Salpingectomia uni ou bilateral - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Salpingectomia uni ou bilateral

Informação sobre Salpingectomia uni ou bilateral

A salpingectomia uni ou bilateral é a extirpação de uma ou ambas trompas de Falópio. A salpingectomia é feito no caso de gravidez tubária, ou quando uma certa quantidade de líquidos retidos ou pus acha-se dentro de uma trompa. A salpingectomia é indicada nas pacientes com ectópica rota, prole constituída, gravidez ectópica anterior, lesão tubária extensa, e quando a salpingostomia é realizada e persiste sangramento incontrolável. A salpingectomia pode deixar a mulher infértil no lado afetado, mesmo se a trompa for removida só parcialmente e depois religada. Este possível efeito colateral tem encorajado tratamentos menos invasivos, tais como a salpingostomia e a terapia com metrotrexate. A salpingectomia pode ser realizada por cirurgia aberta (corte) ou por vídeo laparoscopia.

Possui uma dúvida concreta sobre Salpingectomia uni ou bilateral? Pergunte aos nossos especialistas.

Tem perguntas sobre Salpingectomia uni ou bilateral?

Nossos especialistas responderam 102 perguntas sobre Salpingectomia uni ou bilateral.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

A cirurgia de salpingectomia bilateral é a cirurgia da retirada das trompas dos dois lados, ela não interfere com a produção hormonal , ou seja, não esta relacionada com a mulher entrar na menopausa mais cedo ou mais tarde; o que muitas vezes acontece é a salpingooforectomia que é a retirada da trompa e do ovário ai sim pode interferir na produção hormonal. Espero ter ajudado.

  • 20
  • 20
  • 9
Dra. Flavia Nogueira de Leoni Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

São Paulo

Marcar consulta

Como a trompa é muito próxima do ovário, pode haver um discreto comprometimento do ovário. Mas não ao ponto de impedir a ovulação desse lado. Sempre vale a pena conversar com o médico que vai fazer sua FIV.

  • Obrigado 2
  • 1 especialista está de acordo
  • 34
  • 40
  • 27
Dra. Michelly Azevedo Da Motta Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Rio de Janeiro

A gestação ectópica, aquela fora do útero, não obrigatoriamente encontra-se nas trompas, podendo ocorrer no ovário, no abdome, no colo do útero...

  • 210
  • 90
  • 71
Mariana de Sousa Ribeiro de Carvalho Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Belém

Pode sim! A orientação e realizar a laqueadura após 3 meses a 1 ano do parto. Você pode realizar o procedimento via cirurgia abdominal, via região da cicatriz umbilical, via vaginal ou por videolaparoscopia. Procure um atendimento especializado para ver qual é o procedimento mais indicado para você! Atenciosamente

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
  • 100
  • 120
  • 67
Alyk Vargas Alcobia Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

São Paulo

Marcar consulta

Ver as 102 perguntas sobre Salpingectomia uni ou bilateral