Colecistectomia - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas - colecistectomia

Marcelo Cerdan Torres

Marcelo Cerdan Torres

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral

São Paulo

Agendar uma visita
Jorge Faria

Jorge Faria

Cirurgião geral

Salvador

Agendar uma visita
Miki Mochizuki

Miki Mochizuki

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral, Gastroenterologista

Piracicaba

Agendar uma visita
Mailson Alves lopes

Mailson Alves lopes

Cirurgião oncológico, Cirurgião geral

Brasília

Agendar uma visita
Giovanni Beraldo

Giovanni Beraldo

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral

Jaguariúna

Agendar uma visita
Ana Cecília de Assunção Borges

Ana Cecília de Assunção Borges

Cirurgião do aparelho digestivo

Belo Horizonte

Agendar uma visita

Perguntas sobre Colecistectomia

Nossos especialistas responderam a 848 perguntas sobre Colecistectomia

Ideal um retorno ao consultorio médico para uma avaliação completa , esses sintomas não são comuns ao pos operatorio
1 respostas

Olá,
As cirurgias do aparelho digestivo são fatores de risco para pancreatite, principalmente se foi ocasionada pela migração de cálculo do ducto de via biliar , chamado colédoco. Alguns…
1 respostas

Especialistas falam sobre Colecistectomia

A Colecistectomia é o nome do procedimento no qual retiramos cirurgicamente a vesícula biliar, normalmente devido a presença de cálculos/pedras ou pólipos, pois ambos, de forma geral, podem levar a sérias consequências ao paciente.

Ricardo Lourenço

Cirurgião do aparelho digestivo

São Paulo


Retirada da vesícula biliar. Pode ser feita por via convencional ou laparoscópica. O motivo geralmente é presença de cálculos. É a cirurgia mais comum da gastroenterologia e apresenta ótimos resultados.

Henrique Mateus

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral

São Paulo

Agendar uma visita

Quais profissionais realizam Colecistectomia?

Pesquisas relacionadas


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.