Consultório

Rua Senador Fonseca, Jundiaí
Consultório particular (mapa)

Nesse endereço não é possível marcar consulta online

Pedir calendário de consultas

Experiência

Sobre mim

Especialista em Gestão de Pessoas, Graduada em Psicologia, atuei em empresas de grande porte a mais de dez anos. Minha experiência organizacional tem ...

Mostrar a descrição completa

Experiência em:

  • Fobias
  • Stress
  • Depressão
Veja mais


Serviços e preços

Serviços populares

Consulta Psicologia


Rua Senador Fonseca, Jundiaí

Preço não relatado

Consultório particular


Primeira consulta Psicologia


Rua Senador Fonseca, Jundiaí

Preço não relatado

Consultório particular

Outros serviços

Retorno de consultas Psicologia


Rua Senador Fonseca, Jundiaí

Preço não relatado

Consultório particular

Opiniões

Sem opiniões dos pacientes

Este especialista não tem nenhuma opinião dos pacientes da Doctoralia. Seja o primeiro em deixar uma!

Deixe aqui sua opinião

Dúvidas respondidas

2 dúvidas de pacientes respondidas na Doctoralia


  • Pergunta sobre Transtorno da personalidade borderline

    Namorei uma borderline por 2 meses, era maravilhosa, aparentemente, esforçada, mas depois percebi que tudo que ela me falou era mentira. Por que eles fazem isso?

    O Transtorno Boderline é mais comum em mulheres do que em homens. O sinal mais evidente no transtorno é um longo histórico de instabilidade nas relações pessoais.
    Isto é em parte causado por emoções instáveis e impulsivas. As pessoas com esse transtorno, podem idolatrar alguém e logo em seguida, odiá-la. Como a colega mencionou acima, deverá ser tratado também por um psiquiatra para ser recomendado o uso de antidepressivos.

    Vivian Peratelli

  • Pergunta sobre Trastorno do Espectro Autista

    A ansiedade é muito comum no transtorno do espectro autista leve? Impedindo a pessoa de estudar e trabalhar normalmente

    São dois tipos de transtornos existentes, quando se tem o diagnóstico de um, não necessariamente terá o outro. O autista tem como principal queixa a dificuldade de se relacionar com as pessoas e a ansiedade o fato de não ter o controle da situação que gera esse desconforto.

    Vivian Peratelli

Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.

Experiência

Sobre mim

Especialista em Gestão de Pessoas, Graduada em Psicologia, atuei em empresas de grande porte a mais de dez anos. Minha experiência organizacional tem ...

Mostrar a descrição completa

Experiência em:

  • Fobias
  • Stress
  • Depressão
Veja mais


Artigos

Estresse

O que é estresse? O estresse é uma resposta do organismo (física ou mental) a um evento de esforço extremo ou importante, geralmente quando se sente ameaçado ou sob pressão. Essa resposta libera uma série de reações químicas no seu organismo, o que provoca reações fisiológicas. Causas: São vários os itens que podem desencadear um evento estressante, medicamentos, produtos com cafeína, cocaína, álcool e tabaco também podem provocar ou piorar os sintomas. Quando os sintomas ocorrem com frequência, o indivíduo pode sofrer distúrbios de ansiedade.


Transtornos de Ansiedade

O que é Ansiedade? A ansiedade é a expectativa de uma ameaça futura caracterizada pelo sentimento de desconforto, em conjunto com a preocupação excessiva e também do medo. Ela pode ser leve ou grave e é bem difícil de controlar, pois atinge um alto grau de intensidade em poucos minutos. Além disso, pode durar muito tempo e, geralmente, está acompanhada de sintomas físicos. Causas: Não se sabe ainda quais são as reais causas da ansiedade. Entretanto, pode ser compreendida entre as experiências vividas pela pessoa e que acabam por ser traumáticas, além de características hereditárias ou, até mesmo, um efeito colateral de algum medicamento que é tomado diariamente.


Ataque de pânico

Ataques de Pânico, o que são? “O Pânico é Ansiedade máxima em situações inexplicáveis.” Um estado de Pânico é um fenômeno físico resultante do processo de Ansiedade. Falamos em Pânico quando se sente um nível extremo de Ansiedade. Causas: Por vezes, como efeito secundário de medicação, drogas ou de debilidades físicas diversas, existe uma libertação de adrenalina em excesso, o que causa um colapso físico que se manifesta através de um estado semelhante a um Ataque de Pânico. Não sendo um ataque de Pânico, é tão traumático como os Ataques de Pânico. As pessoas podem sentir o primeiro episódio de Pânico em qualquer circunstância, como, por exemplo, a dormir, a conduzir, num centro comercial.


Bullying

O que é Bullyng? corresponde à prática de atos de violência física ou psicológica, intencionais e repetidos, cometidos por um ou mais agressores, contra uma determinada vítima. O bullying pode ocorrer em qualquer ambiente onde existe o contato interpessoal, seja no clube, na igreja, na própria família ou na escola. Consequências do Bullying: Geralmente, as vítimas do bullying têm vergonha e medo de falar à família sobre as agressões que estão sofrendo e, por isso, permanecem caladas. Alguns sinais típicos são observados nos alunos vítimas de bullying, entre eles: recusa de ir para a escola, tendência ao isolamento,falta de apetite,insônia e dor de cabeça,queda no desempenho escolar e febre.


Anorexia nervosa

O que é? É um distúrbio alimentar caracterizado pela restrição persistente na ingestão de alimentos, pelo medo intenso de ganhar peso e por distúrbios no peso ou forma como indivíduo enxerga o próprio corpo. Para algumas pessoas, restringir o consumo de alimentos e perder peso pode ser uma tentativa de coordenar áreas da vida que estão fora de seu controle. Sua imagem corporal distorcida pode comprometer sua saúde e auto-estima. Também pode ser uma maneira de expressar emoções percebidas como muito complexas ou assustadoras, como dor, estresse ou ansiedade. Subtipos de Anorexia Nervosa: Restrição alimentar e Compulsão alimentar.


Fobia social

O que é Fobia? A fobia é um medo persistente e irracional de um determinado objeto, animal, atividade ou situação que represente pouco ou nenhum perigo real, mas que, mesmo assim, provoca ansiedade extrema. Fobia nem sempre é uma doença em si. Pode ser um sintoma de outra causa subjacente – geralmente um transtorno mental. De qualquer forma, o medo sentido por pessoas que têm fobia é completamente diferente da ansiedade que é natural dos seres humanos. O medo, por si só, é uma reação psicológica e fisiológica perfeitamente que surge em resposta a uma possível ameaça ou situação de perigo. Já a fobia não segue uma lógica propriamente dita, e a ansiedade nesses casos é incoerente com o perigo.

Veja todos os artigos