Tratamento em Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC) - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Tratamento em Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC)

Os especialistas falam sobre a Tratamento em Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC)

O Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC) é caracterizado por pensamentos intrusivos (que vem à mente contra a vontade do paciente, como "se eu não bater na madeira 3 vezes a minha mãe vai morrer") e comumente são discordantes com a personalidade do paciente (egodistônicos) que geram muita ansiedade e que normalmente são acompanhados de rituais comportamentais motores (como fazer o sinal da cruz) e/ou cognitivos (como rezar 3 vezes ou contar até 10) que tendem a diminuir a ansiedade provocada pelo pensamento intrusivo. É uma doença que costuma responder bem ao tratamento farmacológico e psicoterápico, melhorando muito a qualidade de vida da pessoa que sofre com o TOC.
Dr. Geraldo Moreira
Dr. Geraldo Moreira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Recife

É uma situação, onde o paciente padece de pensamentos extremamente invasivos, que por vezes é impossível serem eliminados, mesmo com grande esforço por parte do paciente. Muito comum ocorrer destes pensamentos, acompanharem de sintomas ou rituais. Estes rituais de alguma forma aliviam estes pensamentos e se tornam quase obrigatório para o paciente para se sentir aliviados. Mesmo tendo certeza que muitas vezes esses rituais são excessivos e causam sofrimento, o paciente não consegue os abandonar, por sentir que algo ruim pode ocorrer. É uma situação de grande desconforto, porém atualmente contamos com muitas opções eficazes de tratamento.
Dr. Edir Corrêa de Araújo Filho
Dr. Edir Corrêa de Araújo Filho Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

|

São Paulo

Tem perguntas sobre Tratamento em Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC)?

Nossos especialistas responderam 14 perguntas sobre Tratamento em Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC).

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Procure um psiquiatra. A consulta com um médico psiquiatra basicamente envolve uma conversa tranquila em que o profissional lhe fará perguntas para conhecer um pouco sobre você, sobre pensamentos repetitivos e rituais, como isso influencia sua vida, em que medida gera sofrimento. Ele tentará identificar se não esta ocorrendo em conjunto com o TOC - ansiedade, sintomas depressivos, outros. Informações e orientações de qualidade são fundamentais. Ajudam na compreensão do que esta ocorrendo, se é passageiro como você pensou (alguns quadros psiquiátricos o são), o que esperar do tratamento, quais as principais preocupações com relação ao remédio (na maior parte das vezes os receios são exagerados e o psiquiatra rapidamente desfaz esses medos com uma explicacao simples), ao fazer uso duma medicação eficaz e notar uma diferença também caem alguns mitos; qual melhor modalidade de tratamento psicológico, o que fazer para manter o bem estar emocional, etc.

  • 55
  • 47
  • 141
Dr. Gustavo Henrique Takarada Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Curitiba

Marcar consulta

Não há evidência científica de que ômega 3 melhore sintomas de TOC.

  • 80
  • 55
  • 48
Emerson Rodrigues Barbosa Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Curitiba

Marcar consulta

Ainda que sua filha possua um risco maior do que uma pessoa que não possui nenhum parente com a doença, há maior probabilidade de ela não desenvolver TOC.

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
  • 743
  • 780
  • 1454
Tomás Rotelli de Olivieira Ferreira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Uberaba

Creio que seria interessante rever seu esquema se medicação. Talvez a dose esteja insuficiente ou ainda, pode ser necessária a substituição por outros medicamentos mais adequados a seu caso, sabe? Um abraço

  • 102
  • 46
  • 102
Dra. Christina de Almeida Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Curitiba

Marcar consulta

Ver as 14 perguntas sobre Tratamento em Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC)