaminhamento para um especialista. É comum nós psicólogos receber pacientes com essas queixas. O importante é identificar que algo não está bem e buscar ajuda profissional.

  • 6
  • 20
  • 3
Michelle Maciel

Psicóloga

Campinas

Ver as 15 respostas

Casos de abusos sempre deixam sequelas, por isso é importante buscar o auxílio de um psicólogo para que ele possa trabalhar essas questões. Um abraço

  • 91
  • 123
  • 59
Janaina Aparecida de Oliveira Augusto

Psicóloga

Campinas

Ver as 14 respostas

Olá, tudo bem? Antes de pensar em se sentir culpado, considere conversar com a parceira para se conhecerem melhor e entender como ela sente prazer. E mesmo que não se sintam a vontade para ter uma conversa sobre o sexo, tentem descobrir pontos erógenos um no outro. O prazer da relação sexual é muito mais que chegar ao orgasmo em si, para isto, é essencial que estejam relaxados. Explorem o momento, o corpo, e o orgasmo será uma consequência prazerosa.

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
  • 12
  • 23
  • 17
Isabele Sartori Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Santo André

Marcar consulta

Ver as 14 respostas

A redução da libido pode ter múltiplas causas (emocionais, famacológicas, hormonais). Na maioria das vezes é benéfico e eficaz fazer psicoterapia cognitivo comportamental. Então sugiro que faças uma avaliação inicial com ginecologista e, se necessário, uma avaliação com terapeuta com experiência em terapia sexual.

  • 13
  • 6
  • 9
Dr. Marcelo Rosembergas Vilas Boas Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Porto Alegre

Ver as 13 respostas

Assim como outros tipos de compulsões, a compulsão sexual pode estar relacionada a uma ansiedade que encontra na repetição do ato uma tentativa de extravasar. A história de vida de cada pessoa revela quais são os elementos ligados a essa problemática. Portanto, é preciso que seu parceiro receba uma escuta especializada. Sugiro que ele procure um psicólogo.

  • 56
  • 57
  • 54
Júlio Manoel dos Santos Filho Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo

Goiânia

Marcar consulta

Ver as 12 respostas

Perguntas relacionadas

Outras perguntas respondidas por especialistas da Doctoralia: