A laserterapia, ou terapia com luz, envolve o uso de níveis baixos de luz para tratar uma variedade de condições de saúde. Este procedimento, embora relativamente novo, tem recebido ampla aceitação por sua natureza não invasiva e sua eficácia na cura e redução da dor.

A palavra "laser" é na verdade um acrônimo para "Light Amplification by Stimulated Emission of Radiation" (amplificação da luz por emissão estimulada de radiação). Esta tecnologia foi introduzida pela primeira vez na década de 1960 e desde então foi refinada e desenvolvida para várias aplicações médicas. A base desta terapia é a luz, que é manipulada em um feixe concentrado que pode ser direcionado para áreas específicas do corpo.

A laserterapia não é um tratamento aplicado exclusivamente à uma condição de saúde ou procedimento. Existem diferentes tipos de lasers usados nessa terapia, cada um com um diferente comprimento de onda e nível de potência. Esses diferentes tipos permitem que profissionais de saúde usem a laserterapia para uma ampla variedade de condições, desde problemas de pele até questões musculoesqueléticas.

Escolha a cidade onde você está buscando um serviço

Para que serve a laserterapia

A laserterapia é aplicada em diversos campos da medicina. É usada na odontologia para doenças gengivais, na dermatologia para regeneração da pele e na fisioterapia para o manejo da dor.

A laserterapia também se mostrou benéfica no tratamento de condições de dor crônica, como artrite e fibromialgia. Além disso, na fisioterapia a laserterapia é usada para tratar condições musculoesqueléticas como tendinite, entorses e bursite.

Como funciona a laserterapia

A laserterapia utiliza a luz para interagir com os tecidos do corpo. Quando a luz do laser é aplicada a uma área do corpo, as células absorvem essa luz e a convertem em energia. Essa energia promove uma cadeia de reações bioquímicas que aceleram o processo de cicatrização.

A luz emitida pelo laser é absorvida pelas mitocôndrias, a central de energia da célula. Essa absorção desencadeia a produção de trifosfato de adenosina (ATP), o combustível que as células usam para a cicatrização. Como resultado, há um aumento na regeneração celular e uma diminuição na inflamação e na dor.

Além disso, a laserterapia também facilita uma melhor circulação sanguínea na área tratada. Esse aumento no fluxo sanguíneo leva mais oxigênio e nutrientes às células, ajudando ainda mais no processo de cicatrização. Todo o processo é totalmente não invasivo, e os lasers são aplicados em um nível tão baixo que não aquecem os tecidos do corpo.

Quanto tempo dura uma sessão de laserterapia

A duração de uma sessão de laserterapia pode variar dependendo da condição tratada e do tipo específico de laser utilizado. No entanto, geralmente uma sessão dura de 5 a 20 minutos. A frequência das sessões também varia com base na condição médica. Algumas condições podem exigir várias sessões por semana, enquanto outras podem exigir tratamentos menos frequentes.

Durante uma sessão, o dispositivo de laser é posicionado sobre a área-alvo, e a luz é emitida por um período de tempo predeterminado. O paciente geralmente sente pouca ou nenhuma sensação durante esse processo. A natureza não invasiva da laserterapia a torna uma opção de tratamento relativamente confortável.

Além disso, o tempo de recuperação após uma sessão de laserterapia geralmente é muito baixo. Na maioria dos casos, os pacientes podem retomar suas atividades normais imediatamente após o tratamento. Isso torna a laserterapia uma opção conveniente para aqueles que procuram alívio da dor ou tratamento para várias condições médicas.

Laserterapia: especialistas e clínicas recomendados

São Paulo

Dr. Leonardo Aguiar

Cirurgião buco-maxilo-facial, Dentista

(Cirurgia oral, Cirurgia ortognática e estética, Disfunção temporomandibular e dor orofacial, Implantodontia, Ronco e apneia, Cirurgia ortognatica, Patologia bucal, Reabilitação oral) Mais
Rua Albion 43-A, Lapa, São Paulo
194 opiniões
Mostrar perfil
Dra. Ariane Cristina Miranda

Dentista

(Endodontia, Odontologia estética, Laserterapia, Implantodontia) Mais
R. Cerro Corá, 43, São Paulo
92 opiniões
Mostrar perfil

Rio de Janeiro

Dr. Rowan Vilar

Dentista

(Implantodontia, Ortodontia, Odontologia geral, Odontologia estética, Odontologia preventiva) Mais
Rua Visconde de Pirajá 303 (sala 709), Rio de Janeiro
179 opiniões
Mostrar perfil
Dra. Daniella Barros

Dentista

(Odontologia estética, Clareamento dental, Urgencias odontologicas, Reabilitação oral) Mais
Rua Visconde de Pirajá, 111, sala 207, Ipanema, Rio de Janeiro
139 opiniões
Mostrar perfil

Brasília

Dr. Rodrigo Nunes de Albuquerque Pires

Ortopedista - traumatologista

(Cirurgia do joelho, Dor) Mais
AV DAS PAINEIRAS, EQ 03/05, BLOCO B , SALA 101 EDIF JARDIM IMPERIAL SETOR HABITACIONAL JARDIM BOTANICO, Brasília
7 opiniões
Mostrar perfil
Dra. Daniela Hildebrand

Dentista, Odontopediatra

(Odontopediatria, Urgencias odontologicas, Ortopedia funcional dos maxilares, Laserterapia) Mais
SGAS 910, Edifício Mix Park Sul, Bloco D, sala 234, Brasília
67 opiniões
Mostrar perfil

Salvador

Dr. Fábio Freire

Cirurgião buco-maxilo-facial, Dentista

(Cirurgia oral, Cirurgia ortognática e estética, Traumatismos faciais, Disfunção temporomandibular e dor orofacial, Pacientes especiais, Patologia bucal, Reabilitação oral, Ronco e apneia) Mais
Av. Prof. Magalhães Neto 1541, Salvador
187 opiniões
Mostrar perfil
Dra. Gabriela Azevedo Barbosa

Dentista, Ortodontista

(Prótese dentária, Implantodontia, Cirurgia e traumatologia buco-maxilo-facial, Cirurgia ortognatica, Clareamento dental, Invisalign, Aparelho de porcelana, Alinhadores) Mais
Av. Tancredo Neves, 620, Empresarial Mundo Plaza, Sala 123 (1º Andar), Salvador
170 opiniões
Mostrar perfil

Perguntas frequentes

Quais são os benefícios da laserterapia?

A laserterapia oferece uma variedade de benefícios, tornando-se uma escolha popular para o tratamento de diversas condições médicas e procedimentos. Um dos principais benefícios da laserterapia é sua natureza não invasiva. Ao contrário de procedimentos cirúrgicos, a laserterapia não envolve cortes ou incisões, o que significa menos risco de infecção e um período de recuperação mais curto.

Outro benefício significativo da laserterapia é sua eficácia na redução da dor e inflamação. Isso a torna uma opção de tratamento viável para aqueles que sofrem de condições de dor crônica. Além disso, a laserterapia promove a reparação de tecidos e a cicatrização de feridas, sendo benéfica para tratamentos de pele e recuperação pós-cirúrgica.

A laserterapia é uma opção de tratamento versátil, podendo ser utilizada para tratar uma ampla gama de condições, desde problemas de pele até questões musculoesqueléticas. Essa versatilidade, aliada à sua natureza não invasiva e eficácia, torna a laserterapia uma ferramenta valiosa na medicina moderna.


Quais são as consequências da laserterapia?

Como todos os tratamentos médicos, a laserterapia pode ter efeitos colaterais, como desconforto temporário, vermelhidão e inchaço na área tratada, que geralmente diminuem em poucos dias. No entanto, quando realizada por um especialista treinado, os riscos associados à laserterapia são mínimos.

Em casos raros, pode haver risco de descoloração da pele, formação de bolhas ou infecção. No entanto, esses riscos podem ser significativamente reduzidos ao seguir as instruções de cuidados pré e pós-tratamento fornecidas pelo seu especialista. Também é importante que o médico avalie o seu histórico médico antes de iniciar a laserterapia para garantir que esta seja uma opção segura para você.


A laserterapia dói?

A resposta depende em grande parte do tipo de laserterapia que está sendo aplicada. No entanto, na maioria dos casos, os pacientes relatam sentir pouca ou nenhuma dor durante o tratamento. Alguns descrevem a sensação como um calor leve ou formigamento.

Em tratamentos que utilizam um laser de maior potência, como na depilação a laser ou no resurfacing da pele, um anestésico tópico pode ser utilizado para minimizar o desconforto. Após o tratamento, os pacientes podem experimentar algum inchaço ou vermelhidão, mas isso geralmente se resolve em poucos dias. Em geral, a laserterapia é considerada uma opção de tratamento com baixa dor.


Como se preparar para a laserterapia?

A preparação para a laserterapia envolve vários passos. Em primeiro lugar, é essencial ter uma consulta detalhada com seu especialista. Durante esta consulta, o especialista irá avaliar sua condição de saúde e apresentar as opções de tratamento e os respectivos resultados esperados.

No dia do tratamento, é indicado chegar com a pele limpa e seca. Evite aplicar cremes, loções ou perfumes na área a ser tratada. Seguir essas etapas de preparação pode ajudar a garantir que sua sessão de laserterapia ocorra sem problemas.


Quais tipos de laserterapia existem?

Existem vários tipos de laserterapia, cada um adequado a diferentes procedimento. Alguns tipos comuns incluem a Terapia a Laser de Baixa Intensidade (LLLT), a Terapia a Laser de Alta Intensidade (HILT) e a Terapia com Luz Pulsada Intensa (IPL).

A LLLT, também conhecida como terapia a laser frio, utiliza luz de baixo nível para estimular a cicatrização e reduzir a dor e a inflamação. A HILT, por outro lado, utiliza um laser mais potente para penetrar mais profundamente nos tecidos do corpo, sendo frequentemente usada para condições musculoesqueléticas.

A terapia com IPL é comumente utilizada para tratamentos de pele, incluindo depilação e tratamento de hiperpigmentação e rosácea. Apesar de não ser considerada uma terapia a laser, ela é frequentemente agrupada com as terapias a laser devido ao uso da luz.

Perguntas sobre Laserterapia

Nossos especialistas responderam a 3 perguntas sobre Laserterapia

A laserterapia é um procedimento pouco utilizado, mas que pode ser utilizado como terapia adjuvante sim, mas sempre em associação ao tratamento medicamentoso.

Ao contrário, a laserterapia é indicada para o tratamento das neuralgias. A luz infravermelha de comprimento de onda de 808nm tem uma ação local de biomodulação tecidual e reparação dos tecidos.…

Especialistas falam sobre Laserterapia

O laser é uma fonte de luz. . A laserterapia de baixa potência tem propriedades terapêuticas e exerce efeito anti inflamatório, analgésico e reparador. Aplicado sobre o processo ulcerativo reduz o tempo de cicatrização, a duração da fase inflamatória e possui ação bioestimulante. Utilizamos técnicas para reparação tecidual (efeito bioestimulador do trofismo celular);redução de edema, de hiperemia e dor nas lesões ou doenças bucais, tais como: - Abscesso - Alveolite - Estomatite - Hemorragia - Herpes - Hipersensibilidade dentinária - Lesão traumática - Líquen plano - Mucosite - Parestesia; - Periodontite; Gengivite - Nevralgia de Trigêmeo, Queilite Angular - Síndrome da ardência da boca.

Elaine C. Camargo

Dentista

Porto Alegre


Nossos tratamentos de varizes são realizados com os mais modernos aparelhos de laser do mercado. Utilizamos técnicas minimamente invasivas, proporcionando recuperação imediata e sem necessidade de afastamento das atividades de laser, esporte e/ou trabalho. O laser aquece o sangue dentro da veia, causando inflamação das varizes com posterior desaparecimento das mesmas. Associamos laser para clareamento de pele na eventualidade de alguma manchinha.

Carlos Eduardo De Freitas Jorge

Angiologista, Especialista em medicina estética

Belo Horizonte


A LASERTERAPIA - TRATAMENTO INDOLOR INDICADO: -Dores na articulação da mandíbula. -Paralisia facial. -Herpes Labial, em apenas 2 a 3 dias. -Hipersensibilidade destinaria. -Aftas. -Alveolite (infecção ou a inflamação pós extração dentária). -Mucosite(comum em pacientes em tratamento de radioterapia e quimioterapia na região da cabeça). -Nevralgia do trigêmio. -Parestesia (Sensações cutâneas subjetivas, por exemplo., frio, aquecimento, formigamento, pressão, etc. que são vivenciadas espontaneamente na ausência de estimulação).

Ricardo Abreu De Queiroz

Dentista

Belo Horizonte


Pode ser utilizado para mais várias atribuições como; estética, cosmética, cirurgias, terapias e muitas outras utilidades. Nossa utilização se dá basicamente na fototerapia pós operatória e cirurgia a laser.

Thiago Bonifácio S. Guimarães

Cirurgião buco-maxilo-facial

Goiânia

Agendar uma visita

A escleroterapia (secar vasinhos) realizada com Laser transdérmico, em associação com glicose 75% (CLaCS - Cryolaser and Cryosclerotherapy) é um procedimento seguro e com excelentes resultados. O procedimento é realizado com o uso de aparelho de realidade aumentada, que permite visualização precisa e detalhada dos vasos a serem tratados e com um resfriador de pele, reduzindo a dor durante o procedimento e oferecendo maior conforto aos pacientes. Este procedimento é realizado na clínica e os pacientes pode retomar suas atividades normalmente logo após sua realização.

Rodrigo Bono Fukushima

Angiologista, Cirurgião vascular

São Paulo


Laserterapia é um método de tratamento moderno que ajuda o organismo a se recuperar mais rapidamente após uma cirurgia ou quando ocorre alguma ferida ou doença. O laser pode aumentar a imunidade corporal e ao mesmo tempo acelerar o processo de cicatrização. Muito eficaz para a cura rápida de aftas e herpes labial. O tratamento com laser torna desnecessária a utilização de remédios por tempo prolongado.

Daniel Roberto De Assis

Dentista, Terapeuta complementar

Americana

Agendar uma visita

O tratamento com laser é um excelente método de rejuvenescimento, pois aumenta a produção de colágeno, fecha os poros, trata cicatrizes de espinhas, combate a flacidez e clareia a pele e excelente para combater rugas! Existem vários tipos de laser, eu prefiro o pixel, pois o paciente sente menos dor e menos inchaço no pós laser. O laser é excelente tratamento para áreas com flacidez como pálpebras, rosto e até mesmo a papada. Já na primeira sessão a pele fica mais viçosa, mais hidratada e nas sessões seguintes já se nota uma melhora das rugas, como bigode chinês e marionete. O número de sessões depende de cada paciente. Um bom resultado também depende do profissional que o aplica.

Taciana Medeiros

Especialista em medicina estética, Cirurgião geral

Rio de Janeiro


A Laserterapia tem sido utilizada nas diversas áreas da saúde e tem como efeitos acelerar a cicatrização tecidual, modular a inflamação e promover analgesia. Estes efeitos estão associados com a estimulação da microcirculação, efeitos anti-oxidantes, e reativação do potencial respiratório celular promovidos pela radiação Laser em baixa intensidade. Uma importante indicação clínica da Laserterapia como ferramenta terapêutica complementar é sua utilização acelerando a cicatrização de feridas crônicas vasculares, diabéticas e úlceras de pressão (escaras). Além de ajudar em todas as feridas cirúrgicas em pós operatórios.

O laser é uma fonte de luz com vários comprimentos de onda que lhe conferem propriedades terapêuticas. O laser de baixa potência ou laser terapêutico possui ação anti-inflamatória, analgésica e bio-estimulante. Atualmente, devemos considerar o laser um auxiliar terapêutico indispensável aos consultórios odontológicos. O laser é indicado para casos de alívio de dor, redução de edema ou “inchaço”, parestesias (perda da sensibilidade), afta, herpes entre outros. É uma técnica totalmente indolor e pode ser utilizada por adultos e crianças.

Fabiano Lee

Dentista

São Paulo


A laserterapia é o novo recurso que está sendo utilizado no tratamento de lesões e feridas .Um avanço onde através da interação da luz vermelha realizamos bioestimulação dos processos biológicos acelerando o processo de cicatrização, seja em lesões operatórias, crônicas temos ótimos resultados através desta ferramenta terapêutica inovadora . Temos 3 processos em que podemos usar a laserterapia: laser vermelho ( indicado pra cicatrização) , laser infra -vermelho ( para analgesia e edema) e PDT ( processo infecciosos e tratamento de micoses) .Indicações gerais : fissuras mamária, onicomicose, pé diabético, lesão por pressão ou escara, enxerto, ferida operatória de cirurgia plástica,etc.

Maria Tereza Dos Santos Silva

Enfermeiro

Niterói


O Laser Terapêutico é um dos meios físicos com o qual o Fisioterapeuta conta para o tratamento em seus pacientes em diversas patologias como as Ortopédicas, Neurológicas, Reumáticas, Respiratórias e na Área da Estética. A aplicação é indolor não invasiva.Os efeitos Terapêuticos com evidências clínicas são: Analgesia (Dor), Anti-inflamatório, Antiedematoso e Regenera tecidos. Tratamento mais rápido e eficaz do que o tratamento convencional.

Indicaçoes e aplicabilidade do laser na odnotologia: - Alivio de dores - Sensibilidade dentaria - Dor na ATM - Acelera a recuperação pós cirurgia (extrações , enxertos etc.) - Alveolite - Pós cirurgia de implantes - Dor no Nervo da face - Parestesias - Dentre outras, São muitos os benefícios da aplicação do laser em tratamentos odontológicos.