Especialistas em Cirurgia ortognatica para maxilar ou maxilomandibular

O que é?

A cirurgia ortognática é um procedimento que visa reposicionar o maxilar ou a mandíbula (por vezes ambos). Ela é utilizada para corrigir deformidades na arcada dentária ou nos ossos faciais que não podem ser solucionadas apenas com o uso de aparelhos ortodônticos. A operação consiste na aplicação de placas ou parafusos que forçam o reposicionamento da arcada dentária ou dos ossos. Deve ser feita em ambiente hospitalar e sua duração varia de uma a quatro horas dependendo da gravidade do problema. Há necessidade de anestesia geral e internação. O paciente pode receber alta no dia seguinte à cirurgia, porém só é liberado para suas atividades normais duas semanas após o procedimento. Qual é a causa?As deformidades podem ter diversas origens. As mais comuns são: - síndromes e anomalias - distúrbios de crescimento- trauma facial - problemas musculares, hormonais ou genéticos No caso de problemas genéticos, é recomendado que o procedimento cirúrgico não seja realizado antes dos 17 anos em mulheres ou 18 anos em homens. A recomendação é de que se aguarde o término do crescimento do esqueleto facial. Entretanto, devido a traumas emocionais causados pelos problemas estéticos, por vezes a operação é realizada antes desse período.

Quais os sintomas?

As deformações dos ossos da face e da arcada dentária podem causar, principalmente, dores nas articulações próximas ao ouvido, dificuldade para mastigar, dores de cabeça e apneia (a pessoa para de respirar por alguns momentos durante o sono). Além dos problemas físicos, há também os problemas psicológicos gerados especialmente em crianças e adolescentes por causa das deformações.

Como fazer o diagnóstico?

Um exame físico é suficiente para diagnosticar as deformações.

Qual o tratamento?

A cirurgia é o único tratamento capaz de solucionar as deformações de ossos da face ou da arcada dentária. Ela é indicada nas seguintes situações: - falta de balanceamento da aparência facial- queixo retraído (curto) - mandíbula proeminente (grande)- face longa - sorriso gengival (exposição excessiva da gengiva na hora de sorrir) - respiração bucal crônica- apneia- dificuldade de mastigação- problemas de fala - dor na articulação temporomandibular (próxima ao ouvido) - excessivo mau posicionamento dos dentes- mordida aberta - dificuldade de fechar a boca

Encontre um especialista em Cirurgia Ortognatica para Maxilar ou Maxilomandibular na sua cidade: