Video histeroscopia - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Video histeroscopia

Os especialistas falam sobre a Video histeroscopia

Histeroscopia é uma técnica da área da ginecologia que permite visualizar a cavidade uterina através de uma câmera. A histeroscopia diagnóstica é realizada em ambulatório, sem o uso da anestesia, sem necessidade de internação, e possibilita o diagnóstico de miomas submucosos, pólipos, sinéquias e má-formações uterinas. Já a histeroscopia cirúrgica é realizada para tratar estas doenças e requer a internação por período de 2-4 horas. Esta técnica deve ser realizada apenas por profissionais habilitados pela Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO).
Dr. Vinicius Medina Lopes
Dr. Vinicius Medina Lopes Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

Brasília

A videohisteroscopia pode ser tanto um exame (diagnóstica) quanto uma cirurgia (cirúrgica). Pela histeroscopia diagnóstica, como o nome já diz, podemos fazer o diagnóstico das mais diversas doenças intra-uterinas que possam estar prejudicando a vida da paciente, como pólipos, miomas, câncer de endométrio, sinéquias, etc. Já na histeroscopia cirúrgica, há a possibilidade de tratamento completo da maior parte das doenças diagnosticadas previamente. O fato de ser um procedimento minimamente invasivo não quer dizer que não seja complexo: existem sim casos simples mas também há casos extremamente desafiadores, mas factíveis por esta maravilhosa técnica.
Dr. Ruy de Oliveira Machado Jr
Dr. Ruy de Oliveira Machado Jr Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

São Paulo

A histeroscopia é uma cirurgia minimamente invasiva. É usada uma câmera através da vagina e por dentro do útero ( sem cortes) para fazer a cirurgia. Pode ser indicada em vários casos: retirada de miomas; ou pólipos; retirar DIU quando o fio não está visível na vagina; para fazer biópsia do endométrio em casos de suspeita de câncer ( por exemplo mulheres que voltam a sangrar depois de ter entrado na menopausa); tratamento de aderências dentro do útero ( uma complicação de curetagem ou de infecção uterina, e que pode causar infertilidade). A recuperação é imediata e os resultados são excelentes.
Prof. Maurilio Batista Palhares Junior
Prof. Maurilio Batista Palhares Junior Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

Maringá

É um procedimento (exame ou cirurgia) minimamente invasivo realizado por dentro da vagina e do canal do colo uterino utilizando uma fina ótica que permite visualizar a cavidade uterina e identificar eventuais doenças existentes dentro do útero. A histeroscopia pode ser diagnóstica (exame) ou terapêutica (cirurgia).
Dra. Viviane Ferreira Ferling
Dra. Viviane Ferreira Ferling Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

São José dos Campos

Vìdeo-Histeroscopia: é o exame que permite avaliar a cavidade uterina através do uso de uma ótica. Assemelha-se muito a realização de uma endoscopia digestiva só que neste caso, para avaliação da cavidade uterina, em especial, o endométrio. Sua indicação geralmente é feita para aquelas pacientes que estão com sangramentos menstruais muito aumentados, ou estão em tratamento de infertilidade, ou apresentam pólipos ou voltaram a menstruar depois da menopausa. Existem várias outras indicações. A vídeo-histeroscopia permite o registro do exame para reavaliações e seguimento dos quadros clínicos. Pode ser feita ambulatorialmente ou em Centro Cirúrgico.
Dra. Mirian Hoeschl
Dra. Mirian Hoeschl Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

Brasília

Ver mais

Tem perguntas sobre Video histeroscopia?

Nossos especialistas responderam 77 perguntas sobre Video histeroscopia.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Se foi confirmado que realmente é um septo uterino, o recomendado é refazer a cirurgia histeroscópica sim. A chance de voltar a crescer antes da FIV é muito pequena.

  • 49
  • 5
  • 250
Ana Carolina Nunes Cavalcanti Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Rio de Janeiro

Olá. Siga sempre as recomendações pós-operatório do seu médico. A recomendação é repouso físico e sexual absoluto.

  • 8150
  • 3034
  • 8127
Dr. Heitor Leandro Paiva Rodrigues Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Ribeirão Preto

Marcar consulta

Se você está usando Tamisa 30 para controlar o sangramento, deve fazer o exame de video-histeroscopia o mais rápido possível. Isto porque depois de algum tempo o sangramento pode voltar, mesmo usando essa medicação, o que pode atrapalhar o exame de video-histeroscopia. Por outro lado, é prudente fazer um exame de sangue para avaliar se existe a necessidade de fazer o tratamento de reposição de ferro e correção da anemia, se for o caso. Se o exame confirmar a presença de mioma submucoso, o tratamento cirúrgico pode ser feito pela video-histeroscopia cirúrgica, com a realização da miomectomia (retirada do mioma).

  • 164
  • 42
  • 73
Dr. Jose Alexandre Portinho Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista, Nutrólogo

Rio de Janeiro

Marcar consulta

Olá. Sempre siga as orientações do seu médico. Esclareça todas as suas dúvidas a respeito da histeroscopia. Não existe risco para a sua saúde sobre o uso do CO2. Esse gás será reabsorvido pelo sangue e eliminado pelos pulmões através da respiração. A dor na clavícula e escapula é devido a irritação e distensão do diafragma pelo gás. É uma dor fulgaz e possível de ser controlada com medicações analgésicas e anti-inflamatórias. A histeroscopia pode ser feita com distensão da cavidade uterina com solução líquida e isso evitaria a dor pelo gás CO2. A opção pelo gás ou líquido depende da preferência do seu médico. Converse com o seu médico.

  • 8150
  • 3034
  • 8127
Dr. Heitor Leandro Paiva Rodrigues Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Ribeirão Preto

Marcar consulta

Ver as 77 perguntas sobre Video histeroscopia