Tratamento em Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC) - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Tratamento em Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC)

Tem perguntas sobre Tratamento em Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC)?

Nossos especialistas responderam 4 perguntas sobre Tratamento em Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC).

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Procure um psiquiatra. A consulta com um médico psiquiatra basicamente envolve uma conversa tranquila em que o profissional lhe fará perguntas para conhecer um pouco sobre você, sobre pensamentos repetitivos e rituais, como isso influencia sua vida, em que medida gera sofrimento. Ele tentará identificar se não esta ocorrendo em conjunto com o TOC - ansiedade, sintomas depressivos, outros. Informações e orientações de qualidade são fundamentais. Ajudam na compreensão do que esta ocorrendo, se é passageiro como você pensou (alguns quadros psiquiátricos o são), o que esperar do tratamento, quais as principais preocupações com relação ao remédio (na maior parte das vezes os receios são exagerados e o psiquiatra rapidamente desfaz esses medos com uma explicacao simples), ao fazer uso duma medicação eficaz e notar uma diferença também caem alguns mitos; qual melhor modalidade de tratamento psicológico, o que fazer para manter o bem estar emocional, etc.

  • 35
  • 32
  • 41
Dr. Gustavo Henrique Takarada Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Curitiba

Marcar consulta

Mesmo com o tratamento de manutenção há possibilidade de retorno dos sintomas do TOC. O tratamento regular diminui consideravelmente essa chance, porém não para 0%. Fatores externos, como acontecimentos da vida da pessoa, podem contribuir. Quanto à qualidade dos remédios infelizmente noto diferença sim de eficácia conforme o laboratório que produz a molécula utilizada.

  • 10
  • 19
  • 6
Dr. Thiago Salum Fontana Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Sorocaba

Existe tratamento, sim, mas a eficácia muda muito de caso para caso, então falar em cura, antes do início do tratamento, é precipitado. Mas, em geral, os tratamentos podem ser muito eficazes. Envolvem uma medicação (ou associação de medicações) para o TOC e, se os tiques forem graves, uma segunda medicação para eles. Sempre indico também acompanhamento psicoterápico att.

  • 5
  • 3
  • 3
Fernando Del Guerra Prota Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Ribeirão Preto

resposta terapêutica em TOC pode ocorrer ao longo de 3 meses. geralmente, procura-se utilizar doses altas de antidepressivo, de modo que ainda há espaço para aumento na dose da sertralina. nem sempre se deve esperar que todos os sintomas do TOC cessem, mas que pelo menos reduzam significativamente; vários trabalhos indicam que é melhor manter o ganho substancial obtido com uma medicação do que trocar por outra para conseguir aquele "algo a mais"

  • 213
  • 52
  • 102
Dr. Thiago Reis Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Teresina

Marcar consulta

Ver as 4 perguntas sobre Tratamento em Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC)