Karine Cunha, Psiquiatra São Paulo

Dra. Karine Cunha

Salvar

Psiquiatra mais

Número de registro: CRM SP 97264 RQE Nº: 43461
58 opiniões

Salvar

Tempo estimado de resposta:

Consultório

Rua Maria Figueiredo 595 conj. 63/64, Paraíso, São Paulo
Dra Karine cunha

Este especialista não oferece agendamento online neste endereço

Atende: adultos, crianças a partir dos 14 anos de idade
Dinheiro
(11) 3050..... Mostrar número

Não adicionou informações sobre seus serviços

Experiência

Sobre mim

Sou médica formada pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP – EPM) (1994 - 1999) e fiz Residência em Psiquiatria no Instituto de Psiquiatria da...

Mostrar a descrição completa

Experiência em:

  • Psiquiatria Biológica
  • Psiquiatria Geriátrica
  • Psiquiatria Adulto
Veja mais

Tratar condições médicas

  • Transtornos Psicóticos
  • Transtorno bipolar
  • Transtorno Por Uso De Tabaco
Mostrar mais doenças

Formação

  • Residência Médica em Psiquiatria, Instituto de Psiquiatria da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP), 2002
  • Graduação em Medicina, Escola Paulista de Medicina (UNIFESP-EPM), 1999
  • Pós Graduação em Dependência Química, Escola Paulista de Medicina (UNIFESP-EPM), 2013
Veja mais


Vídeos


Idiomas

Português

58 opiniões de pacientes

Classificação geral

  • Pontualidade
  • Atenção
  • Clínicas e hospitais
Todas as opiniões são importantes, por isso os especialistas não podem pagar para alterar ou excluir uma opinião. Saiba mais.
D
Local: Dra Karine cunha Outro

Tenho 58 anos, moro em Londrina Paraná e sou Cirurgião Oncológico, nos anos de 2020 e 21 durante a pandemia vi meu pai morrer de ataque cardíaco e minha mãe de complicações da covid, vi minguar os pacientes em meu consultório, que vivia cheio, em função do medo dos pacientes de terem que se tratar em hospitais e acabarem pegando covid e tive que fechar o meu consultório, sendo que o mesmo ocorreu com vários outros colegas da área médica. No início de 2021 entrei em depressão profunda ficando sem sair de casa por mais de 6 meses, tentei psiquiatras de Londrina, mas não consegui melhorar. Colegas de profissão de Londrina vendo eu chegar ao fundo do poço entraram em contato com amigos dos hospitais Sírio Libanês e alguns do Albert Einstein pedindo indicação do melhor psiquiatra que eles conheciam em São Paulo e daí surgiu o nome da Dra. Karine. Viajei para São Paulo e iniciei o meu tratamento em janeiro-2022 sem muita esperança de melhora rápida e, de forma surpreendente e fascinante, consegui melhorar já a partir da 3 semana de tratamento, ela simplesmente acertou em cheio tanto na medicação quanto na dosagem na primeira receita. Sigo o tratando com ela desde então e agora já estou plenamente ativo, reabri o meu consultório e vi com imensa felicidade a volta do mesmo fluxo de pacientes de antes da Pandemia e credito boa parte desta mudança positiva em minha vida a competência da colega Karine e lhe agradeço imensamente do fundo do meu coração.


A
Local: Dra Karine cunha Outro

Depois de crises depressivas gravíssimas, encontrei a Dra. Karine, ela verificou meus sintomas, e iniciamos meu tratamento o mais rápido possível. Preciso lembrar que todo o acompanhamento foi feito com muito carinho e dedicação. Ela realmente foi um divisor de águas em minha vida, sendo que nunca encontrei um médico tão interessada em saber o que o paciente está passando. Ela sempre me atende e tem paciência comigo a todo momento, me dando respaldo e ajudando sempre que pode, me sinto agraciada!


K
Paciente verificado
Local: Dra Karine cunha Outro

A melhor psiquiatra! Muito objetiva, alto conhecimento/expertise em psiquiatria e acolhedora, sua explicação e solução via medicamentos para o meu transtorno de humor e ansiedade generalizada fez com que eu os entendesse melhor e como os remédios iriam me ajudar na cura. Agora em Março tenho nova consulta e não vejo a hora de conversar com a Doutora sobre a minha condição atual pois sou novamente uma pessoa normal e curada, graças a Deus e a Dra. Recomendo-a a TODOS.


A
Paciente verificado
Local: Dra Karine cunha Outro

A doutora Karine é ótima profissional, sofro de ansiedade generalizada
, e frequentemente trocava de médicos, já faz algum tempo que me trato com ela e venho tendo resultados ótimos. Atualmente estou praticamente curado dos meus problemas de ansiedade e está cura se deve inteiramente a perícia médica da Dra Karine


N
Paciente verificado
Local: Dra Karine cunha Outro

Sim, certamente irei indicar a doutora, visto que é uma excelente profissional, não pensou duas vezes em me ouvir pelo tempo necessário. Uma profissional sempre disponível para ajuda, completamente humana e excelente nas explicações sobre meus problemas, entendi ainda todos os detalhes do tratamento. O mais fundamental é que ela me curou depois de mais de uma década de sofrimento constante.



S
Local: Dra Karine cunha Outro

Indico a doutora justamente por ela ser muito atenciosa e minuciosa durante todo o tratamento médico. Além, do mais, a consulta foi realizada no horário marcado e isso é excelente! Avaliou o meus sintomas, entendeu meus anseios e tirou minhas dúvidas, valeu a pena consultar e hoje somente me trato com ela.


T
Local: Dra Karine cunha Outro

O atendimento da doutora é completamente humanizado, é uma excelente médica e demonstrou muito interesse em saber o que estava acontecendo comigo. Foi através dela que consegui me recuperar da síndrome do pânico, demonstrou ainda muito conhecimento e empatia, já estou em minha quinta consulta em 2 anos e indico!


P
Local: Dra Karine cunha Outro

Estou iniciando o tratamento praticamente agora, e com bastante esperança de um resultado bem positivo. A médica, Dra Karine, me transmitiu muita segurança, mostrou que possui conhecimento, experiência nos atendimentos e principalmente empatia. Não tive problema algum ao fazer a consulta e gostei bastante do atendimento.


F
Local: Dra Karine cunha Outro

Certamente quando resolvi fazer um atendimento psiquiátrico estava bem receoso, porém, vi que precisava de tratamento, e fui pesquisar. Encontrei a doutora online, e então fui atendido de uma maneira muito tranquila, ela observou minhas questões, entendeu o que eu sentia e desde a primeira consulta me senti bem e principalmente soube receitar remédios que me fizeram melhorar com o mínimo de efeitos colateráis. Indico a Dra. Karine de olhos fechados!


C
Local: Dra Karine cunha Outro

A doutora realmente tem sido uma benção na minha vida, mudou completamente meu tratamento e estou me sentindo curada! Ela sim é muito disposta a ouvir, muito pontual e mais do que tudo é humana. Tive muitas dúvidas sobre meu transtorno, e todas elas foram respondidas com paciência, sempre indico a Dra para todos que conheço e aqui não seria diferente!


Ocorreu um erro, tente outra vez

Dúvidas respondidas

61 dúvidas de pacientes respondidas na Doctoralia

Pergunta sobre Cymbi

Qual o tempo maximo que se pode usar o Cymbi, para não fazer mal ao organismo?

Olá boa tarde. O Cymbi é um medicamento bastante seguro se usado até a dosagem de 120 mg/d. É um bom antidepressivo e também eficaz em dores crônicas. Em alguns casos pode ser utilizado de forma contínua sem que haja malefícios ao organismo. É uma medicação que não provoca dependência.

Dra. Karine Cunha

Pergunta sobre Depakene

Comecei tomando um Depakene a noite, após uma semana dois ao dia, sinto minha boca seca e muito amarga, sinto tonturas e sono durante o dia, o que posso estar fazendo para melhorar? É normal?

Boa tarde. Esses sintomas que você está sentindo são efeitos colaterais bastante comuns do Depakene e em geral são mais intensos no início do tratamento. Eles vão diminuir e até mesmo sumir com a continuidade do tratamento. Considero uma excelente medicação, tanto para epilepsia quanto para transtorno afetivo bipolar.

Dra. Karine Cunha

Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.

Experiência

Sobre mim

Sou médica formada pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP – EPM) (1994 - 1999) e fiz Residência em Psiquiatria no Instituto de Psiquiatria da...

Mostrar a descrição completa

Experiência em:

  • Psiquiatria Biológica
  • Psiquiatria Geriátrica
  • Psiquiatria Adulto
Veja mais

Tratar condições médicas

  • Transtornos Psicóticos
  • Transtorno bipolar
  • Transtorno Por Uso De Tabaco
Mostrar mais doenças

Formação

  • Residência Médica em Psiquiatria, Instituto de Psiquiatria da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP), 2002
  • Graduação em Medicina, Escola Paulista de Medicina (UNIFESP-EPM), 1999
  • Pós Graduação em Dependência Química, Escola Paulista de Medicina (UNIFESP-EPM), 2013
Veja mais

Certificado Doctoralia



Vídeos


Idiomas

Português

Redes sociais


Artigos

Estresse

O estresse é uma resposta natural do corpo a situações extremas, nas quais o cérebro nos prepara para reagir, liberando cortisol e adrenalina. Dessa maneira, ficamos prontos para apresentarmos o melhor desempenho possível, fisicamente e mentalmente. Quando somos submetidos, continuamente, a situações estressantes (por exemplo, muitas cobranças no trabalho, relacionamentos abusivos etc.) ou experiências traumáticas, podemos entrar em um quadro crônico de estresse e, o que era uma exceção, passa a perdurar e desgastar corpo e mente. Os principais sintomas são: irritabilidade, insônia, dificuldade de concentração e memorização, cansaço excessivo, dores de cabeça e alterações de apetite.


Transtornos De Estresse Pós-Traumáticos

O transtorno do estresse pós-traumático (TEPT) é um distúrbio de ansiedade provocado pela experiência de um momento altamente impactante, sobretudo quando há ameaça à vida da pessoa ou de alguém próximo. Para os pacientes com essa condição, as memórias e a sensação de medo fazem parte do cotidiano. Viver ou observar casos de violência urbana, desastres naturais, sequestro, situações de guerra ou agressão sexual são alguns dos fatores que podem desencadear um trauma. Os sintomas podem aparecer logo após a situação perturbadora ou levar anos para se manifestar. O TEPT não pode ser totalmente curado mas, com auxílio psiquiátrico, é possível controlar os sintomas e manter uma rotina normal.

Veja todos os artigos

Publicações

Publicações (2)

Pesquisas relacionadas