É possível adquirir déficit de atenção com o uso crônico de cannabis? sou usuário crônico há
9 respostas
É possível adquirir déficit de atenção com o uso crônico de cannabis? sou usuário crônico há dois anos e meio e atualmente sinto muitas dificuldades cognitivas, na atenção, aprendizado e memória. Isso é reversível? parei há 8 dias
O Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) é um transtorno neurobiológico, de causas genéticas, que aparece na infância e, muitas vezes, se mantém ao longo da vida do indivíduo. Os sintomas que você descreve são causados pelo consumo de maconha. Áreas específicas do cérebro que controlam funções como aprendizado, memória, atenção, percepção, controle inibitório, planejamento e tomada de decisões são prejudicadas pelo uso de maconha, principalmente, quando ele é iniciado na adolescência. Além disso, o uso frequente da droga aumenta o risco de crises de ansiedade, depressão, surtos psicóticos, doenças pulmonares e cardíacas, entre outros. Tais sintomas podem ser reversíveis. A recuperação ocorre lentamente ao longo dos meses, desde que não haja recaída no uso da droga. Existem profissionais especializados (psiquiatras e psicólogos) que podem auxiliá-lo, caso necessite de ajuda. Boa sorte!

Tire todas as dúvidas durante a consulta online

Se precisar de aconselhamento de um especialista, marque uma consulta online. Você terá todas as respostas sem sair de casa.

Mostrar especialistas Como funciona?
Não o deficit de atenção não é adquirido ele aparece ou é percebido na infância quando a criança precisa focar a atenção para atividades de aprendizagem na escola e outros ambientes e não consegue. O uso crônico de cannabis altera e prejudica outras áreas do cérebro provocando dificuldades cognitivas e também da atenção e memória. Por isso é importante descobrir o que o leva a usar-la compulsivamente. Há medicações e tratamento psicoterapêutico para auxilia-lo no processo de recuperação e tratamento, para ajuda-lo entre em contato com um profissional.

Olá! você deve procurar se abster dessa droga, para que seu cérebro volte a ter todas as funções naturais, com esse tipo de bombardeio, é natural o que esteja passando. Faça Psicoterapia Cognitivo Comportamental e Hipnoterapia. Paz e Bem!

Olá, tudo bem?
De acordo com as informações que você coloca a disposição é importante esclarecer que o uso de substância psicoativas podem gerar alguns efeitos colaterais a curto, médio e longo prazo.
O uso da maconha promove a diminuição de alguns aspectos cognitivos como atenção, concentração, memória, entre outros, além da debilitação de órgãos vitais como pulmões e coração e de células neuronais.
Contudo, os efeitos são sim reversíveis, mas assim como todo comportamento novo, a reabilitação é um processo que demanda tempo e compromisso.
Busque auxílio de profissionais da psiquiatria e psicologia para avaliação dos aspectos físicos e cognitivos e início de um tratamento complementar e efetivo!
Espero ter ajudado... Até breve!

Olá , o Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) não surge com o uso de maconha . Mas o uso dela ( maconha ) compromete as funções cognitivas e, ainda, aspectos emocionais . Muito bom você ter esta percepção de si mesmo . Continue sua auto observação e se persistir estas alterações , procure ajuda de um profissional da área psi . Poderá ser um psicólogo ou psiquiatra . Fique bem !

O TDAH, assim como todos os diagnósticos da psiquiatria, não tem clara origem etiológica. São diversos e controversos os estudos que buscam causalidade genética para o déficit de atenção.
Mais importante do que elucubrar sobre a origem dos sintomas é entender que a maconha provoca evidente deficit cognitivo, principalmente no que chamamos "memória de trabalho" ou "memória operacional".
Você já deu o passo principal, que foi notar algum prejuízo e buscar auxílio para remediá-lo.
Sem dúvida, os sintomas são reversíveis.
Quando se chega o momento em que há dúvida sobre o uso da maconha é porque se deve interromper.
Procure desafios intelectuais, evite o uso de medicações e busque acompanhamento com profissionais qualificados.
O mundo está ao seu alcance.

O fato é que o uso constante da Cannabis pode trazer alterações no seu sistema cognitivo e emocional.

Isso varia de pessoa para pessoa, se isso está lhe acontecendo e sente dificuldade para interromper, procure a ajuda de um médico e de um Psicoterapeuta.

Procure entender quais os motivos psiquico-emocionais que levam ao consumo da maconha, isso lhe trará um ganho efetivo na sua qualidade de vida.

Abraços.

Existe um estudo com usuários crônicos onde, após o 28 º dia de abstinência, se mantinham as alterações cognitivas secundárias a Canabbis. O uso crônico pode levar a déficits cognitivos permanentes, principalmente se o início tiver sido antes dos 17 anos, e a interrupção tende a reduzir esses déficits. É importante avaliar se você apresentava sintomas ansiosos ou de humor antes de iniciar o uso, ou mesmo TDAH subclínico. É comum pessoas com transtorno bipolar desenvolverem dependência a Canabbis, por exemplo, pois o canabidiol tem efeito terapêutico, mas este ainda não está disponível para prescrição, com exceção para alguns casos neurológicos. Sugiro que procure um psiquiatra para fazer a avaliação de possíveis comorbidades. Para dependência de Canabbis com ansiedade ou depressão, sugiro usar trazodona, e para bipolaridade, quetiapina.

Muito importante sua pergunta! Fico feliz pela crítica que você tem diante do problema.
O uso de qualquer substância com excesso pode trazer prejuízos à vida de alguém. Seja maconha, seja álcool, benzodiazepinas, ou café. O que muda são os graus de prejuízo. Isso tem a ver com o tempo de uso e o quanto da substância é utilizada, além de fatores genéticos e predisposições ou quadros anteriores Pela sua narrativa, você observou que tem problemas causados pelo uso da substância, mas também pode ter esses prejuízos antes mesmo do uso - e eles se agravaram com o uso.
Muitas vezes temos alguns problemas antes de começar a usar a substância, então por exemplo: ser ansioso.
Por isso é muito importante que você busque psicoterapia para entender o motivo pelo qual utilizava a substância e consiga auxílio profissional "resolvê-lo" ou lidar com ele.

O suporte da psicoterapia ajudará a enfrentar as dificuldades que você possui e permitirá que você "reforce" as coisas boas que tem.

content.item_itemType.experts.B3.specialists

Veronica L. M. de M. Marques

Veronica L. M. de M. Marques

Psicólogo

Araruama

Raíssa Paschoalin Palmieri

Raíssa Paschoalin Palmieri

Psicólogo

Maringá

Rachel Regina de Oliveira Bertoncini

Rachel Regina de Oliveira Bertoncini

Psicólogo

Piracicaba

Rodrigo Bernini de Brito

Rodrigo Bernini de Brito

Psiquiatra

Goiânia

Taramis Sartorio

Taramis Sartorio

Psicólogo

Porto Alegre

Renata Camargo

Renata Camargo

Psicólogo

Camaquã

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 17 perguntas sobre Transtornos de déficit de atenção e do comportamento disruptivo

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Escolha a especialidade dos profissionais que podem responder sua dúvida
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.