Douglas Motta Calderoni, Psiquiatra São Paulo

Dr. Douglas Motta Calderoni

Salvar

Psiquiatra mais

Número de registro: CRM 112027 SP RQE Nº: 52733
16 opiniões

Salvar

Tempo estimado de resposta:

Não descuide da sua saúde

Escolha a consulta online para iniciar ou continuar o seu tratamento sem sair de casa. Se precisar, você também pode marcar uma consulta no consultório.

Mostrar especialistas Como funciona?

Consultórios (2)

Experiência

Sobre mim

Faculdade de medicina da USP SP Graduação em 2003 Residência de Psiquiatria no Instituto de psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medi...

Mostrar a descrição completa

Experiência em:

  • Psiquiatria Forense
  • Emergências Psiquiátricas
  • Psiquiatria Hospitalar
Veja mais

Tratar condições médicas

  • Transtorno depressivo
  • Estresse
  • Insônia
Mostrar mais doenças

Serviços e preços

Os preços são para pacientes sem convênio médico

Serviços populares


Rua Voluntários da Pátria, 3744 cj. 53, São Paulo

Clínica Sintropia - Saúde Mental


R. Capote Valente, 439 cj. 111, São Paulo

Consultório particular

Outros serviços


Rua Voluntários da Pátria, 3744 cj. 53, São Paulo

Clínica Sintropia - Saúde Mental


R. Capote Valente, 439 cj. 111, São Paulo

Consultório particular



Rua Voluntários da Pátria, 3744 cj. 53, São Paulo

Clínica Sintropia - Saúde Mental


R. Capote Valente, 439 cj. 111, São Paulo

Consultório particular



Rua Voluntários da Pátria, 3744 cj. 53, São Paulo

Clínica Sintropia - Saúde Mental


R. Capote Valente, 439 cj. 111, São Paulo

Consultório particular



Rua Voluntários da Pátria, 3744 cj. 53, São Paulo

Clínica Sintropia - Saúde Mental


R. Capote Valente, 439 cj. 111, São Paulo

Consultório particular



Rua Voluntários da Pátria, 3744 cj. 53, São Paulo

Clínica Sintropia - Saúde Mental


R. Capote Valente, 439 cj. 111, São Paulo

Consultório particular



Rua Voluntários da Pátria, 3744 cj. 53, São Paulo

Clínica Sintropia - Saúde Mental


R. Capote Valente, 439 cj. 111, São Paulo

Consultório particular



Rua Voluntários da Pátria, 3744 cj. 53, São Paulo

Clínica Sintropia - Saúde Mental


R. Capote Valente, 439 cj. 111, São Paulo

Consultório particular



Rua Voluntários da Pátria, 3744 cj. 53, São Paulo

Clínica Sintropia - Saúde Mental


R. Capote Valente, 439 cj. 111, São Paulo

Consultório particular



Rua Voluntários da Pátria, 3744 cj. 53, São Paulo

Clínica Sintropia - Saúde Mental


R. Capote Valente, 439 cj. 111, São Paulo

Consultório particular



Rua Voluntários da Pátria, 3744 cj. 53, São Paulo

Clínica Sintropia - Saúde Mental


R. Capote Valente, 439 cj. 111, São Paulo

Consultório particular



Rua Voluntários da Pátria, 3744 cj. 53, São Paulo

Clínica Sintropia - Saúde Mental


R. Capote Valente, 439 cj. 111, São Paulo

Consultório particular

5

Classificação geral
16 opiniões

  • Pontualidade
  • Atenção
  • Clínicas e hospitais
Todas as opiniões são importantes, por isso os especialistas não podem pagar para alterar ou excluir uma opinião. Saiba mais.
P
Paciente verificado
Local: Consultório particular Síndrome do pânico

Pontos positivos
Profissional extremamente atencioso.


A
Paciente verificado
Local: Clínica Sintropia - Saúde Mental

Pontos positivos
Profissional qualificado e atencioso, ouve as queixas atento e passa confiança no seu diagnostico e tratamento.

Dr. Douglas Motta Calderoni

Muito obrigado! Agradeço a opinião!


U
Paciente verificado
Local: Consultório particular Ansiedade Generalizada

Pontos positivos
Melhor psiquiatra que eu já conheci. Realmente atencioso e focado em melhorar a saúde dos pacientes. Me prometeu que se eu seguisse o tratamento eu ficaria bem e fiquei mesmo! Sou muito grata!!!

Dr. Douglas Motta Calderoni

Muito Obrigado pela atenção e pela opinião. fico extremamente feliz em saber que você está bem!


M
Paciente verificado
Local: Clínica Sintropia - Saúde Mental depressão e ansiedade

Pontos positivos
Atendimento excelente. Esclarece nossas dúvidas, ouve com atenção. Demonstra estar bem atualizado e não se preocupa apenas em passar a receita, ouve, e aponta o que podemos fazer para melhorar. Meu tratamento foi um sucesso.

Pontos de melhoria
Não é barato. Apesar de achar que vale cada centavo.


U
Local: Clínica Sintropia - Saúde Mental

Em um momento muito delicado da minha vida, Dr. Douglas me ajudou a superar. Bom atendimento, dedicado, fez orientações que me ajudaram muito.


U
Local: Clínica Sintropia - Saúde Mental

Há 7 anos atrás conheci o Doutor e há 5 anos me trato com ele. Sua disponibilidade e empenho na minha melhora foi marcante; a estabilidade que atingi com ele não foi possível com outros tratamentos. Eu confio e a minha família também.


S
Paciente verificado
Local: Clínica Sintropia - Saúde Mental

Bom atendimento. Me pareceu confiável e atualizado. Acredito que irei resolver o problema para qual fui solicitar ajuda. Já me sinto melhor, apesar de ter iniciado recentemente o tratamento.


S
Paciente verificado

Fui muito bem atendida pelo Dr. Douglas Calderoni. Estou em tratamento há 04 meses e já conquistei meu emprego de volta. Estava sem conseguir sair de casa há 8 anos e apenas em 4 meses com os remédios e a psicoterapia indicada tenho estado mais plena.


A
Local: Clínica Sintropia - Saúde Mental

Dr. Douglas é um homem abençoado, muito atencioso, muito humano. Me sinto muito a vontade com ele. Meu esposo geralmente participa das minhas consultas e admira a forma de como o Dr. trabalha, sempre muito esclarecido.


U
Paciente verificado

Muito bom médico. Atencioso, competente e objetivo.


Ocorreu um erro, tente outra vez

Dúvidas respondidas

88 dúvidas de pacientes respondidas na Doctoralia

Pergunta sobre Pondera

Por que um paciente com arritmia o medico receitou pondera?

Uma explicação pode ser que o médico avaliou que o paciente estava ansioso e que isso poderia ser a causa ou estava agravando a arritimia.
Pode ser também que ele diagnosticou um quadro depressivo o que piora também algumas condições clínicas e piora muito o sentimento de medo, desesperança em relação ao tratamento.
Não conseguiremos saber o exato motivo para esta conduta, mas o que podemos avaliar é que muitas pessoas que sofrem de ataques de pânico ou ansiedade acabam procurando primeiramente clínicos e atendimentos de urgência por ter sintomas físicos associados.
Ainda há muito preconceito com o tratamento por psiquiatra e algumas pessoas se ofendem quando o médico revela que seu problema pode ter uma causa mental, como se ele estivesse menosprezando os sintomas e por isso que muitas vezes alguns médicos não falam o diagnóstico ao paciente. Porém sempre é recomendado explicar a causa dos sintomas ao paciente.

Dr. Douglas Motta Calderoni

Pergunta sobre Transtorno de pânico

Fui diagnosticada com transtorno do pânico e há 9 dias estou me medicando com 20mg de fluoxetina. No entanto, tenho sentido muita sensação de gases no peito, de forma a pressionar, me deixando com falta de ar. Sinto alívio ao beber algo gelado ou ao arrotar. É efeito da medicação?

Olá,
Em alguns casos pode ocorrer essa sensação sim, que pide ser da própria medicação como também do aumento de ansiedade que ocorre no início do tratamento.
Algumas orientações:
Tome a medicação sempre após se alimentar mesmo que com pouco alimento. Mas coma alguma coisa.
Tome o comprimido com um copo de água, não apenas um gole pequeno, mas com uma boa quantidade de água.
E não pare a medicação pois no começo pode acontecer esses efeitos mas depois somem.
Boa sorte no tratamento.

Dr. Douglas Motta Calderoni

Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.

Experiência

Sobre mim

Faculdade de medicina da USP SP Graduação em 2003 Residência de Psiquiatria no Instituto de psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medi...

Mostrar a descrição completa

Experiência em:

  • Psiquiatria Forense
  • Emergências Psiquiátricas
  • Psiquiatria Hospitalar
Veja mais

Tratar condições médicas

  • Transtorno depressivo
  • Estresse
  • Insônia
Mostrar mais doenças

Artigos

Transtorno Distímico

A Distimia é um tipo de depressão que faz parte do grupo dos transtornos mentais que interferem com o humor das pessoas e por isso os psiquiatras chamam esses quadros de "Transtornos do Humor". Ela é diferente porque seus sintomas são mais leves, mas têm uma longa duração. Isso torna difícil que o paciente se perceba deprimido, fazendo com que ele conviva com essa depressão, tentando se sobrepor. Muitas vezes é tida como uma personalidade difícil, pessimismo ou um mal humorado. As pessoas não conseguem sentir prazer nas suas atividades, sente-se pesado, lento, fazendo apenas o que é obrigado. Tem tratamento e a qualidade de vida melhora muito, inclusive dos familiares.


Transtorno bipolar

O transtorno bipolar é uma alteração do humor do indivíduo que vai além de tristeza e alegria. Portanto não necessariamente estamos falando de uma patologia na qual o individuo cicla entre depressão e euforia e somente em casos raros a pessoa acorda de um jeito e vai dormir de outro como é a crença popular. Trata-se de uma doença crônica, sem cura definitiva, mas que pode ser controlada de forma eficaz e o portador pode levar sua vida normalmente. É fundamental que o paciente seja orientado a como perceber e lidar com as fases assim pode ser feita uma intervenção precoce. Há uma série de tratamentos que beneficiam o paciente e permitem que ele leve uma vida normal.


Transtorno depressivo

O transtorno depressivo atinge cerca de 121 Milhões de pessoas no mundo. No Brasil cerca de 18 % da população sofre de depressão. Trata-se de uma doença em que, apesar de acometer muitas pessoas, ainda tem uma série de estigmas que para tratar precisamos esclarecer: Depressão é diferente de tristeza. É normal sentir tristeza e isso é muito saudável, mas na depressão a tristeza ela é acompanhada de diversos sintomas como pessimismo, lentificação do pensamento, alterações de sono e apetite, fadiga, diminuição atividades prazerosas, dores emocionais e físicas, etc O tratamento vai além da medicação, é preciso entender o que o paciente sente e orientá-lo como modificar hábitos para melhorar.


Insônia

Estudos recentes demonstraram que a prevalência da insônia tem aumentado a cada ano, chegando a atingir quase 40% da população. É a dificuldade em iniciar ou manter o sono e a sensação de que o sono não foi de boa qualidade, levando a consequências no funcionamento do indivíduo durante o dia. Ela pode ser aguda, relacionada a algum fato recente ou situação de estresse passageira e, nesse caso, melhora espontaneamente. Se for uma insônia persistente, por mais de 1 mês e com interferência na qualidade de vida, vale a pena procurar uma investigação médica especializada. Para o tratamento adequado é preciso identificar a causa e avaliar os hábitos da pessoa.


Estresse

Estresse é o conjunto de reações físicas e mentais de um indivíduo frente a certos estímulos externos, que seriam necessárias para o enfrentamento das exigências do meio ambiente. Quais são alguns dos sinais de que algo não vai bem e que podem indicar estresse? Sensação de cansaço constante alterações de sono (insônia ou excesso de sono) alterações de apetite (perda ou excesso de apetite), dificuldade de concentração e memória irritabilidade,dores de cabeça e no corpo problemas de pele, aumento de pressão arterial, Esses são alguns dos sintomas. Se vc se identificou procure as causas, faça atividade física, evite situações que sejam estressoras e que possam ser cortadas, respire.

Veja todos os artigos

Pesquisas relacionadas