Tratamento de alcoolismo - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Tratamento de alcoolismo

Os especialistas falam sobre a Tratamento de alcoolismo

O alcoolismo gera graves repercussões em diversos sistemas do organismo. A Psiquiatria atual possibilita a intervenção medicamentosa específica a fim de cessar a ingesta etílica, mantendo o paciente abstinente, com qualidade de vida, retornando ao seu grau de desempenho prévio, evitando repercussões familiares, sociais e laborais.
Dr. Demétrius de Luna Lopes Benevides
Dr. Demétrius de Luna Lopes Benevides Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

|

São João del Rei

A abstinencia ao álcool deve ser tratada imediatamente e acompanhada por médico, principalmente quando o paciente apresenta tremores, suor excessivo, agitação e delírios quando fica horas sem beber. É necessário avaliar até a necessidade de internação para cuidados iniciais da abstinencia, que pode levar à convulsões. Sempre procure o Psiquiatra assim que perceber que o álcool é um problema. A família é fundamental no tratamento.
Dra. Vivian Machado
Dra. Vivian Machado Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

|

Rio de Janeiro

Tem perguntas sobre Tratamento de alcoolismo?

Nossos especialistas responderam à seguinte pergunta sobre Tratamento de alcoolismo:

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Alcoolismo é a dependência química do álcool, um grave problema de saúde que atinge cerca de 10% da população brasileira. Trata-se de uma doença cerebral crônica, complexa (decorrente da interação de fatores biológicos, psicológicos e sociais), recorrente, progressiva e potencialmente fatal, caso não seja tratada. O diagnóstico é realizado pela soma de um conjunto de critérios bem estabelecidos e a especialidade médica mais preparada para lidar com o transtorno é a psiquiatria. À partir do diagnóstico correto e do reconhecimento da gravidade do caso, o psiquiatra irá propor o tipo de tratamento que melhor se adequa ao paciente em questão. O tratamento é multidisciplinar (envolve diversas especialidades da área da saúde, como psicologia e terapia ocupacional, e a participação em grupos de mútua ajuda, como o AA) e prolongado, pois a recuperação é lenta. Quanto mais cedo procurar ajuda, maiores são as chances de recuperação.Vale dizer ainda que os familiares também precisam de auxílio.

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
  • 43
  • 39
  • 41
Fernando Toledo Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Belo Horizonte

Marcar consulta