Uma MAV cerebral na região motora, um aneurisma pequeno na região oftalmica e outro na região da hipófise.

3 respostas
Uma MAV cerebral na região motora, um aneurisma pequeno na região oftalmica e outro na região da hipófise. Paciente com 28 anos. Qual o concelho? Que tratamento é melhor? O que evitar?
Se encontrar um aneurisma e uma MAV no mesmo paciente, deve-se tratar primeiro o aneurisma. Esse tratamento pode ser por clipagem microcirúrgica (cirurgia aberta) ou por embolização (endovascular). É mandatário tratar esses aneurismas mesmo que não romperam, dados os riscos de uma alta morbimortalidade se ocorrer uma ruptura. Só o tipo do tratamento é que vai depender da morfologia e tamanho de cada aneurisma. Já a MAV só deve ser tratada se causou sintomas, como deficit motor ou epilepsia, em caso de sangramento. Se não, deve ser apenas acompanhada. O tratamento também vai depender das características da MAV, podendo ser por embolização, cirurgia ou radiocirurgia (ou uma combinação entre eles).

Tire todas as dúvidas durante a consulta online

Se precisar de aconselhamento de um especialista, marque uma consulta online. Você terá todas as respostas sem sair de casa.

Mostrar especialistas Como funciona?
MAVs em áreas eloquentes tem manejo particularmente difícil uma vez que a intenção é que seja tratada sem causa déficits ao paciente. Muitas vezes podem ser usados manejos multidisciplinares ou multimodais com uma variação técnicas tais como microcirurgia, embolização e radiocirurgia. A melhor estratégia depende das características de cada caso. Existem risco potenciais e, neste caso, discuta com um neurocirurgião quais são as opções para o seu caso.

Não vejo como opinar sobre casos específicos através deste canal.
Minha recomendação é agendar uma consulta com médico especialista e , preferencialmente, com experiência na doença em questão. Lembre-se que MAVs cerebrais são raras e a associação com aneurismas mais ainda.

Especialistas

Raphael Sangenis

Raphael Sangenis

Neurocirurgião

Campinas

Eduardo Queirós Miranda

Eduardo Queirós Miranda

Neurocirurgião

Goiânia

Guilherme Corsaletti Gregorio

Guilherme Corsaletti Gregorio

Neurocirurgião

São Paulo

Adriano Donizeth Silva de Morais

Adriano Donizeth Silva de Morais

Neurocirurgião

Marabá

André de Macedo Bianco

André de Macedo Bianco

Neurocirurgião

São Paulo

Joao Antonio Pinheiro Marques

Joao Antonio Pinheiro Marques

Neurocirurgião

Fortaleza

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 3 perguntas sobre Malformações Arteriovenosas Intracranianas

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Escolha a especialidade dos profissionais que podem responder sua dúvida
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.