A ultrassonografia das mamas é uma técnica de diagnóstico por imagem não invasiva e isenta de radiação que utiliza ondas sonoras para produzir imagens das estruturas internas das mamas. É uma ferramenta essencial no diagnóstico e detecção de anormalidades nas mamas, como cistos, fibroadenomas e tumores cancerígenos.

O procedimento é realizado aplicando um gel lubrificante especial nas mamas e usando um dispositivo manual chamado transdutor, que emite ondas sonoras de alta frequência. Essas ondas penetram nos tecidos mamários e retornam, criando ecos que são então convertidos em imagens em uma tela de computador.

Um dos principais benefícios da ultrassonografia das mamas é sua capacidade de diferenciar entre massas sólidas, que podem ser cancerígenas, e cistos cheios de líquido, que geralmente são benignos. Essa característica a torna uma ferramenta complementar eficaz à mamografia no campo da imagem das mamas.

Escolha a cidade onde você está buscando um serviço

Para que serve a ultrassonografia das mamas

A ultrassonografia das mamas é usada para diferentes finalidades, principalmente para o diagnóstico e monitoramento de condições das mesmas. Ela é frequentemente usada para investigar sintomas como nódulos, secreção pelo mamilo ou alterações de aparência. Também pode ajudar a identificar a causa de dores nas mamas.

Em alguns casos, a ultrassonografia das mamas pode ser realizada como parte de um processo de triagem regular, especialmente para mulheres com maior risco de desenvolver câncer de mama. Mulheres com seios densos, por exemplo, onde é mais difícil detectar anormalidades por mamografia, podem ser recomendadas a fazer ultrassonografias regulares.

Além disso, a ultrassonografia das mamas pode guiar os médicos durante procedimentos como biópsias, em que um pequeno fragmento de tecido é retirado da mama para exame adicional. Ela também pode monitorar o crescimento e a resposta de tumores mamários a tratamentos como a quimioterapia.

Como funciona a ultrassonografia das mamas

O transdutor, quando movido sobre a mama, emite ondas sonoras de alta frequência que atravessam o tecido. Quando essas ondas encontram diferentes tipos de tecidos (como cistos cheios de líquido ou tumores sólidos), elas retornam em velocidades variadas.

O transdutor capta essas ondas sonoras refletidas, que são convertidas em sinais elétricos. Esses sinais são processados por um computador para criar uma imagem do interior da mama, que é exibida em uma tela. Essa imagem ajuda o radiologista a identificar quaisquer anormalidades nos tecidos mamários.

Diferentes tipos de tecidos refletem as ondas sonoras de maneira diferente. Por exemplo, os cistos, que são preenchidos com líquido, aparecem como áreas escuras na imagem da ultrassonografia porque a maioria das ondas sonoras passa por eles. Por outro lado, as massas sólidas, como os tumores, refletem mais ondas sonoras e, portanto, aparecem como áreas brancas.

Duração da ultrassonografia das mamas

Um procedimento típico de ultrassonografia das mamas pode levar de 15 a 30 minutos por mama. Essa duração pode variar dependendo de vários fatores, tais como o tamanho da mama, o número e a complexidade de quaisquer anormalidades encontradas e se procedimentos adicionais, como uma biópsia, são necessários.

Ultrassonografia mamas: especialistas e clínicas recomendados

São Paulo

Dra. Cassiana Giribela

Ginecologista, Nutróloga

(Ginecologia endócrina, Menopausa, Reposição hormonal, Medicina preventiva, Nutrologia clínica, Medicina da obesidade, Nutrologia vegetariana, Nutrologia esportiva) Mais
Rua Matilde Paizer, 36, Osasco
329 opiniões
Mostrar perfil
Dra. Lais de Albuquerque Vasconcelos

Ginecologista

(Anticoncepção, Implantes hormonais, Citologia oncológica, Endometriose) Mais
R. Gomes de Carvalho, 1306 - cj 22 - Vila Olímpia, São Paulo
91 opiniões
Mostrar perfil

Rio de Janeiro

Dra. Ana Cristina Fernandes

Ginecologista, Especialista em diagnóstico por imagem

(Ginecologia, Obstetrícia, Ultrassonografia, Reposição hormonal) Mais
Avenida Ataulfo de Paiva 135 - Sala 407, Rio de Janeiro
154 opiniões
Mostrar perfil
Dra. Marcia Ferro

Radiologista, Especialista em diagnóstico por imagem

(Ultrassonografia, Ultrassonografia com doppler) Mais
Avenida das Américas 15015 1º andar - Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro
106 opiniões
Mostrar perfil

Brasília

Examine Agora - Lab

Radiologista

Avenida Recanto das Emas, Quadra 102 - Recanto das Emas, Brasília
0 opiniões
Mostrar perfil
Dra. Marilha Gabriela Martins Pontes

Mastologista

(Oncoplastia, Cirurgia da mama, Reconstrução mamária, Biopsia da mama) Mais
SMHN , Quadra 02 , bloco C , sala 1307, Edifício Dr Crispim Asa norte, Brasília
14 opiniões
Mostrar perfil

Salvador

LABCHECAP

Radiologista

Av. Paulo VI, 1956, Salvador
25 opiniões
Mostrar perfil
Hospital Santa Izabel

Radiologista

Praça Conselheiro Almeida Couto, 500 - Saúde, Salvador
25 opiniões
Mostrar perfil

Perguntas frequentes

O que é uma ultrassonografia bilateral das mamas?

Uma ultrassonografia bilateral das mamas é um procedimento que envolve a análise de ambas as mamas, não apenas de uma. Isso é frequentemente feito para comparar os tecidos em ambas as mamas e garantir que quaisquer anormalidades detectadas em uma mama não estejam presentes na outra. Esse tipo de ultrassonografia é especialmente útil em casos em que a paciente tem mamas densas ou se a mamografia detectou uma anormalidade em uma das mamas. A ultrassonografia bilateral das mamas oferece uma visão mais abrangente dos tecidos mamários, auxiliando assim em um diagnóstico mais preciso.


Qual é a diferença entre mamografia e ultrassonografia das mamas?

Tanto a mamografia quanto a ultrassonografia das mamas são técnicas de imagem usadas para examinar o tecido mamário, mas funcionam de maneira muito diferente e são usadas para fins diferentes.

A mamografia utiliza raios-X de baixa dose para criar imagens do tecido mamário. É especialmente eficaz na detecção de câncer de mama em estágios iniciais, mesmo antes de qualquer sintoma aparecer. No entanto, às vezes pode ser menos eficaz em mulheres com mamas densas, já que o tecido denso pode obscurecer as imagens da mamografia.

Por outro lado, a ultrassonografia das mamas utiliza ondas sonoras para criar imagens do tecido mamário. É particularmente útil na diferenciação entre massas sólidas e cistos cheios de líquido e é frequentemente usada em conjunto com a mamografia para fornecer um quadro mais completo da saúde das mamas, especialmente em mulheres com mamas densas.


A ultrassonografia das mamas pode ser realizada durante a gravidez?

Sim, a ultrassonografia das mamas pode ser realizada com segurança durante a gravidez. Na verdade, muitas vezes é o método preferido de imagem das mamas para mulheres grávidas, pois não envolve radiação. Mulheres grávidas podem precisar de uma ultrassonografia das mamas se descobrirem um caroço ou experimentarem dor nas mamas. Vale ressaltar que as alterações nas mamas são bastante comuns durante a gravidez devido às flutuações hormonais, e a maioria dessas alterações é benigna. No entanto, qualquer novo caroço ou alteração deve ser verificado por um profissional de saúde para descartar condições mais graves.


Os homens podem fazer uma ultrassonografia das mamas?

Com certeza, os homens podem e fazem ultrassonografias das mamas. Embora o câncer de mama seja muito menos comum em homens do que em mulheres, ele existe. A ultrassonografia das mamas pode ser usada para investigar qualquer caroço anormal ou alterações no tecido mamário de um homem.


A ultrassonografia das mamas pode ser realizada durante a amamentação?

Sim, uma ultrassonografia das mamas pode ser realizada enquanto a mulher estiver amamentando. Na verdade, é frequentemente usada para investigar problemas comuns durante a amamentação, como mastite (uma infecção no tecido mamário) ou ductos de leite bloqueados.

A ultrassonografia das mamas é segura, não invasiva e não envolve radiação, tornando-a uma ferramenta de diagnóstico adequada para mulheres que estão amamentando. No entanto, é importante observar que a amamentação pode causar alterações no tecido mamário, o que pode tornar as imagens de ultrassonografia mais difíceis de interpretar. Portanto, é crucial informar ao profissional de saúde que está amamentando antes do procedimento.


A ultrassonografia das mamas é dolorosa?

A ultrassonografia das mamas em si normalmente não é dolorosa. Durante o procedimento, você pode sentir alguma pressão quando o radiologista ou sonografista pressionar o transdutor contra a mama. No entanto, a pressão costuma ser leve e não deve causar desconforto.


Quais doenças a ultrassonografia das mamas diagnostica?

A ultrassonografia das mamas é uma ferramenta de diagnóstico poderosa que pode ajudar a detectar e diagnosticar várias doenças e condições das mamas, incluindo:

  • Câncer de mama: A ultrassonografia das mamas pode ajudar a detectar o câncer de mama, identificando massas anormais no tecido mamário. É particularmente útil na diferenciação entre cistos benignos e tumores potencialmente cancerígenos.
  • Cistos: Essas são estruturas saculares cheias de líquido que geralmente são benignas. A ultrassonografia é excelente para identificar cistos, pois estes aparecem como áreas escuras na imagem da ultrassonografia.
  • Fibroadenomas: São crescimentos não cancerígenos no tecido mamário. Eles geralmente aparecem como massas sólidas na ultrassonografia.
  • Infecções ou abscessos: Se você apresentar sintomas de infecção mamária, como vermelhidão, dor ou febre, a ultrassonografia pode ajudar a identificar um abscesso ou área infectada.
  • Lesões ou traumas: Se você sofreu uma lesão na mama, a ultrassonografia pode ajudar a avaliar a extensão dos danos.