Salpingectomia uni ou bilateral - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Salpingectomia uni ou bilateral

Informação sobre Salpingectomia uni ou bilateral

A salpingectomia uni ou bilateral é a extirpação de uma ou ambas trompas de Falópio. A salpingectomia é feito no caso de gravidez tubária, ou quando uma certa quantidade de líquidos retidos ou pus acha-se dentro de uma trompa. A salpingectomia é indicada nas pacientes com ectópica rota, prole constituída, gravidez ectópica anterior, lesão tubária extensa, e quando a salpingostomia é realizada e persiste sangramento incontrolável. A salpingectomia pode deixar a mulher infértil no lado afetado, mesmo se a trompa for removida só parcialmente e depois religada. Este possível efeito colateral tem encorajado tratamentos menos invasivos, tais como a salpingostomia e a terapia com metrotrexate. A salpingectomia pode ser realizada por cirurgia aberta (corte) ou por vídeo laparoscopia.

Possui uma dúvida concreta sobre Salpingectomia uni ou bilateral? Pergunte aos nossos especialistas.

Tem perguntas sobre Salpingectomia uni ou bilateral?

Nossos especialistas responderam 98 perguntas sobre Salpingectomia uni ou bilateral.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Como a trompa é muito próxima do ovário, pode haver um discreto comprometimento do ovário. Mas não ao ponto de impedir a ovulação desse lado. Sempre vale a pena conversar com o médico que vai fazer sua FIV.

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
  • 29
  • 33
  • 14
Dra. Michelly Azevedo Da Motta Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Rio de Janeiro

sim.. é possível engravidar normalmente, pois ainda está com a tuba esquerda.... esta tem quimiotaxia(atração), e irá captar óvulos de ambos os ovários... e tambem pela proximidade dos ovários...

  • Obrigado 2
  • 1 especialista está de acordo
  • 846
  • 188
  • 784
Welly Chiang

Ginecologista

São Paulo

Olá, É normal alteração na sensibilidade da pele como ardência ou fomigamento e até dor no local da cirurgia, isso faz parte do processo de cicatrização que pode durar meses. Temos que levar em consideração o motivo da cirurgia, a técnica abordada e até o motivo da reabordagem, tudo isso pode interferir na recuperação. Converse com seu médico e esclareça suas dúvidas! Atenciosamente.

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
  • 15
  • 2
  • 2
Dra. Graziela Canheo Chaves Carvalho Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

São Paulo

depende da via da cirurgia.... a cirurgia aberta vai recuperar mais devagar do que a cirurgia por videolaparoscopia. pois os cortes são menores. mas a parte interna é igual a recuperação.

  • 846
  • 188
  • 784
Welly Chiang

Ginecologista

São Paulo

Ver as 98 perguntas sobre Salpingectomia uni ou bilateral