Tive 4 aborto de repetição , todos de 5 a 9 semanas , em investigação tenho Mthfr heterozigoto nos 2 alelos , cada medidos diz uma coisa , Mthfr causa ou não causa aborto de repetição ?
Minha última gestação o bebe ficou sem batimentos com 9 semanas
Olá. Apesar dos estudos mostrarem que trinta por cento da população feminina pode ter a mutação MTHFR e a mesma não causar qualquer repercussão ao longo de suas vidas . Eu particularmente acredito que quando a paciente tem uma história clinica como a sua e tendo afastado outras causas de abortos é necessário individualizar o caso e compartilhar com o casal estas informações Portanto uma vez que o casal esteja de comum acordo , nestas circunstancias opto por utilizar a enoxaparina em dose profilática para tentar minimizar o risco de um novo aborto . E uma vez tendo o sucesso da gestação reavalio após o primeiro trimestre a necessidade ou não de continuar com a enoxaparina.

Olá. Não existe dúvidas com relação a isso. A mutação do MTHFR não é uma trombofilia e não deve ser solicitada em pacientes com abortamento de repetição. Não é causa do abortamento.
Na prática clínica, o abortamento de repetição é a presença de 3 ou mais abortos consecutivos. Em 3 ou mais abortos a investigação deverá ser feita. Existe uma tendência atual da investigação após o segundo aborto.
As alterações uterinas deverão ser avaliadas. As disfunções hormonais poderão ser pesquisadas. As trombofilias deverão avaliadas. O cariótipo será discutido com o casal.
Converse com o seu médico. Esclareça suas dúvidas. Discuta a sua investigação e tratamento. Se for tentar engravidar, use o ácido fólico.

Boa tarde!
Essa questão ainda não está bem estabelecida na Medicina. Embora existam muitos estudos consistentes que afastam as mutações dos genes MTHFR como causas de abortos de repetição, há também estudos recentes e bem desenhados mostrando o contrário.
Enquanto não houver um consenso e definição exata sobre o papel do MTHFR nos abortos de repetição, não podemos afirmar com certeza que ele causa ou não causa o problema.
Dessa forma, seu médico deve avaliar com você a necessidade de se usar anticoagulantes como forma de prevenir novos abortos.
Também não deixe de analisar todas as outras causas de abortos, pois pode ser que sejam encontrados mais de um motivo.

Especialistas em Abortamento Habitual

Renata Miranda

Renata Miranda

Ginecologista

Nova Lima

Wagner Antonio da Rosa Baratela

Wagner Antonio da Rosa Baratela

Geneticista

São Paulo

Miucha Rios O. Zucchi

Miucha Rios O. Zucchi

Ginecologista

São Paulo

Marina Brum Reis

Marina Brum Reis

Ginecologista

Rio de Janeiro

Júlia Kefalás Troncon

Júlia Kefalás Troncon

Ginecologista

Ribeirão Preto

Gisele Tolaini Gomes Pereira

Gisele Tolaini Gomes Pereira

Ginecologista, Mastologista

São Paulo

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 26 perguntas sobre Abortamento Habitual

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.