Tratamento da ansiedade - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Tratamento da ansiedade

Os especialistas falam sobre a Tratamento da ansiedade

Com uma vasta experiência em tratamento com fitoterápicos, quânticos e ortomoleculares, visamos um equilíbrio global do paciente para manejo da ansiedade de forma mais natural.
Dra. Lorena Gloria Silvia Aguirre Zambrano Velho
Dra. Lorena Gloria Silvia Aguirre Zambrano Velho Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

Campinas

A Organização Mundial de Saúde refere que 33% da população mundial sofre de ansiedade. A ansiedade é uma reação normal aos mais diversos desafios da vida, mudanças e novas experiências. O problema é quando se torna excessiva e patológica, gerando prejuízos na vida da pessoal e profissional da pessoa. A ansiedade patológica se diferencia da normal por ser uma resposta exagerada e inadequada a determinado estímulo ou perigo. Neste caso, deve-se buscar tratamento médico e psicológico. A ansiedade, assim como a depressão, pode ser tratada com classes diferentes de medicamentos. São muito utilizados os antidepressivos, medicamentos corretos para o tratamento dos transtornos de ansiedade.
Dra. Fabiana Ribeiro Gonçalves
Dra. Fabiana Ribeiro Gonçalves Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurologista

|

Goiânia

A psicanálise é uma teoria sobre o funcionamento psíquico e uma terapêutica para o sofrimento psíquico. Uma das formas em que temos conhecimento do sofrimento psíquico é a ansiedade.Inclusive a ansiedade se encontra como um dos primeiros sintomas de várias patologias psíquicas. A psicanálise como um tratamento vai se ocupar da linguagem que o inconsciente esta usando ,através do afeto da angústia e ansiedade para se manifestar . O objetivo das sessões de psicanálise é levar o paciente a analisar sua história e como experiências passadas podem influenciar no desenvolvimento do transtorno de ansiedade.
Cladismari Zambon
Cladismari Zambon Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

|

São Paulo

O tratamento para ansiedade é feito de acordo com a intensidade dos sintomas e as necessidades de cada pessoa, envolvendo principalmente a psicoterapia e o uso de medicamentos, como antidepressivos ou ansiolíticos, receitados pelo médico, que atuam a nível cerebral para reduzir os sintomas ansiosos.Além disso, é recomendado que a pessoa complemente o tratamento com medidas naturais, ao realizar atividades do tipo exercícios físicos E PSICOTERAPIA.são estratégias que ajudam a reduzir os níveis de estresse, aumentar a consciência corporal e sensação de relaxamento, além de contribuirem para uma vida mais saudável.
Vanderlúcia Macario
Vanderlúcia Macario Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

|

Florianópolis

Envolvem todas as faixas etárias, sendo que, em algumas, há transtornos mais específicos, como o mutismo seletivo (recusa a falar em situações específicas, com mais frequência em sala de aula, por crianças que não apresentam transtornos na fala) e o transtorno de ansiedade de separação (ansiedade intensa e inadequada com relação a afastar-se de casa ou dos cuidadores além do que é apropriado para a idade), presentes em crianças. Nos idosos, sabe-se que uma parcela muito pequena, apenas 8% da população idosa, recebe tratamento adequado para transtornos de ansiedade. O tratamento envolve o uso de medicamentos e alguns tipos de Psicoterapia. A consulta, por si só, tem um efeito terapêutico.
Dr. Pedro Henrique Costa Meneses
Dr. Pedro Henrique Costa Meneses Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

|

Vitória

Ver mais

Tem perguntas sobre Tratamento da ansiedade?

Nossos especialistas responderam 3 perguntas sobre Tratamento da ansiedade.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Olá! Pode sim! Pode ser que seu caso necessite de medicação. Se necessitar, o psiquiatra te receitará. Porém, a medicação sozinha não é tão eficiente quanto é, ao ser atrelada a psicoterapia. Alguns casos nem mesmo precisará de medicação. Se sentes necessidade de ir ao psiquiatra vá, mas não deixe de procurar um profissional da psicologia. Muitas vezes a emergência em descartar aquilo que nos machuca, nos faz entrar por caminhos que parecem mais fáceis. E só mais tarde, descobrimos que eliminar fases de maneira impensada apenas retarda o alcance dos nossos objetivos. Espero ter ajudado. Um abraço!

  • 17
  • 7
  • 11
Beatriz Cardoso Souza Neves Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Teófilo Otoni

Marcar consulta

Boa noite. Por todo o nosso corpo temos vasos sanguíneos que irrigam todos os nossos tecidos, desde a pele, os dedos, até o cérebro, coração, etc. Onde há vaso, existe pulsação, portanto se o local for pressionado (onde o vaso sanguíneo superficial passa), existe a chance de sentir a pulsação. No entanto, se você sente a pulsação de forma contínua, escuta o sangue pulsando ou algo que considere exagerado e isso o incomoda causando sintomas de ansiedade, busque ajuda do seu médico para reavaliar o tratamento e buscar uma melhora sintomática. Boa sorte

  • 14
  • 12
  • 14
Fernanda Ramallo Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Rio de Janeiro

Marcar consulta

O Brintellix já é um medicamento indicado para controle de ansiedade, dentre outras recomendações, com efeito sedativo. Associações desse tipo somente podem ser feitas por sugestão e com acompanhamento psiquiátrico. De se notar que a Paroxetina é um medicamento bastante antigo, com expectativa de efeitos colaterais mais severos do que os antidepressivos mais modernos, inclusive sobre a libido. Um aspecto importante não mencionado por você: tais transtornos têm causas psíquicas e somente um tratamento por via psicológica poderá te trazer resultados consistentes com baixo risco de recaídas. Causas psíquicas quer dizer que estão ligadas à sua história de vida e suas experiências atuais e passadas, seu modo de lidar com as pessoas e as situações difíceis, etc. Procure um Psicólogo Clínico e inicie um tratamento sério que os resultados aparecerão no médio e longo prazos.

  • 678
  • 258
  • 332
Paulo Renato Oliveira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicólogo

Rio de Janeiro

Marcar consulta

Ver as 3 perguntas sobre Tratamento da ansiedade