Marcus Vinícius Lacerda, Infectologista Manaus

Dr. Marcus Vinícius Lacerda

Infectologista

Número de registro (CRM/CRP/CRO): 3646
3 opiniões

Consultório

Avenida Mário Ypiranga, 315, Ed. The Office, sala 1105, Adrianópolis, Manaus
Clínica de Infectologia de Manaus

Este especialista não oferece agendamento online neste endereço

Este especialista não fornece todas as informações que você precisa?

Mostrar outros infectologistas perto de mim

Experiência

Experiência em:

  • Medicina do viajante
  • Infectologia clínica

Tratar condições médicas

Mostrar mais doenças

Serviços e preços

Serviços populares

Primeira consulta Infectologia


Avenida Mário Ypiranga, 315, Ed. The Office, sala 1105, Manaus

Preço não relatado

Clínica de Infectologia de Manaus


Retorno de consultas Infectologia


Avenida Mário Ypiranga, 315, Ed. The Office, sala 1105, Manaus

Preço não relatado

Clínica de Infectologia de Manaus

Outros serviços

Puncao Lombar


Avenida Mário Ypiranga, 315, Ed. The Office, sala 1105, Manaus

Preço não relatado

Clínica de Infectologia de Manaus

Opiniões dos pacientes

5

Classificação geral
3 opiniões

  • Pontualidade
  • Atenção
  • Clínicas e hospitais
U
Paciente verificado
Local: Clínica de Infectologia de Manaus Consulta médica

Pontos positivos
De tudo, excelente, o que é mais importante fiquei bom.


P
Paciente verificado
Local: Clínica de Infectologia de Manaus

Pontos positivos
Dr. Marcus é um excelente e médico. Muito atencioso. Me explicou tudo com muita paciência.


P
Paciente verificado
Local: Clínica de Infectologia de Manaus Malária

Pontos positivos
O atendimento foi maravilhoso com respeito, dedicação e profissionalismo.

Pontos de melhoria
Pra mim foi tudo perfeito.


Ocorreu um erro, tente outra vez

Dúvidas respondidas

2 dúvidas de pacientes respondidas na Doctoralia


  • Pergunta sobre Malária

    O que é febre terca quartã ?

    No passado a malária era conhecida como febre terçã ou quartã, dependendo da espécie do parasito. Isso se referia à forma em que a febre se apresentava nos pacientes depois de uns 15 dias: no caso da terçã, a febre acontecia a cada 48 horas (P. vivax, P. falciparum e P. ovale), e no caso da quartã, a cada 72 horas (P. malariae). Hoje em dia esse perfil é muito difícil de ser observado, porque a grande maioria das pessoas são diagnosticadas e tratadas antes da sincronização da febre, ou seja, antes de 15 dias. Por isso, não espere até que uma febre tenha esse perfil de terçã ou quartã para pensar em malária. Qualquer pessoa que tenha febre e que tenha visitado uma área endêmica deve avisar seu médico e e fazer um exame para malária.

    Dr. Marcus Vinícius Lacerda

  • Pergunta sobre HIV e AIDS

    Iniciei a PEP por um acidente ocupacional (com pessoa sabidamente soro+) e cerca de 2 semanas depois (ainda usando a PEP) sofri uma exposição sexual (camisinha estourou). Continuo a PEP até completar os 28 dias desde o início ou adiciono mais 14 dias de PEP (28 + 14) ?

    Na sua segunda exposição de risco, você já estava em PREP, pu seja, em profilaxia pré-exposição, por isso não precisa alterar o esquema preconizado de 28 dias.

    Dr. Marcus Vinícius Lacerda

Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.

Experiência

Experiência em:

  • Medicina do viajante
  • Infectologia clínica

Tratar condições médicas

Mostrar mais doenças