Troca de gerador de marcapasso - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Troca de gerador de marcapasso

Os especialistas falam sobre a Troca de gerador de marcapasso

O marcapasso tem uma vida útil bastante variável podendo chegar de 7 a 12 anos dependendo do fabricante e da necessidade de estimulação de cada paciente. Quando a bateria se esgota é preciso programar a sua substituição, ou seja, uma cirurgia para remoção do gerador desgastado e implante de um novo. Os eletrodos, se estiverem íntegros, são mantidos e conectados ao novo gerador. Este tipo de procedimento costuma ser rápido e tranquilo em mãos experientes.
Dr. Vitor Fontes
Dr. Vitor Fontes Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cardiologista

|

Belo Horizonte

Tem perguntas sobre Troca de gerador de marcapasso?

Nossos especialistas responderam 6 perguntas sobre Troca de gerador de marcapasso.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Deve trocar! O momento de troca eletiva de marcapasso, ERI - Elective Replacemente Indication, é determinado pelas avaliações. Após esta data, ele funciona ainda alguns meses em modo de emergência. E então para!!! Não há contra-indicação nenhuma para troca de aparelho: nem idade, nem doenças (seja cancer ou alzheimer). A troca é muito simples, realizada em 10-20 minutos, com anestesia local. A paciente vai pra casa minutos após o procedimento.

  • Obrigado 3
  • 1 especialista está de acordo
  • 116
  • 23
  • 259
Dr. Rodrigo Paez Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cardiologista, Cirurgião cardiovascular

São Paulo

Olá. O marca-passo pode ser trocado tantas vezes quantas forem necessárias. Hoje em dia, o normal é que a bateria de um dispositivo cardíaco implantável dure de 7 a 12 anos, dependendo do tipo de aparelho (marca-passo simples, marca-passo com ressincronizador ou marca-passo com desfibrilador). Para que o coração esteja sempre protegido pelo marca-passo, toda vez que a bateria estiver prestes a acabar, será necessário trocar o aparelho.

  • 7
  • 8
  • 17
Dr. Roberto Costa Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião cardiovascular

São Paulo

Marcar consulta

Em geral o tempo de recuperação é menor que o do implante. A orientação da recuperação depende muito do desenrolar da cirurgia (se houve alguma complicação, etc). Os serviços domésticos que não envolvam grandes movimentações com o braço do lado operado, podem ser retomados em uma semana. Para liberação para demais serviços é indicado que retorne com seu médico no tempo estipulado para orientação.

  • 19
  • 5
  • 17
Dr. Luiz Fernando Fagundes de Gouvea Filho

Cardiologista

São José dos Campos

Depende de quanta energia a bateria ainda tiver no momento da avaliação. O ideal é o marca-passo ser trocado alguns meses antes de entrar no modo ERI, sigla de "elective replacement indicator" (tradução: "indicador de substituição eletiva"). Isso porque, em ERI, o marca-passo passa a funcionar numa espécie de "modo econômico", executando somente as funções realmente essenciais para a vida da pessoa. O marca-passo consegue se manter em modo ERI por uma média de 3 meses. Após esse período, o aparelho entra em EOL, sigla de "end of life" (tradução: "fim de vida"). Nesse momento, a pessoa começa a sentir que o marca-passo já não é mais o mesmo, pois o aparelho passa a estimular o coração em uma frequência bem menor do que a que está em sua programação. Essa frequência vai diminuindo até parar completamente. Mas nenhum portador de marca-passo deve deixar esse momento chegar. A troca deve ocorrer antes que o aparelho chegue ao ERI. Por isso, se você tem marca-passo, avalie-o a cada 6 meses.

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
  • 7
  • 8
  • 17
Dr. Roberto Costa Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião cardiovascular

São Paulo

Marcar consulta

Ver as 6 perguntas sobre Troca de gerador de marcapasso