Tratamento da esquizofrenia e outros transtornos psicóticos - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Tratamento da esquizofrenia e outros transtornos psicóticos

Os especialistas falam sobre a Tratamento da esquizofrenia e outros transtornos psicóticos

A esquizofrenia é um transtorno mental grave que deve ser diferenciada de outros transtornos psiquiátricos que podem se manifestar com sintomas psicóticos. A abordagem terapêutica adequada adequada da esquizofrenia e dos transtornos psicóticos permite restabelecer o vínculo com a realidade, reinserir o paciente à sociedade e promover qualidade de vida ao paciente e à família.
Dr. Demétrius de Luna Lopes Benevides
Dr. Demétrius de Luna Lopes Benevides Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

|

São João del Rei

A esquizofrenia apresenta como sintomas comuns os delírios (acreditar que está sendo perseguido ou que implantaram um chip em sua cabeça) e alucinações (ouvir vozes). Além disso, a doença costuma causar isolamento do paciente, pouca demonstração de afeto, alterações comportamentais (que podem assumir caráter bizarro), descuido da própria higiene, pensamento desorganizado e, se não tratada, leva a um quadro demencial muito precoce. O tratamento farmacológico deve ser iniciado prontamente com o objetivo de retirar o paciente da crise e evitar novas crises futuras, diminuindo os danos cerebrais causados pela doença e proporcionando mais qualidade de vida para pacientes e familiares.
Dr. Geraldo Moreira
Dr. Geraldo Moreira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Recife

Os pacientes em sofrimento psíquico possuem uma forma única de expressão de subjetividade. Lidar com isso requer uma desmontagem e desconstrução de saberes, práticas e discursos que estariam por sua vez “comprometidos com uma objetivação da loucura e sua redução à doença”. Na lógica do enclausuramento e exclusão social as expectativas do sujeito estariam reduzidas ou até anuladas, impossibilitando uma construção de laços sociais e projetos de vida, ficando este mortificado em suas expressões e subjetividade. Lidar com essa subjetividade e permitir que esse sujeito apareça traz saúde mental e reduz o seu sofrimento psíquico.
Edicleia Lima
Edicleia Lima Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

|

Rio de Janeiro

O tratamento para a esquizofrenia e outros transtornos psicóticos é de extrema importância. Quanto mais precoce for o tratamento, menor será a gravidade do quadro e melhor será a resposta ao tratamento. A base do tratamento são os antipsicóticos em conjunto com outras terapias não farmacológicas. Os principais objetivos do tratamento são a redução da gravidade dos sintomas psicóticos, prevenção das crises ou surtos, melhora da qualidade de vida do paciente e da família, evitar a deterioração do quadro, além da inserção social. Por ser um quadro crônico, os pacientes na maioria das vezes, vão necessitar usar a medicação pelo resto da vida.
Dr. Alexandre Proença
Dr. Alexandre Proença Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

|

Rio de Janeiro

Ver mais

Tem perguntas sobre Tratamento da esquizofrenia e outros transtornos psicóticos?

Nossos especialistas responderam 4 perguntas sobre Tratamento da esquizofrenia e outros transtornos psicóticos.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Nem sempre os remédios utilizados em Psiquiatria são prescritos apenas para a indicação formal. Desta lista de medicamentos, apenas a olanzapina possui como uma das indicações o tratamento para esquizofrenia.

  • 8
  • 11
  • 7
Dra. Jessica Barbosa Lima Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

São Bernardo do Campo

A ingestão destes medicamentos associados com bebidas alcoólicas pode comprometer o efeito terapêutico destes medicamentos bem como desencadear reações adversas que podem ser sérias. Inclusive nas bulas destes medicamentos não é recomendado a associação com bebidas alcoólicas em qualquer dosagem. Boa sorte!

  • 24
  • 8
  • 30
Dr. Walker Leonardo Martins Caixeta Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Montes Claros

Marcar consulta

Concordo com o Dr. Tomás e recomendo que além do tratamento médico que tratará as causas orgânicas busque a avaliação de um psicólogo que tratará as questões emocionais. Geralmente os problemas de saúde mental estão relacionados às duas causas. Fico à disposição caso necessite.

  • 5
  • 0
  • 0
Renata Bombine Pimentel Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

São Paulo

Marcar consulta

O Invega (Paliperidona), não é considerado um medicamento incompleto. Pode sim ser usado isoladamente para o tratamento da esquizofrenia e, por ser um medicamento de depósito, melhora a adesão ao tratamento. Entretanto, existem pacientes que são refratários aos esquemas habituais de tratamento da esquizofrenia e necessitam fazer uso de clozapina, que até hoje é o melhor antipsicótico que existe. Quando nem a clozapina isoladamente é efetiva, pode-se fazer associações de medicamentos para tentar potencializar o efeito da clozapina. Atenciosamente, Dr. Geraldo Moreira.

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
  • 91
  • 82
  • 90
Dr. Geraldo Moreira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Recife

Ver as 4 perguntas sobre Tratamento da esquizofrenia e outros transtornos psicóticos