Densitometria óssea - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Qual é a densitometria óssea?

Um teste de densitometria óssea é um teste especial de raios-X, usado para medir o teor de cálcio do osso, geralmente na região lombar (área lombar) e quadris. É também chamado de digitalização DEXA, scans QDR, ou medição da DMO (densidade mineral óssea).

Qual é a diferença entre uma densitometria óssea e Raio X?

Densitometria óssea mede o teor de cálcio dos ossos, que não pode ser calculado com uma radiografia normal. Apesar de nos raios-X poder parecer que os ossos contêm pouco cálcio, isso  não é confiável, já que algumas pessoas com osteoporose podem ter radiografias completamente normais. A radiografia é mais confiável para detectar fraturas recentes e outras doenças dos ossos.

Onde a densitometria óssea é usada?

A densitometria pode ajudar o médico, que examina tal paciente para a osteoporose, para avaliar o risco que há de sofrer uma fratura óssea nos próximos anos. Em geral, aquelas pessoas cuja densidade mineral óssea é significativamente menor do que o normal para sua faixa etária e sexo são mais propensos a quebrar um osso. Se o paciente recebe tratamento médico para aumentar a  densidade óssea, o teste  pode ser repetido dentro de dois anos para avaliar a progressão.

Como é a densitometria óssea?

O teste demora entre 10 e 30 minutos, dependendo do equipamento utilizado e partes do corpo que são examinados. Se o médico quer ver se há osteoporose,  muitas vezes explora-se a coluna lombar e quadril, e no pulso, já que o seu conteúdo de cálcio é diferente de outras partes do corpo. Você pode comer antes do exame, e não precisa se despir (se as roupas não contenham botões ou zíperes de metal). Com  laptops cada vez mais utilizados, pode-se instalar um em uma consulta no centro de saúde, e assim verificar o BMD (densidade mineral óssea) do osso do calcanhar (calcâneo).

Exemplo de uma densitometria de quadril esquerdo

As áreas azuis do gráfico (à esquerda) representam a massa óssea em mulheres de diferentes idades. Como pode ser visto, a massa óssea é menor nos majores. Os da área azul escuro tem uma maior massa óssea do que a média para sua idade, enquanto que aqueles que estão na área azul estão abaixo. A curva dos homens é semelhante, mas é o melhor classificado no gráfico, e diminui menos com a idade (lembre-se que a menopausa com a sua diminuição do nível de hormônio feminino estrógeno, é uma das causas da osteoporose, daí a importância de consultar um médico nessa fase da vida, para os estudos relevantes)

Especialistas em densitometria óssea

Encontre um especialista em Densitometria óssea na sua cidade:
José Justiniano Torrico

José Justiniano Torrico

Médico clínico geral

Rio Branco

William Jofre Almeida de Barros

William Jofre Almeida de Barros

Médico clínico geral, Médico do trabalho

Blumenau

Thiago Cesar Rocha Azevedo

Thiago Cesar Rocha Azevedo

Médico clínico geral

Recife

Paulo Augusto Bonini

Paulo Augusto Bonini

Ortopedista - traumatologista

Adamantina

Flávio Rotman

Flávio Rotman

Endocrinologista, Nutrólogo

Rio de Janeiro

Renata Maria Monteiro Leite

Renata Maria Monteiro Leite

Endocrinologista

Rio de Janeiro

Perguntas sobre Densitometria óssea

Nossos especialistas responderam a 18 perguntas sobre Densitometria óssea

Dr. Adriano Karpstein
Dr. Adriano Karpstein
Médico do esporte, Ortopedista - traumatologista
Curitiba
Pode. O tempo do exame dependerá da clínica e equipamento. É um exame rápido.
2 respostas

Dr. Adriano Karpstein
Dr. Adriano Karpstein
Médico do esporte, Ortopedista - traumatologista
Curitiba
O exame deve ser repetido uma vez ao ano, a critério do seu médico.
3 respostas

Pode entrar imediatamente pois não há nenhum impedimento após a realização deste exame
3 respostas

Especialistas falam sobre Densitometria óssea

A densitometria óssea é o exame padrão ouro (primeiro e mais confiável) na detecção da osteoporose. sua interpretação vai além das conclusões, pois o médico especializado tem que saber interpretar os dados fornecidos e os artefatos que interferem para realizar uma boa conclusão.

Milton Da Silveira Pedreira Neto

Médico clínico geral, Reumatologista

Salvador


Este exame é utilizado para fazer diagnóstico de osteoporose em pacientes de até 204Kg. Faz também diagnóstico da obesidade com a medida da massa corpórea total (peso total), o índice de massa corporal (IMC), quantidade de gordura corporal, quantidade de massa muscular, e quantidade de massa óssea total e de varios segmentos do corpo. Calcula os índices endócrino-metabólicos como: taxa metabólica de repouso (TRM), o índice muscular esquelético relativo (RSMI). Fazemos a medida do tecido adiposo viceral (TAV) a- a unica maquina da região norte. Nosso software esta capacitado para fazer exames em crianças, e em pacientes ortopédicos - a única tambem da região.

Jose Armendir Frezarim Thomazini

Ortopedista - traumatologista

Manaus


O diabo sabe mais por ser velho do que por ser diabo. Há décadas atrás quando iniciei minha prática médica este exame para o diagnóstico de osteoporose não existia. Quando era feito o diagnóstico a doença já estava avançada e os ossos particularmente as vértebras das pacientes já estavam quebrando espontaneamente e comprimindo raízes nervosas causando dores insuportáveis e incapacitantes. Fraturas de punho e colo de fêmur eram extremamente comuns e de difícil tratamento. Aliás não haviam os poderosos remédios que hoje dispomos para impedir o surgimento da osteoporose. Deve ser realizado periodicamente em todas as pacientes menopausadas.

Irineu Umberto Librenza

Médico clínico geral

Paranavaí

Quais profissionais realizam Densitometria óssea?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.